asdasdasdasd

Fogo amigo: Zé Batista da Gama rebate Gaturiano Cigano e chama vereadores que pediram a cabeça dele de 'incompetentes'

por Redação Nossa Voz 7 de Fevereiro de 2018 às 09:55

Em entrevista ao Nossa Voz, nesta quarta-feira (07), Zé Batista da Gama se pronunciou sobre o posicionamento dos parlamentares que o acusaram de má administração e não demonstrou surpresa com as acusações. “Domingos está na oposição e tem o direito de me criticar, mas essa semana vamos mandar uma máquina para trabalhar em Izacolândia. É uma questão de programação e não de politicagem. Eu não preciso desse cargo não. Eu sou um profissional qualificado. Sou aposentado pelo instituto federal e sai aposentado com nível de doutor”, rebateu.

Respondendo às acusações de Gaturiano Cigano, o secretário foi mais enfático. “Eu quero dizer que eu sou vereador e nenhum deles vai rasgar meu diploma porque ele foi outorgado por cinco mandatos, diferente dele que ainda está no primeiro”, alfinetou.

De acordo com Zé Batista, os vereadores estão tentando fazer politica com as ações da Prefeitura. “Eu não trabalho para atender ao ego de vereador e sim obedecendo a Miguel Coelho. Quem determina onde coloca a máquina sou eu. Eles estão pedindo estrada para fazer política mesmo”, afirmou.

Ele ainda acrescentou que um grupo da base do Governo Miguel Coelho pediu a exoneração dele do cargo, mas disse estar tranquilo pois, segundo o secretário, o pedido partiu de vereadores que não possuem competência. “Teve um grupinho que pediu a minha cabeça a Miguel Coelho e eu sei os nomes, mas não vou dar ousadia. Eles tem que dizer onde estou fazendo essa política. O problema é que eles têm inveja de mim, mas eu estou bem à vontade porque se o prefeito disser que eu não sirvo mais para o Governo, eu volto para a Câmara. Uns três vereadores querem me ver por trás e isso vem da própria base. Esses que me atacaram não tem moral para falar da minha administração, são incompetentes”, finalizou.