asdasdasdasd

Para a nova coordenadoria da Mulher em Santa Filomena o principal propósito é trabalhar a educação familiar e geração de renda

por Neya Gonçalves 17 de Fevereiro de 2017 às 13:39
categoria: Sertão do Araripe

A Coordenadoria da Mulher de Santa Filomena já tem um novo comando, Maria Brasilina Pereira, (Marizinha), já assumiu o posto e garante ter grandes expectativas a respeito do cargo, ela conta ao Nossa Voz que o trabalho da coordenadoria será feito em conjunto com outras pastas como saúde e ação social, “pretendo trabalhar em parceria com outras pastas e sociedade civil para que as políticas públicas sejam implementadas e essas mulheres sejam beneficiadas”, disse Maria.

Existem projetos no município que foram articulados pela coordenadoria da mulher em especial na área social e agricultura familiar, para Maria eles são como uma ação de fortalecimento às políticas em favor da mulher e sua família. Marizinha garante que esses projetos serão resgatados porque trazem benefícios que muitas vezes são desconhecidos, “nós vamos fortalecer um trabalho de direitos iguais e o nosso principal propósito é fortalecer a família e não tolerar a violência contra a mulher que é uma proposta do governo, nós vamos trabalhar também a geração de renda e isso pode gerar autoestima para as mulheres. Já tomei conhecimento desses projetos que trouxeram ações pela Coordenadoria da Mulher e sabemos que é possível que podemos concretizar projetos que façam frente a inclusão social, na forma de fortalecer e apoiar as ações de mulher com criatividade própria na linda de geração de renda, artesanato e hortas”.

Este ano Santa Filomena terá uma programação diferenciada para o dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, as mulheres se preparam para a grande parada do Fórum de Mulheres do Araripe, será um movimento em nível de território e as forças femininas do Araripe se reúnem em Ouricuri. Será um dia de luta pelas políticas referenciadas à questão da mulher.

Reportagem, Cidinha Medrado