asdasdasdasd

Beach Park é reaberto, e brinquedo segue interditado após acidente com um turista morto

por Gabriela Canário 18 de Julho de 2018 às 13:35
categoria: Cotidiano

O Beach Park reabriu nesta quarta-feira (18) após o acidente com o brinquedo "Vainkará", que causou a morte do radialista Ricardo José Hilário da Silva, de 43 anos, turista de São Paulo. Apesar do reabertura, o toboágua onde ocorreu o acidente, que foi inaugurado no fim de semana, permanece interditado.

O acidente ocorreu na tarde de segunda-feira (16). Ricardo Hill, como o radialista era conhecido, estava com as outras três pessoas no brinquedo. Após fazer uma curva na última inclinação do brinquedo, a boia com os quatro subiu mais alto que o normal e, na volta, Ricardo caiu batendo a cabeça na superfície do toboágua.

A atração passou por uma perícia técnica da Polícia Civil e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) nesta terça-feira. As investigações são conduzidas pela Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur).

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o laudo da perícia deverá ser concluído em até um mês. O resultado pode ser prorrogado por mais 30 dias devido à perícia complementar.

Sobre o Vainkará, a empresa informou que a atração levou dois anos e meio para ser desenvolvida e instalada no parque. Conforme o Beach Park, a empresa canadense ProSlide, fornecedora e desenvolvedora de atrações para parques aquáticos, "realizou inúmeras descidas testes com uma equipe especializada enviada ao Brasil e autorizou o início da operação do equipamento".

"O Beach Park reforçou que possui alvará de funcionamento e que são realizados testes em todas as atrações antes de inaugurarem oficialmente", acrescentou a empresa.

G1


Petrolina 123 anos: Desfile cívico destacará a história e monumentos da cidade

por Gabriela Canário 17 de Julho de 2018 às 16:33
categoria: Cotidiano

No dia 21 de Setembro, Petrolina completará 123 de emancipação política. E uma das atividades em comemoração à data será o desfile cívico, que este ano trará como tema: “Petrolina Monumental – Pertencer é uma Arte”. A escolha da temática aconteceu durante encontro realizado pelo conselho da Secretaria de Educação (Sedu) e submetido à avaliação da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte (Secult), parceira na organização do evento.  

 A intenção, segundo o seu idealizador, o jornalista e professor de história Jota Menezes, é narrar, por meio das representações culturais e do sentimento de pertencimento, as identidades, os monumentos da cidade, os acontecimentos que marcaram a história e a memória de Petrolina. “Falar dos monumentos é referir-se, principalmente, ao aspecto da criação, do inventar e reinventar-se, da disposição de construir, de inovar, de quebrar paradigmas, de ousar e mudar perspectivas e padrões. Os monumentos de Petrolina são um exemplo desse eterno refazer. Eles expressam o passado, o futuro e repousam sua magnitude no presente para que não esqueçamos de quem fomos e do que podemos ser”, explica.

A proposta inicial conta com 15 alas que devem retratar a história da nossa cidade através dos monumentos, além dos carros alegóricos e a participação de escolas municipais, estaduais e particulares. A expectativa, segundo a organização, é colocar mais de 3.500 pessoas, entre alunos e membros da sociedade civil no ato cívico.  

Nas próximas semanas, a equipe deve voltar a se reunir para definição e organização de detalhes, como data e horário, infraestrutura, logística e segurança.


Prefeitura de Petrolina intensifica limpeza de bueiros e canais para evitar alagamentos

por Gabriela Canário 17 de Julho de 2018 às 16:32
categoria: Cotidiano

Equipes da Prefeitura de Petrolina realizam uma grande operação de limpeza de bueiros e canais na cidade. Desde a semana passada, o trabalho ocorre nos bairros São Gonçalo e Cohab Massangano. A ação foi intensificada com objetivo de prevenir alagamentos quando voltar a chover na região. As ações são executadas pela Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA).

Com o auxílio de uma escavadeira hidráulica, uma retroescavadeira, uma pá mecânica e quatro caminhões caçamba, uma equipe de dez pessoas trabalha na retirada de resíduos dos bueiros e canais, a exemplo de mato, lixo, entulho e até restos de móveis usados. Esta semana, o trabalho segue pelo São Gonçalo, passando pelo Antônio Cassimiro, Vale do Grande Rio e Ouro Preto. Além disso, também está sendo limpo o canal da Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, nas imediações do shopping. A expectativa é que o serviço beneficie todos os drenos e canais da cidade.  



Segundo o secretário da SEINFRA, Fred Machado, a limpeza irá melhorar o aspecto visual das comunidades e manter o ambiente mais limpo. “O processo de limpeza ajuda a evitar possíveis alagamentos durante no período chuvoso, que normalmente vai do fim de novembro até abril. Além disso, este trabalho contribui para combater a proliferação de mosquitos e animais que podem trazer doenças às pessoas que moram próximas dos canais e bueiros”, disse o secretário.


Casa Bolsa segue com atendimento suspenso devido à instabilidade no sistema da Caixa Econômica

por Gabriela Canário 17 de Julho de 2018 às 16:30
categoria: Cotidiano

Um alerta aos beneficiários de programas sociais que necessitam de algum atendimento na Casa Bolsa de Petrolina: devido à instabilidade no sistema eletrônico da Caixa Econômica Federal, o atendimento segue suspenso na cidade por prazo indeterminado.

Segundo a diretora da Casa Bolsa, Gláucia Andrade, o município tem cobrado, constantemente,  uma resolução do problema junto à Caixa Econômica e ao Ministério do Desenvolvimento Social. Contudo, as instituições federais aconselham apenas o monitoramento do sistema, o que está sendo seguido pela coordenação da Casa Bolsa.

Em comunicado oficial, o Ministério do Desenvolvimento Social prorrogou o prazo de atualização cadastral do dia 13 para o dia 18 de julho para evitar o cancelamento dos benefícios.  

Qualquer esclarecimento sobre o assunto, pode feito através do telefone da Casa Bolsa: (87) 3863-6871. A unidade fica localizada na Avenida Dr. Fernando Góes, no Centro de Petrolina.  O equipamento atende cerca de 230 pessoas ao dia e funciona de segunda a sexta-feira das 7h às 18h e aos sábados das 7h às 13.


Polícia Federal faz operação contra roubos de carga em PE e mais cinco estados

por Gabriela Canário 17 de Julho de 2018 às 08:51
categoria: Cotidiano

A Polícia Federal realiza nesta terça-feira (17) uma operação contra contra de roubos de carga em Alagoas e mais cinco estados. A operação denominada Transbordo cumpre 173 mandados judiciais expedidos pela 17ª Vara Criminal de Maceió. Estima-se que a organização criminosa tenha causado um prejuízo superior a R$ 8,6 milhões, só em relação a roubo de cargas e caminhões.

A operação ocorre em Maceió, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará e Pernambuco.

No total, estão sendo cumpridos 106 mandados de busca e apreensão:


  • 47 em São Paulo

  • 36 na Bahia

  • 18 em Alagoas

  • 2 no Rio de Janeiro

  • 1 em Pernambuco

  • 1 no Ceará

Estão sendo cumpridos também 64 mandados de prisão:


  • 32 em São Paulo

  • 25 na Bahia

  • 11 em Alagoas

  • 2 no Rio de Janeiro

  • 1 em Pernambuco

  • 1 no Ceará

Além de três mandados de interdição de empresas envolvidas em receptação de mercadorias roubadas na cidade de São Miguel dos Campos, Litoral Sul de Alagoas.

Segundo a PF, a operação visa desarticular uma organização criminosa envolvida em crimes de furto e receptação de cargas e caminhões em diversos estados do Nordeste e Sudeste, valendo-se de falsas comunicações de crimes de roubo, além de adulteração de veículos, golpes em seguradoras e outros delitos.

A organização criminosa contava com a participação dos motoristas dos caminhões, que simulavam terem sido sequestrados por assaltantes, enquanto outros integrantes realizavam a desativação dos dispositivos de segurança do caminhão e a subtração da carga, sendo que ao final o motorista comparecia em um órgão policial para realizar falsa comunicação de crime.

A investigação foi realizada pela Superintendência da Polícia Federal em Alagoas, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal durante as investigações.

G1


Nova concepção do Mercado do Produtor é debatida em seminário da Fenagri 2018

por Gabriela Canário 16 de Julho de 2018 às 09:24
categoria: Cotidiano

O Mercado do Produtor de Juazeiro - BA foi um dos temas dominantes no terceiro dia da 27ª Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri), que vem movimentando o município desde a última quarta-feira (11). A modernização e ampliação deste que é considerado o quinto maior entreposto comercial do Norte/Nordeste, marcou a programação do seminário ‘Projetos de Infraestrutura – Entrepostos de Abastecimento’, realizado nas dependências do Centro de Excelência em Fruticultura do Senar.

De acordo com Voldi Silva Alves, assessor de Planejamento e Parcerias Estratégicas do município e um dos coordenadores da feira, uma das propostas do seminário foi discutir um novo modelo para o entreposto de Juazeiro. “Até o final do ano apresentaremos uma nova planta, baseada nas PPPs”, garantiu.

Durante toda a tarde, cinco palestrantes convidados apresentaram ainda temas como o panorama dos entrepostos comerciais no Brasil, estudos de qualidade por região e potenciais de mercado.

A mestre em Direito Público e professora da Escuela de Organizacion Industrial (EOI) de Madri, Flávia Accioly, iniciou o ciclo de palestras falando sobre as PPPs e Concessões com propostas para ampliar a aplicação aos estados e municípios. Depois foi a vez de Altivo Roberto Cunha, engenheiro agrônomo e doutor em Economia, que trouxe o tema ‘Mercados de 4ª Geração’.

O diretor presidente do Grupo JAP e da Brazilfruit, James Andrade, mostrou a experiência de gestão privada vivenciada em Teresina com a nova Ceasa da capital do Piauí.  E na sequência, o presidente da Brastece, Waldir Lemos, encerrou o seminário falando sobre o futuro das Ceasas no Brasil.

Sábado (14)

Apresentando uma grade técnico científica e com exposição de produtos e tecnologias, a Fenagri 2018 continua neste sábado (14). A partir das 8h, no Juá Garden Shopping, será ministrado o minicurso ‘Manejo de captação de águas de chuva’ e no período da tarde, a palestra ‘Terra e Territorialidade’. Durante o dia e a noite, expositores do Vale do São Francisco e do país apresentam o que tem de novidade no segmento agrícola.

A Grade

Considerada a maior feira do setor na América Latina, a Fenagri acontece no Juá Garden, no Centro de Excelência em Fruticultura do SENAR e na UNEB. Fóruns, minicursos, seminários, palestras, visitas técnicas, feiras de negócios e da agricultura familiar fazem parte da programação. Segundo a prefeitura até a noite deste sábado 40 mil pessoas devem passar pelo evento, que este ano estima superar o movimento de R$ 5 milhões em negócios alcançados na edição anterior.


Trânsito é alterado para realização do Moto Chico no Parque Josepha Coelho

por Gabriela Canário 13 de Julho de 2018 às 08:33
categoria: Cotidiano

Os motoristas que trafegam pelas proximidades do Parque Municipal Josepha Coelho, em Petrolina, devem ficar atentos às modificações de trânsito devido à realização da 19ª edição do Moto Chico. O encontro de motociclistas começou na quinta-feira (12) e segue até o domingo (15).

Para garantir a segurança de pedestres neste período, a Autarquia Municipal de Mobilidade (Ammpla) fará bloqueios em pontos estratégicos: no acesso à Rua Josemar Batista da Silva e também na Avenida Darci Ribeiro.  Os motoristas que vierem pela rua Irmã Maria A. Souza, no sentido da Avenida Josemar Batista da Silva, deverão entrar na rua Adelina Santana (à esquerda).

Para evitar transtornos nestes locais, agentes de trânsito da Ammpla também estarão atuando e orientando os condutores sobre as mudanças nas vias.


Petrolina reúne especialistas para discutir mobilidade

por Gabriela Canário 13 de Julho de 2018 às 08:30
categoria: Cotidiano

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Vale do São Francisco – Setranvasf promove neste mês de julho o encontro “Petrolina, Mobilidade e Cidadania Urbana”. O objetivo é discutir vários assuntos relacionados à mobilidade do município, que apesar de ostentar uma das melhores tecnologias embarcadas no sistema de transporte público – o MobiPetrolina -, ainda não tem o seu plano de mobilidade (Planmob) implementado. O evento irá acontecer no próximo dia 25 de julho, no Nobile Hotel, das 8h às 12h30.

O encontro irá contar com palestra de Francisco Cunha (consultor da TGI, autor do livro Calçada - o Primeiro Degrau da Cidadania), Félix Araújo Neto (superintendente de transporte de Campina Grande), e de Cristiano Roberto, Coordenador de Operações do Norte e Nordeste da Cittati Tecnologia em Desenvolvimento. Um dos temas abordados será a tecnologia para o transporte público, ressaltando a importância de soluções para o cliente através de celulares e tablets, que garantem mais segurança e velocidade. 

Petrolina está entre as melhores cidades do país em termos de tecnologia embarcada. Há bilhetagem eletrônica, gratuidade controlada por biometria facial, vídeo-monitoramento e controle total da frota por GPS. Além disso, o usuário tem à sua disposição um aplicativo com os horários dos ônibus, podendo planejar melhor as suas viagens.  O sistema MobiPetrolina possui uma rede de vendas com mais de 50 postos de recargas, com aplicativo de venda por cartão de crédito. As empresas podem comprar vale-transporte pela internet e os estudantes também têm a opção de  fazer o seu recadastramento de forma online.

Poucos sabem, mas Petrolina tem uma das melhores malhas de ciclovia do Nordeste, mas é mal utilizada, com uma localização deficiente das estações de bicicletas e uma falta de integração aos demais modais de transporte. Felix Araújo irá falar do exemplo de Campina Grande, cidade que possui muitas similaridades com Petrolina. Ambas têm importância econômica nos seus estados e não são capitais. Segundo a gestora do Setranvasf, Flávia Cavalcanti, Campina Grande avançou bastante no que diz respeito ao transporte coletivo, pois houve um forte investimento em planejamento urbano, pavimentação e priorização do transporte coletivo.

Flavia explica que melhorar o transporte coletivo não se resume a comprar ônibus novos, mas a dar ênfase a todo um planejamento urbano. Ela conta que hoje, um dos grandes problemas do serviço em Petrolina é a falta de investimento na infraestrutura viária e no mobiliário urbano. Uma considerável parte dos itinerários dos ônibus se dá em estradas de terra, que podem causar acidentes ou incômodos aos usuários e, ainda, danificar os veículos. “É fundamental que o município priorize a utilização do transporte público, com a adoção de faixas exclusivas, melhorias nas calçadas, nos abrigos e estruturas dos terminais”, exemplifica a gestora.

A acessibilidade também será debatida. O Sistema MobiPetrolina está preparado para receber usuários com mobilidade reduzida, mas as calçadas estão danificadas, impedindo que os cadeirantes cheguem aos pontos de ônibus. Existe um outro item sensível nas discussões. Não se pode pensar apenas em Petrolina, mas em todo o Vale do São Francisco, que é composto em cidades que se complementam. “Há pessoas que trabalham ou estudam em Petrolina e moram em Juazeiro. O contrário também acontece e, por isso, é inviável que o usuário precise ter mais de um cartão de acesso aos coletivos”, conta Flávia, ressaltando a necessidade de diminuir a burocracia para facilitar a vida do usuário.


Prefeitura prepara final de semana com vasta programação no aniversário de Juazeiro

por Gabriela Canário 12 de Julho de 2018 às 08:50
categoria: Cotidiano

Juazeiro vai comemorar 140 anos e a Prefeitura Municipal de Juazeiro preparou uma super programação para o final de semana. Nos dias 14 e 15 de julho, sábado e domingo haverá shows, contação de história no marco zero e festival de fanfarras.

No sábado dia 14, a festa começa às 21h na Orla, com shows de André Mendes, Lenno e Gabriel Diniz. No domingo 15, às 07h30 haverá hasteamento da bandeira e contação de história com Bebela, no marco zero da cidade (Bairro São Geraldo). Às 08h30 na Avenida Flaviano Guimarães, acontece o II Festival de Fanfarras. E a partir das 17h, na Orla, Mateus Torres, Banda A Loba e uma atração surpresa irão animar o público presente. 



“Queremos convidar toda a população para prestigiar nossa programação do final de semana. Além dos shows no sábado e no domingo, esse ano faremos o hasteamento da bandeira de forma diferente, direto do local onde a nossa cidade começou, embaixo do pé de Juazeiro, e com a Professora Bebela contando como tudo começou. Teremos também as 10 fanfarras a se apresentarem no domingo, que recebem placas por participação, certificados e um kit de baquetas e marretas para seus instrumentos. Esperamos contar com a presença de todos”, conclui o Secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Sérgio Fernandes.


Greve dos caminhoneiros derruba produção da indústria da Bahia em 15%

por Gabriela Canário 12 de Julho de 2018 às 07:23
categoria: Cotidiano

A indústria baiana sofreu com a greve dos caminhoneiros. Dados divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira (11) apontam que o setor teve um recuo de 15% entre os meses de abril e maio, período em que aconteceu a paralisação. O recuo foi o terceiro maior do país, de acordo com o instituto.

À frente da Bahia, ficam apenas os estados do Mato Grosso (-24,1%) e do Paraná (-18,4%). O estado de Santa Catarina também apresentou recuo de 15%. 

De acordo com o IBGE, o resultado de abril/maio foi o terceiro pior para a indústria baiana, na comparação com o ajuste sazonal, da história da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) do IBGE desde 2002. 

Comparando com maio de 2017, a produção industrial também teve uma forte queda (-13,7%), a terceira mais intensa dentre as áreas e pouco mais que o dobro da média nacional (-6,6%). Além da greve dos caminhoneiros, o IBGE também atribui a queda ao efeito-calendário, "já que maio de 2018 (21 dias) teve um dia útil a menos do que maio de 2017 (22)".

No acumulado de janeiro a maio de 2018, a produção industrial baiana voltou a ficar negativa (-1,3%), enquanto a média nacional se manteve positiva (2%). Nove áreas também apresentaram variação positiva no acumulado no ano, com destaque para o Amazonas (17,9%).

No entanto, no acumulado nos 12 meses encerrados em maio, a produção industrial baiana ainda se mantém com variação positiva (0,2%), mas perdeu ritmo de crescimento em relação a abril (1,5%) e ficou bem abaixo da média nacional (3%).

Veículos

Na indústria, o setor que teve maior impacto foi de fabricação de veículos, com recuo de -33,7%. A produção inclui veículos automotores, reboques e carrocerias. Segundo o IBGE, essa foi a primeira queda da atividade desde julho de 2017, quando esteve entre as principais influências positivas da indústria baiana. 

O setor de celulose foi o segundo com maior impacto, que registrou queda de 19%. Já a fabricação de produtos alimentícios ficou em terceiro lugar no recuo, com -15,8%. Os destaques negativos são a farinha de trigo, de cacau ou chocolate em pó sem açúcar ou edulcorantes; e de açúcar cristal.

Correio 24 Horas