asdasdasdasd

App que dá desconto em multa será lançado em Petrolina

por Redação Nossa Voz 20 de Outubro de 2017 às 17:48
categoria: Cotidiano

A Autarquia Municipal de Mobilidade (Ammpla) de Petrolina vai lançar, nesta segunda-feira (23), o aplicativo criado para comunicar diretamente infrações a motoristas, que permitirá um desconto de 40% no valor da multa. A ferramenta será apresentada pelos órgãos de trânsito da cidade e pelo prefeito Miguel Coelho, às 10h, no auditório do Igeprev. Petrolina é a primeira cidade do Estado à aderir ao Sistema.

Para conseguir esse desconto, porém, é necessário baixar o aplicativo Sistema de Notificação Eletrônica (SNE), do Denatran (Android e iOS). Após baixar o aplicativo é necessário preencher um cadastro (CPF, registro da CNH, Placa do veículo, Renavam, e-mail, senha e código de segurança).

O cadastro no SNE permite o recebimento, em tempo real, de infrações aplicadas pelos órgãos que aderiram ao sistema. Além disso, é possível consultar detalhes de cada multa e baixar formulário de indicação do motorista responsabilizado pela infração. "Com o SNE, os órgãos reduzem o custo de envio e aceleram o processo de entrega das notificações, estabelecendo uma comunicação mais eficiente com o cidadão, sem a necessidade de impressão de notificações", explicou Geraldo Miranda, diretor-presidente da Ammpla.

Serviço:

Lançamento do aplicativo Sistema de Notificação Eletrônica

Local: Auditório Igeprev

Data: segunda-feira (23)

Hora: 10h 


Celpe realiza ações preventivas em Petrolina para evitar ocorrências provocadas pelo calor

por Redação Nossa Voz 20 de Outubro de 2017 às 08:47
categoria: Cotidiano

Antecipando-se à chegada do verão, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), está concluindo ações de manutenção e melhoria da rede elétrica no município de Petrolina. Com a alta das temperaturas, os clientes passam a utilizar equipamentos de refrigeração na potência máxima, especialmente aparelhos de ar condicionado e refrigeradores, exigindo maior disponibilidade de cargas. Para atender a essa demanda e identificar eventuais sobrecargas, a Celpe tem realizado medição, inspeções e monitoramento, e promovido a troca e a modernização de equipamentos.

O sistema de distribuição que supre o município e área rural foi reforçado com a substituição de mais de sete quilômetros de cabos convencionais da rede de média tensão por cabos protegidos, além da modificação de outros 22 quilômetros da rede de baixa tensão comum por isolada. Foram também substituídos mais de 280 transformadores no entorno da cidade.

“As ações visam assegurar a continuidade do fornecimento aos moradores”, acentuou o Gestor da Celpe em Petrolina, José Eduardo Albuquerque. “A iniciativa também tem o objetivo de conferir mais qualidade e confiabilidade ao sistema que atende ao município”, observou.

Entre as intervenções executadas em caráter preventivo, mais de 25 mil podas foram realizadas para evitar o toque de galhos nos fios elétricos, prevenindo ocorrências ao fornecimento de energia. A Celpe efetuou ainda mais de 50 ações na rede de baixa tensão com aumento da potência instalada dos transformadores e reforço na rede, visando operações de melhoria da qualidade da tensão fornecida.Outras 30 ações estão sendo programadas para as próximas semanas.

Segundo José Eduardo, está sendo cumprido um plano de ações que reforcem o sistema de distribuição. “A operação está focada principalmente na preparação para o período de alto consumo de energia, e devemos concluí-la ao longo das próximas semanas”, observou.

As intervenções estão sendo executadas por equipes especializadas, evitando assim, necessidade de suspensão do fornecimento de energia durante as ações.

Sobre a Celpe

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa do Grupo Neoenergia, distribui energia elétrica para os 184 municípios de Pernambuco e para a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. Também é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica no Arquipélago de Fernando de Noronha. Sua área de concessão é de 98,5 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 3,6 milhões de clientes (9,4 milhões de habitantes).


Governador Paulo Câmara recebe embaixadores para discutir parcerias com África e Arábia

por Redação Nossa Voz 20 de Outubro de 2017 às 08:41
categoria: Cotidiano

Visando oportunidades de integração, parceria e de fortalecimento das relações comerciais entre Pernambuco, África e Arábia, o governador Paulo Câmara apresentou, nesta quinta-feira (19.10), no Palácio do Campo das Princesas, as potencialidades econômicas do Estado a 35 representantes dos países árabe-africanos. Setores como serviços, turismo, educação e as áreas portuárias e aeroportuárias foram debatidos entre o chefe do Executivo estadual e a comitiva, que está, até amanhã, em missão comercial no Estado - iniciativa organizada pelo Governo de Pernambuco, Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e pelo Itamaraty.

“Pernambuco foi o primeiro estado a receber uma delegação tão grande como essa, e isso nos dá a oportunidade de fazer uma integração com os povos árabes e africanos. Mostramos nossos potenciais em áreas como a de serviços, como os pólos de informática e médico, e o que estamos fazendo na área de gestão, educação e turismo. Então, com certeza, a partir dessa visita, sairão protocolos e parcerias, pois queremos, cada vez mais, estreitar as relações comerciais com o povo árabe e com o africano”, afirmou o governador Paulo Câmara.

Com relação à visita que os embaixadores farão, nesta sexta-feira (20.10), ao Porto de Suape e ao Estaleiro Atlântico Sul, o chefe do Executivo estadual ressaltou que será uma oportunidade importante para que os representantes conheçam a forma de Pernambuco fazer negócios. “Eles vão conhecer os estaleiros, o que pode gerar negócios, como compra de navios. Ao mesmo tempo, vão conhecer Suape, que é uma grande porta de entrada para quem quer vender e comprar mercadorias em Pernambuco”, acrescentou.

Embaixador do Estado da Palestina e Decano do Conselho dos Embaixadores Árabes, Ibrahim Alzeben afirmou que, diante do que foi explanado pelo governador Paulo Câmara, saiu da reunião com expectativas positivas, tendo encontrado bastante pontos de interesse em Pernambuco. “A vinda a Pernambuco pode render bons frutos. Esse Estado tem muitas potencialidades, seja no agronegócio, na tecnologia e, fundamentalmente, no transporte marítimo, porque Recife (Pernambuco) é o ponto mais próximo à África e ao mundo Árabe”, destacou Ibrahim.

De acordo com o presidente da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Rubens Hannun, a movimentação comercial entre Brasil e Arábia está por volta de US$ 450 milhões por ano. “O potencial de crescimento entre esses países é muito alto, mas não dá para calcular quanto de imediato porque esse estreitamento de relacionamento vai aumentando os negócios, a médio e longo prazo”, explicou, destacando que, após o encontro, os laços comerciais com os países árabe-africanos deverão crescer bastante. “Nós já começamos a ver, inclusive, alguns acordos para intercâmbio de alunos e de universitários, o que aumenta a relação comercial entre as partes”, completou.

Assim como o representante da Palestina, o embaixador da Angola, Nelson Manuel Cosme, destacou que a escolha para que Pernambuco fosse o primeiro estado a ser visitado por toda a delegação foi muito feliz e registrou que o encontro foi “extremamente produtivo” e que dará resultados muito bons. “Valeu a pena visitarmos Pernambuco porque encontramos janelas de oportunidades e setores que podem, realmente, ter valor agregado na cooperação com a África e com os Países Árabes”, afirmou.

Entre as áreas que mais chamaram a atenção do representante africano está a educação. O destaque se deu após a explanação do governador Paulo Câmara sobre o desenvolvimento do setor no Estado ao longo de um trabalho de dez anos, resultando na melhor educação pública do Brasil, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). “Para nós, foi importante saber que vocês têm um sistema educacional de referência. Então, nós gostaríamos de partilhar, de ver como é que Pernambuco conheceu esse milagre, saindo das últimas colocações para primeiro lugar e com níveis equiparados entre o setor público e o setor privado”, ressaltou o embaixador da Angola.

Também estiveram presentes os secretários Antonio Carlos Figueira (Assessoria Especial) e Márcio Stefanni (Planejamento e Gestão); e o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira.


Prefeitura retira ambulantes instalados em locais de risco no centro de Petrolina

por Redação Nossa Voz 19 de Outubro de 2017 às 16:49
categoria: Cotidiano

A Prefeitura de Petrolina fez uma nova investida no combate ao comércio informal clandestino no centro da cidade. A iniciativa integra um conjunto de ações que Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS) está desenvolvendo a fim de garantir a melhor circulação de pessoas e o tráfego de veículos, melhorando a mobilidade urbana da centro comercial. Com este objetivo, equipes da Diretoria de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas, com o apoio da Guarda Civil Municipal, retirou seis ambulantes da esquina da rua das Laranjeiras com a rua Dom Vital, nas proximidades do Mercado do Turista, entre os últimos dias 17 e 18 de outubro. Eles já haviam sido notificados anteriormente sobre as irregularidades, mas insistiram em permanecer no local. Ao todo, foram apreendidos 12 caixas plásticas, quatro carrinhos carregados de frutas e verduras, além de cerca de 50 pacotes de feijão. Como não é possível certificar a origem e a qualidade dos alimentos eles devem ser incinerados ou destinados para consumo animal.

A ideia, de acordo com o secretário-executivo de Segurança Pública, José Silvestre, é coibir uma prática considerada comum por muita gente, mas que traz sérios riscos à população. “Infelizmente, não dá pra permitir que os ambulantes se concentrem em qualquer lugar, sem um estudo adequado, que possa garantir segurança para eles e para quem anda pelo centro da cidade. Onde o pessoal insiste em ficar, além de um local de intensa movimentação de pessoas, ainda possui grande circulação de veículos, incluindo os ônibus que integram a frota do transporte público. Como não possuem qualquer tipo de autorização, não dá pra ter certeza da origem dos alimentos comercializados, muito menos garantir as condições mínimas de higiene durante o manuseio dos produtos, que ficavam expostos ao sol e acomodados em carrinhos de ferro visivelmente enferrujados”, destaca Silvestre. 

Esta não foi a primeira vez que ambulantes foram autuados e tiveram suas mercadorias apreendidas. Desde março deste ano que a Prefeitura de Petrolina está com efetivo nas ruas atuando na fiscalização contínua de atividades comerciais clandestinas. As pessoas que manifestam interesse em obter autorização para atuar no comércio de rua na cidade está sendo cadastrado para que a SEDURBS possa avaliar o melhor local para cada atividade e emitir, de acordo com a disponibilidade de vagas por área, a devida autorização.


Deputado Guilherme Coelho participa do Circuito Agro BB em Petrolina

por Redação Nossa Voz 18 de Outubro de 2017 às 08:45
categoria: Cotidiano

Através da sugestão do Deputado Federal Guilherme Coelho, o Banco do Brasil está realizando o  “Circuito Agro BB”, evento que tem como objetivo Central detalhar o panorama do agronegócio familiar e empresarial no Vale do São Francisco. Em Petrolina o evento ocorre na próxima sexta-feira (20/10), a partir das 7h30, no Hotel Nobile Suítes Del Rio, localizado na Orla da cidade. 

O Deputado fez o convite ao Vice-presidente de agronegócios do BB, Tarsício Hübner, que tem presença confirmada. Além dele, o Superintendente Estadual do Banco em Pernambuco, Nassib Lomes, e o Superintendente regional em Petrolina, Eliézio Vasconcelos, e vários representantes do seguimento também participam do Circuito.

De acordo com o Superintendente Eliézio, entre as pautas de discussão estão a situação atual do agronegócio, as ameaças e as possibilidades de incremento do crédito rural para custeio, investimento e comercialização da produção agrícola. “A fruticultura irrigada estará em destaque como principal atividade econômica da região”, adiantou.

Para o Deputado Guilherme Coelho, a hora é de unir forças em prol do agronegócio. “Seja para incentivar o acesso ao crédito rural, ao financiamento de dívidas ou avaliar o futuro do agronegócio, este é o momento de todos os atores entrarem em campo para fortalecer esta atividade que sempre garantiu emprego, renda e prosperidade a região”, avaliou o deputado. 

O evento é destinado principalmente a produtores rurais. A entrada é gratuita e exige apenas inscrição prévia, através do telefone (87) 3035 9122 ou e-mail gerev.petrolina.pe@bb.com.br. As vagas são limitadas.


'Se houver mudança na lei, mulheres serão prejudicadas', diz Maria da Penha

por Redação Nossa Voz 17 de Outubro de 2017 às 19:01
categoria: Cotidiano

A farmacêutica Maria da Penha, 71 anos, que dá nome à lei de combate à violência doméstica, disse que no início viu com bons olhos o projeto que busca mudar o texto da legislação. Depois, ao se inteirar, afirmou que se preocupa com a mudança "inconstitucional" e pede que o presidente Michel Temer (PMDB) vete parcialmente o projeto. Entidades do judiciário e de direitos humanos também pediram o veto.

O Senado aprovou, na última terça-feira (10), o projeto que altera a Lei Maria da Penha ao permitir que delegados concedam medidas protetivas de urgência a vítimas da violência doméstica. Atualmente, apenas os juízes podem definir as medidas.

“Eu me inteirei de que não pode haver confronto entre os poderes. E a questão da proteção tem que ser dada pelo poder judiciário. Então, eu estou realmente interessada de que essa polêmica seja resolvida, que o poder judiciário assuma seu papel, porque se houver uma mudança, com certeza vai prejudicar muitas mulheres. A lei vai ficar muito fragilizada”, disse.

Para Maria da Penha, pode haver o enfraquecimento da lei porque a defesa do autor do crime pode alegar inconstitucionalidade, por exemplo.

“Pode ser colocado pelo advogado que é inconstitucional aquela conduta. Porque a conduta é especifica do poder judiciário e é a polícia que está determinando essa punição”, afirma.

Maria da Penha defende que a aplicabilidade da lei seja aprimorada, não o texto. “Até hoje, tem tanta coisa para ser feita e eles estão pegando em um item que pode fragilizar a lei. Vamos dizer o seguinte: por que todos os municípios brasileiros não colocam políticas públicas para atender a mulher? Hoje, em dia, todas as capitais brasileiras têm seu centro de referência, a casa abrigo, a delegacia da mulher e o juizado, que são os alicerces de aplicação da lei. Mas os municípios próximos das capitais não têm ao menos o centro de referência da mulher”, exemplifica.

Ela, que esperou 19 anos e seis meses para ver seu agressor punido, quer investigações mais completas e rápidas e celeridade da Justiça.

“A gente quer é que a segurança pública consiga fazer os relatórios e boletins de ocorrência com mais rapidez para quando chegar ao juiz ele já esteja bem embasado. A polícia conseguiu enviar o relatório sobre o caso. Tempo para se dedicar à investigação. A polícia acata a denúncia, mas o inquérito policial não acompanha essa rapidez. É necessário que isso aconteça para dar condições que todas as etapas da Lei da Maria da Penha sejam cumpridas”, afirma.

“Se houver necessidade de mudança, que seja feita através das ONGs que criaram a lei. Junto com o poder judiciário, junto com juizado, com um consenso em geral, para que a lei não enfraqueça e nem seja considerada inconstitucional. Quando a lei foi sancionada, sugeriu-se a hipótese de que era inconstitucional dizendo que homem e mulher eram iguais perante a lei. Até hoje, sabemos que quando a mulher é recebida por homens, as mulheres são debochadas, são aconselhadas a não denunciar porque existe o machismo interferindo nessa situação”, completa.

Mudanças sugeridas no projeto

Segundo o projeto, a medida concedida pelo delegado só será admitida em caso de risco real ou iminente à vida ou à integridade física e psicológica da mulher e de seus dependentes. A proposta prevê ainda o direito a atendimento policial especializado e ininterrupto, realizado preferencialmente por profissionais do sexo feminino.

O deputado Sergio Vidigal (PDT-ES), autor do texto, diz que o objetivo do projeto é dar agilidade na aplicação das medidas protetivas diante do aumento da violência contra a mulher.

"Há centenas de mulheres que, ao aguardar as medidas protetivas, foram violadas e assassinadas. Não adianta ter lei moderna, ter que ser aplicada", disse.

Para Vidigal, o judiciário é muito lento. O parlamentar lembra que o texto está sendo discutido há mais de um ano e que passou por diversas comissões. "Deveriam [Judiciário] ter interferido antes", disse.

O deputado defende que o delegado está mais perto da vítima e que o juiz pode demorar muito. "Nós queremos reduzir o índice de violência contra a mulher. Que designem um juiz de plantão, então", afirmou.

G1


Mesmo com baixo nível do Rio, travessia das barquinhas seguem com normalidade

por Redação Nossa Voz 17 de Outubro de 2017 às 10:04
categoria: Cotidiano

Desde o último dia 09, começou a valer a diminuição da vazão do Rio São Francisco, no Lago de Sobradinho, na Bahia. É que a Agência Nacional de Águas, a ANA, e o Ibama, autorizaram o teste de redução de 580m³/s para 550m³/s. Essa é a menor vazão da história. Nos últimos meses, com a baixa do rio, algumas navegações que fazem a travessia entre as cidades de Juazeiro, na Bahia, e Petrolina-PE, chegaram a encalhar. Entretanto, o Presidente da Associação de Travessia das Barquinhas, Luiz Raimundo Pereira, disse que a nova redução não deve afetar o transporte de passageiros.

“Nós estamos navegando tranquilos e vamos nos adaptando conforme a vazão”, disse. Segundo ele, já deu para sentir as consequências da vazão, mas que não existe a possibilidade dos transportes serem suspensos. “As navegações não vão parar. Quem não conhece o Rio, fica nervoso. Se [o barco] ficar encalhado, não vai para lugar algum. A gente faz um trajeto desviando das pedras e assim vamos fazendo o nosso trabalho. A navegação entre Juazeiro e Petrolina não vai parar. Se encalhar, a gente encosta outra embarcação e faz a retirada do que encalhou. O Rio vai baixando e a gente acompanha ele”, explicou o presidente. Cerca de 3 mil pessoas usam o serviço diariamente. Neste ano, algumas navegações ficaram encalhadas devido ao nível da água

Em julho deste ano, a prefeitura de Petrolina começou um trabalho de retirada de sedimentos da calha do Rio para viabilizar a navegação das barquinhas, por conta da redução no nível nas águas do Velho Chico. Entretanto, o serviço chegou a ser suspenso por causa de muitas pedras que apareceram. De acordo com Luiz Raimundo, a ação ajudou bastante na continuidade dos serviços prestados pelas barquinhas.

De segunda a sábado, as barquinhas funcionam de 6 da manhã às 19 h, com cinco embarcações. Depois uma barquinha funciona até às 23 h. Aos domingos, funcionam de 6 às 22 h.

Sobre a Vazão

A barragem do Sobradinho está operando com apenas 4% da capacidade, segundo informações da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), responsável pela operação do Sobradinho. Essa é a menor vazão em 37 anos, desde que a usina de Sobradinho começou a operar, em 1979. Em condições normais, a usina hidrelétrica tem vazão mínima de 1.300 m3/s.


Mais de 680 julgamentos de crimes dolosos contra a vida são agendados pelo TJPE

por Redação Nossa Voz 16 de Outubro de 2017 às 17:46
categoria: Cotidiano

Na segunda-feira (16/10), às 8h30, no quinto andar do Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, no Recife, acontece a abertura do esforço concentrado para otimizar a realização de julgamentos relacionados a crimes dolosos contra a vida – homicídios. Até o momento, 685 sessões de tribunais do júri foram agendadas pelas unidades do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) em Comarcas de todo o Estado. A iniciativa é realizada em parceria com o Ministério Público (MPPE), a Defensoria Pública (DPPE), a Procuradoria Geral (PGE) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE) e integra o Mês Nacional do Júri. No Judiciário, o coordenador da ação é o desembargador Alexandre Assunção.

Durante atividade semelhante realizada em novembro do ano passado, dentro da programação do Mês Nacional do Júri, 588 processos relativos a crimes dolosos contra a vida foram julgados pelo TJPE. Na ação, o número de condenações foi de 341, enquanto as absolvições somaram 282. Do total de júris realizados, 47 envolviam casos de violência contra a mulher; 49 foram relativos a crimes praticados dentro ou próximos a bares e casas noturnas; além de três cometidos por policiais. A atuação de magistrados e servidores, no Estado, foi destacada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a instituição, em 2016, o TJ pernambucano foi o órgão judiciário que mais realizou júris durante a mobilização em todo o Brasil.

Em 2017, por solicitação do MPPE e da Defensoria Pública, a pauta de audiências de processos aptos a julgamento durante o Mês Nacional do Júri foi fracionada entre os meses de outubro e dezembro. Desde o último dia 2 até o momento, 104 julgamentos já foram realizados no TJPE. O Mês Nacional do Júri é uma iniciativa dos órgãos integrantes da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp): Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tribunais, Conselho Nacional do Ministério Público e Ministério da Justiça.


Receita Federal paga 5º lote de restituição do Imposto de Renda 2017

por Redação Nossa Voz 16 de Outubro de 2017 às 08:02
categoria: Cotidiano

A Receita Federal paga nesta segunda-feira (16) as consultas ao quinto lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2017. Este lote também inclui restituições residuais de 2008 a 2016.

Acesse aqui a consulta ao 5º lote de restituições do IR 2017

Ao todo, serão pagos R$ 3 bilhões para 2.420.458 contribuintes. Os depósitos serão feitos em 16 de outubro. Segundo a Receita, R$ 99,28 milhões serão liberados para 2.849 contribuintes idosos ou com deficiência física ou mental, que têm prioridade por lei em receber os valores.

Consulta

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve fazer a consulta no site da Receita. A consulta também pode ser feita pelo telefone 146.

A Receita também oferece aplicativos para tablets e smartphones, que permitem a consulta às declarações do Imposto de Renda.

O prazo para envio da declaração de IR 2017 terminou às 23h59 de 28 de abril. A Receita informou ter recebido 28.524.560 de declarações.

Malha fina

No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 771 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2016 devido a inconsistências nas informações prestadas.

Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Veja o passo a passo do extrato do IR

Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora.

Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

G1


Ações da Codevasf levam água a comunidades rurais de Pernambuco

por Redação Nossa Voz 16 de Outubro de 2017 às 07:49
categoria: Cotidiano

Mais de 180 produtores da Associação Comunitária dos Produtores Rurais de Riacho da Quixaba, comunidade localizada a 30 quilômetros do município de Parnamirim, foram beneficiadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), neste mês, com 13 mil metros de tubos que serão usados na conclusão da adutora que levará água à comunidade. O investimento foi de R$ 118 mil.

Atualmente a comunidade tem atravessado dificuldades devido à longa estiagem e aos poços secos. Samuel Oliveira, membro da associação, avalia que a entrega dos canos para a conclusão da adutora é fundamental. "É enorme a importância dessa obra. Esperamos há quase 20 anos pela construção da adutora. Graças a Deus, a gente conseguiu esses canos. Aqui, a gente enfrenta seca há muitos anos e, com essa entrega, acreditamos que vamos viver uma revolução na região", afirma.

O superintendente Regional da Codevasf em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro, esteve em Parnamirim durante a entrega dos tubos e destacou a importância das ações da Companhia nas áreas rurais do estado. "Em um período tão longo de estiagem, precisamos atuar para ajudar essas comunidades na convivência com a seca. Não só com entrega de canos, mas também perfuração de poços, pequenos sistemas de irrigação, aguadas e muitas outras ações", diz.

De acordo com o superintendente, o município de Tabira também está recebendo auxílio nas ações de convivência com a seca. "O município está sendo contemplado com mais dois poços artesianos perfurados nas comunidades rurais de Logradouro e Morato. Nós perfuramos esses poços com recurso do Programa Água para Todos", informa. O investimento na perfuração de cada poço é de R$ 31 mil.

"Quem salvava a comunidade aqui, mais de 25 famílias, era um açude que meu pai tinha. Mas com essa seca não tinha mais água. Para pegar água a gente começou a ter que ir pra outro sítio muito longe e lá já estava só com lama. Agora a gente está muito feliz com esse poço. É um momento de muita felicidade, ainda mais em ver que a água é doce e a gente vai poder beber dessa água, porque uma das nossas maiores preocupações era ter água pra beber", conta o produtor de milho e feijão Luis Carlos dos Santos, filho de seu Zé Novo, de Sítio Morato, no município de Tabira.