| Última edição: 16/02/21 - 22:26

Home Notícias Esporte Colômbia veta seleção de basquete do Brasil no país devido à Covid-19

Colômbia veta seleção de basquete do Brasil no país devido à Covid-19

Compartilhe:

De acordo com informações da CBB, o Ministério da Saúde local proibiu a ida dos brasileiros devido à “variante no Brasil” do vírus

Foto: Ricardo Ribeiro/Divulgação


A Seleção Brasileira masculina de basquete não irá jogar a última janela das Eliminatórias da AmeriCup 2022, na Colômbia. De acordo com a Confederação Brasileira de Basketball (CBB), o país vizinho vetou a entrada dos brasileiros devido à situação da pandemia de Covid-19 com a “variante no Brasil” do vírus.

O Brasil enfrentaria Panamá e Paraguai nos dias 21 e 22 de fevereiro, na última janela das Eliminatórias da AmeriCup 2022, mas ficará de fora. Conforme a nota oficial divulgada pela CBB, o aviso foi feito em cima da hora.

“No último dia 12 de fevereiro, sexta-feira, o Ministério da Saúde colombiano enviou carta para a Federação Colombiana de Basquete, proibindo a entrada da delegação brasileira no país. Através da Federação Internacional de Basquete (FIBA), foi tentada a liberação em caráter de exceção para que o Brasil participasse dos jogos, porém, não houve mudança”, diz o documento da CBB.

No comunicado colombiano, o Diretor do Departamento de Epidemiologia da Colômbia, Sr. Julián Niño, explicou a decisão: “Em 2021, expedimos a resolução 080, de medidas preventivas e de controle sanitário de passageiros provenientes do Brasil por conta do novo coronavírus. Considerando a situação da pandemia atual e a emergência de uma variante no Brasil com um comportamento clínico e epidemiológico diferente, e para salvaguardar o direito à saúde, não poderão ingressar no país.”

A CBB informou ainda que o técnico da Seleção Brasileira, Aleksandar Petrovic, já estava em deslocamento quando a entidade foi comunicada sobre o veto aos brasileiros. O croata, no entanto, chegou à Cáli na segunda-feira (15/2), saindo de Zagreb, na Croácia, sem qualquer restrição, e retornará para o seu país de origem. (Fonte: Metrópoles)