asdasdasdasd

Balanço aponta que São João de Petrolina teve saldo de 210 milhões

por Gabriela Canário 5 de Julho de 2018 às 12:53
categoria: Cotidiano

O Prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, reuniu a imprensa na manhã desta quinta-feira, dia 05, para apresentar um balanço do período junino no município. De acordo com o chefe do executivo, houve uma aprovação de 98% por parte do público, um número ainda maior do que o ano passado. “A gente vai pensar uma forma ainda melhor de mais aderência dos petrolinenses para a festividade”, disse o chefe do executivo, incluindo demais programações juninas, como o São João dos Bairros e Jecana.

Segurança

Quanto à segurança, os números apresentados foram considerados satisfatórios, tendo em vista que foi aprovada por 92% do público presente. Nenhuma ocorrência grave foi registrada pelas Polícias Militar e Civil ou Guarda Municipal. Além disso, nenhum acidente automobilístico foi registrado pela Ampla ou Polícia Rodoviária Federal.

Turismo

Com relação ao turismo, o prefeito disse que 100% da rede hoteleira da cidade estava ocupada e que 99,3% dos turistas aprovaram o evento em Petrolina. “Aumentamos o número de turistas em 27%. Nossa rede hoteleira ficou esgotada 10 dias antes. Ainda vale destacar que 50% dos turistas ficaram em casa de amigos e tem mais 30% que fizeram bate-e-volta”, destacou Miguel Coelho.

Economia

Além disso, cerca de 210 milhões de reais foram injetados na economia local. Desses, 50 milhões apenas no Pátio de Eventos. Ainda de acordo com o balanço, houve um público médio de 60 mil pessoas por noite, totalizando mais de 700 mil pessoas que passaram pelo local.

Esse número é menor do que o ano passado, mas respondendo a um questionamento de nossa redação, o prefeito disse acreditar que essa baixa pode estar relacionada ao momento econômico que o Brasil está vivendo e também à proximidade de outros eventos grandes como, por exemplo, a Copa do Mundo. “Não considero que houve um erro. É porque as pessoas estão sem dinheiro mesmo. O São João foi um sucesso, não tem como discutir e a gente vai pensar no que a gente pode fazer no que, por exemplo, numa segunda-feira, e vamos levar em consideração todas essas variáveis para que o ano que vem seja ainda melhor”, explicou o Prefeito.

Recomendação do MPF

E ainda sobre a recomendação do Ministério Público Federal, de fazer o evento em outro local por medidas de segurança pela proximidade com o aeroporto da cidade, o prefeito disse ainda não ter recebido a notificação, mas que já analisa um outro local para a realização dos festejos.

O levantamento foi realizado pelo Instituto Alpha. As informações foram coletadas entre os dias 15 e 24 de junho. Mais de 2 mil entrevistas foram realizadas nesse período. A margem de erro nos dados é de 3% para mais ou menos.