asdasdasdasd

Stan Lee já havia gravado sua participação em Vingadores 4

por Milena Pacheco 13 de Novembro de 2018 às 16:38
categoria: Cinema

Falecido nesta segunda-feira aos 95 anos, o cocriador da Marvel, Stan Lee, já havia gravado a sua participação especial em Vingadores 4.

© AdoroCinema

O quadrinista havia filmado a ponta no aguardado lançamento ainda em 2017. À época, ele filmou para Thor: Ragnarok, Pantera Negra, Homem-Formiga e a Vespa e Vingadores 3 e 4.

A morte de Stan Lee foi confirmada pela sua filha ao portal TMZ. Ele foi levado às pressas para o hospital nesta manhã, onde veio a falecer após complicações em seu quadro de saúde. Vingadores 4 chega aos cinemas em 2 de maio de 2019. (Com informações msn/foto: © AdoroCinema)


'Cidade de Deus' entra na lista de 100 melhores filmes estrangeiros da BBC

por Milena Pacheco 31 de Outubro de 2018 às 10:01
categoria: Cinema

O brasileiro dirigido Fernando Meirelles e Katia Lund foi lançado em 2002 e retrata o crescimento do crime organizado na comunidade Cidade de Deus

O longa brasileiro Cidade de Deus é o único filme da América do Sul a integrar a lista de melhores filmes estrangeiros da BBC, divulgada nesta terça-feira (30/10) pela emissora britânica. O primeiro lugar ficou com o japonês Os sete samurais, de Akira Kurosawa.

O brasileiro dirigido Fernando Meirelles e Katia Lund foi lançado em 2002 e retrata o crescimento do crime organizado na comunidade Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. O longa foi inspirado no livro homônimo escrito por Paulo Lins e é considerado uma das obras mais importantes do cinema nacional. Recebeu quatro indicações ao Oscar nas categorias melhor diretor, melhor roteiro adaptado, melhor edição e melhor fotografia.

A produção ocupa a 42ª posição no ranking da BBC, sendo o único da América do Sul a compor a lista. De acordo com a emissora, a classificação visa "direcionar os holofotes para longe de Hollywood e celebrar o melhor cinema de todo o mundo". Para isso, foram convidados 209 críticos de 43 países e falantes de 41 idiomas diferentes.

 

Aos especialistas, a BBC pediu que escolhessem seus filmes favoritos dando preferência aqueles que não tem o inglês como idioma original. O resultado final conta com produções de 67 diretores, produzidos em 24 países e em 19 idiomas diferentes.

Os longas do leste da Ásia correspondem a um quarto da lista, sendo a maior parte do Japão que conta com 11 filmes, dentre eles o topo do ranking Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa. A produção e o diretor foram bem cotados pela crítica internacional, mas não receberam nenhum novo dos seis avaliadores japoneses convidados pela BBC. 

Quando o assunto é idioma, o francês aparece em 27 filmes e, de acordo com a emissora, pode ser considerado "a língua oficial" do cinema estrangeiro mais aclamado. Em seguida estão mandarim (12), japonês e italiano (11 cada). (Fonte: Diário de Pernambuco/Foto: 

Google/Reproducao da Internet)


Brad Pitt revela que recebeu 1 copo de café como cachê em 'Deadpool 2'

por Milena Pacheco 29 de Outubro de 2018 às 16:34
categoria: Cinema

No final de setembro, Brad Pitt fez o seu testamento legal e deixou uma fortuna de US$ 250 milhões para os filhos - quase R$ 1 bilhão!

O astro de Guerra Mundial Z, Bastardos Inglórios e ex-marido de Angelina Jolie tem fama, dinheiro e reconhecimento. Além disso, ama atuar. Ao ponto de dispensar cachês para estar nos filmes que deseja. 

O ator fez uma pontinha de 5 segundos em Deadpool 2. E a estrela do filme, Ryan Reynolds, revelou ao Collider o que ele pediu como pagamento para estar na produção: 1 copo de café!

"Demorou mais para ele beber o café que pediu como pagamento do que para gravar a participação“, brincou o colega de Pitt. No total, foram 7 minutos de trabalho. 

“Ele é muito divertido e charmoso. É provavelmente a maior estrela de cinema do mundo. Foi muito legal pra todos nós“, revelou ainda o hilário marido de Blake Lively. 

Brad Pitt viveu Vanisher, um vilão mutante. No filme, apareceu voando em um paraquedas, para poucos segundos depois pegar fogo. (Com informações caras/Foto: Brad Pitt Getty)


Johnny Depp não estará em reboot de Piratas do Caribe

por Milena Pacheco 29 de Outubro de 2018 às 11:01
categoria: Cinema

Em entrevista ao Daily Mail, Stuart Bettie comenta que o astro de Hollywood não deve mais interpretar Jack Sparrow

Quando se pensa na franquia Piratas do Caribe, logo o nome do ator Johnny Depp, o intérprete de Jack Sparrow, é associado. Mas após 15 anos e cinco filmes, a Disney planeja fazer um reboot (Ruibulte) da franquia sem a presença do astro. A revelação foi feita pelo roteirista Stuart Bettie.

Em entrevista ao Daily Mail, Stuart Bettie, o roteirista de Piratas do Caribe: A maldição do Pérola Negra (2003), deu a entender que o astro de Hollywood não interpretará mais o excêntrico pirata.

“Acho que que ele teve uma ótima fase. Ele transformou o personagem em algo dele e acho que é o personagem pelo qual é mais famoso até agora”, comentou. “As crianças de todo o mundo adoram ele como este personagem. Tem sido ótimo para ele e para nós também. Acho que Jack Sparrow será seu legado. É o único personagem que ele interpretou cinco vezes, que ele se veste para visitar crianças em hospitais, e por isto será sempre lembrado.”

A franquia Piratas do Caribe, iniciada em 2003, ajudou Johnny Depp a se consolidar com um astro do cinema. O prestígio de outrora nos últimos anos já não era o mesmo, tanto por fracassos em filmes quanto por polêmicas envolvendo o ator. Em 2016, Depp foi acusado por sua ex-esposa Amber Heard (rôrdi) de violência doméstica.

Para o reboot, Rhett Reese (Ruete Ruise) e Paul Wernick (uornique), os roteiristas de Deadpool (dedepul), estão sendo cotados para escrever o roteiro. Detalhes do título e data de lançamento ainda são desconhecidos.

Os filmes da franquia, Piratas do Caribe: A maldição do Pérola Negra (2003), O baú da morte (2006), No fim do mundo (2007), Navegando em águas misteriosas (2011) e A vingança de Salazar (2017), arrecadaram US$ 4,5 bilhões no mundo inteiro. (Com informações diariodepernambuco/viver/foto: Foto: Disney/Divulgação)


Animação brasileira está entre os pré-indicados ao Oscar 2019

por Milena Pacheco 26 de Outubro de 2018 às 09:48
categoria: Cinema

A animação brasileira Tito e os Pássaros está entre os pré-indicados ao Oscar 2019. Dirigido por Gabriel Bitar, André Catoto e Gustavo Steinberg, o longa concorre a um lugar na categoria de melhor animação com outros 24 filmes, entre eles Os Incríveis 2, Homem-Aranha no Aranhaverso e A Ilha dos Cachorros.

Tito e os Pássaros acompanha a empreitada de um pai e um filho em busca da cura de uma doença contraída através do susto. A animação já foi exibida nos festivais de Annecy, na França, e de Toronto, no Canadá, e ainda não tem previsão de estreia no Brasil.

O Brasil marcou presença nas últimas edições do Oscar de melhor animação. Em 2016, o filme O Menino e o Mundo, de Alê Abreu representou o país na disputa. Já em 2018, O Touro Ferdinando, dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha, foi um dos finalistas.

Os indicados ao Oscar 2019 serão anunciados em 22 de janeiro. (Com informações msn/Foto: © Divulgação)


Universitários pernambucanos organizam 1º CineÓrfão de Cinema Sem Pais

por Milena Pacheco 19 de Outubro de 2018 às 15:45
categoria: Cinema

Evento tem como objetivo promover longas e curtas recusados em outros festivais

Com o objetivo de propagar produções que não foram aceitas no circuito comum de festivais cinematográficos, a Orfa Criação, produtora coletiva, realiza na próxima terça-feira (23), a partir das 20h30, a primeira edição do CineÓrfão de Cinema sem Pais. Tendo como valor central a multidisciplinaridade, o evento foi dividido em duas categorias: Mostra de Cinema Livre (para filmes que tenham ou não participado de outros festivais) e a Mostra Competitiva de Cinema Sem Pais, (para projetos recusados em outras solenidades). Com uma programação repleta de trabalhos, entre eles oito curtas-metragens, o festival vai acontecer no Cine Rosa e Silva (Av. Cons. Rosa e Silva, 1460 %u2010 Aflitos) com entrada gratuita, mediante a doação de alimentos não perecíveis, roupas ou brinquedos. 

"O nome é justamente uma homenagem aos filmes que são órfãos e amadores - no mais belo dos sentidos, feitos pelo amor ao cinema, que nós compartilhávamos", comenta o estudante de cinema e audiovisual, Felipe Berardo, um dos envolvidos na organização do festival. 

Além de Felipe, a mostra tem produção do cineasta Heitor Vilar e do estudante de Design, Miguel Duarte. De acordo com os produtores, o festival é uma oportunidade para evidenciar trabalhos menos favorecidos. "O CineÓrfão é uma iniciativa de jovens recifenses que, não achando seu lugar no circuito, decidiram criar um festival que desse espaço para curtas e longas%u2010metragens que não se encaixavam no padrão das mostras competitivas". 

"Começamos a divulgar o festival nas redes sociais, antes mesmo de saber como realmente iria acontecer. Com o tempo, ele foi tomando forma e conquistando um espaço. A adesão do público superou nossas expectativas desde o início, mas, principalmente, depois de fecharmos a parceria com o Moviemax Rosa e Silva", comenta Felipe Berardo. (Com informaçõesdiáriodepernambuco/viver/foto: Reprodução Internet)


Familia de Amy Winehouse aprova produção de cinebiografia da cantora

por Milena Pacheco 16 de Outubro de 2018 às 09:36
categoria: Cinema

Segundo o jornal 'The Guardian' as filmagens devem começar em 2019

A família da cantora Amy Winehouse assinou contrato para produzir uma biografia da artista para as telonas. Segundo o jornal britânico The Guardian, o longa será feito em parceria com a Monumental Pictures e as filmagens devem começar em 2019.

A história de vida da cantora será transformada em roteiro pelo Geoff Deane (Kinky boots - Fábrica de sonhos) e a família da artista serão produtores executivos.

"Agora nos sentimos capazes de celebrar a extraordinária vida e talento de Amy", disse o pai dela, Mitch Winehouse. "A verdadeira história da doença dela pode ajudar muitos outros que podem estar enfrentando problemas semelhantes".

Mitch ainda negou, em entrevista ao The Sun, os boatos de que Lady Gaga interpretaria Amy Winehouse, "Eu apostaria que será uma jovem desconhecida, inglesa, londrina. O que nós queremos é alguém para retratar Amy da maneira que ela era, a engraçada, brilhante, charmosa e terrível pessoa que era", declarou.

A notícia veio alguns dias após a família Winehouse revelar planos para uma turnê mundial com um holograma da cantora para 2019. O pai disse que a turnê vai arrecadar dinheiro para a fundação em nome da cantora.

Amy Winehouse foi encontrada morta em 2011. Em 2015 o documentário Amy, dirigido por Asif Kapadia, mostrou a vida e a luta da artista contra o vício que tinha. Um novo documentário será lançado em novembro, Amy Winehouse - Back to Black, com imagens inéditas da cantora. (Com informações diariodepernambuco/Foto: Arquivo/AFP Photo)


Cauã Reymond muda visual para viver Dom Pedro I no cinema

por Milena Pacheco 10 de Outubro de 2018 às 16:45
categoria: Cinema

Cauã Reymond viverá uma nova experiência nas próximas semanas. O ator fará uma pausa das novelas para a gravação de um filme que contará a história de Dom Pedro I.

Por conta do personagem, Reymond já está ostentando uma barba mais volumosa. O filme ‘Pedro’ será dirigido por Laís Bodanzky, a mesma de ‘Como nossos pais’ e ‘Bicho de Sete Cabeças’.

Cauã Reymond está com 38 anos e é um dos principais atores da TV Globo, tendo atuado em novelas importantes, como ‘Avenida Brasil’, ‘A Regra do Jogo’, ‘Da Cor do Pecado’, entre outras. (Com informações IstoÉ/Foto: Reprodução/Instagram)


Cenas do filme "Mudança de Hábito", estrelado por Whoopi Goldberg.

por Milena Pacheco 4 de Outubro de 2018 às 16:08
categoria: Cinema

Whoopi Goldberg confirma remake da comédia ‘Mudança de Hábito’

Whoopi Goldberg, em entrevista ao Good Morning Britain, confirmou o remake da comédia noventista Mudança de Hábito e, ao que tudo indica, a atriz fará uma pequena participação. “Nós estivemos implorando por um novo filme na Disney, mas eles decidiram que vão para uma outra direção com Mudança de Hábito. Então não haverá Mudança de Hábito 3 e sim uma nova versão. E acho que eu só vou passar por uma cena, e assim eu poderei fazer parte”, revelou.

Em 2015, Karen McCullah e Kirsten Smith, roteiristas responsáveis por Legalmente Loira, surgiram como prováveis nomes para a nova versão do filme. Porém, não há confirmações se a dupla continuará neste projeto. O primeiro longa rendeu impressionantes US$ 230 milhões mundialmente e recebeu sinal verde para uma sequência dois anos depois, em 1993. (Com informações Social1/Foto: Divulgação/Touchstone Pictures)


José Loreto comemora indicação da série 'Aldo' ao Emmy Internacional

por Milena Pacheco 27 de Setembro de 2018 às 17:59
categoria: Cinema

"O sonho de ser visto por muitos pelo mundo continua", declarou o ator.O Brasil está se destacando cada vez mais nas premiações internacionais!

Na manhã desta quinta-feira, 27, foi anunciada a lista completa dos indicados ao prêmio Emmy Internacional 2018 que acontecerá no dia 19 de Novembro deste ano em Nova York, e o Brasil apareceu nessa lista com a série, Aldo - Mais Forte Que O Mundo, sendo indicada para a categoria Filmes Para a TV e Minisséries.

Nas redes sociais, José Loreto, protagonista da trama, comemorou a indicação e relembrou seu começo de carreira. "2002: Fiz minha primeira peça na escola e decidi que queria ser ator. 2004: Consegui convencer meus pais que eu queria estudar teatro e larguei a faculdade de economia. 2014: Ganhei minha primeira oportunidade no cinema e como protagonista, dedicação total ao personagem dos sonhos, José Aldo. 2015: Rodamos o filme com o talento do diretor, Afonso Poyart, e de toda equipe querendo fazer o melhor, mais forte que o mundo. 2016: O filme passou nas telonas, sucesso de crítica porém não tanto de público. 2017: O filme virou série e muita gente assistiu e amou. 2018 exatamente hoje: Estamos concorrendo ao EMMY e o sonho de ser visto por muitos pelo mundo continua. 2018 dia 19 de novembro: partiu Nova York, Rede Globo??? Um brinde a arte... do teatro, para o cinema, que foi para tv e que se eternizou!", escreveu o ator.

A série está concorrendo contra a trama japonesa, Kurara: The Dazzling Life of Hokusai's Daughter, do longa do Reino Unido, Man in an Orange Shirt, e da produção alemã, Toter Winkel. (Com informações Caras/Foto: Globo/Divulgação)