asdasdasdasd

Estabelecimentos particulares devem diminuir taxas de vistoria e equiparar ao Detran, em Petrolina

por Gabriela Canário 14 de Maio de 2018 às 10:06
categoria: Cotidiano

A inspeção de automóveis terão o mesmo preço no Detran e nas empresas credenciadas a partir de agora em Petrolina. A diferença era disparada, custando R$ 47,77 – para veículos de passeios até nove passageiros – no departamento de trânsito do estado, e em torno de R$ 150,00 reais na iniciativa privada. Os valores do Detran não foram alterados, de acordo com o órgão.

Segundo o Coordenador do Ciretran de Petrolina, Natan Santana, o objetivo é assegurar a proporcionalidade entre os valores praticados nos serviços público e privado. “Não havia uma proporcionalidade”, explicou. A cobrança de valores iguais entrou em vigor na última terça-feira, dia 08 de maio, de acordo com a Lei Estadual Nº 15.602, de 30 de setembro de 2015, com determinação contida na Portaria 3234/2018, elaborada por determinação do governo. A vistoria de veículo com mais de nove lugares vai custar R$ 58,76.

Em Petrolina, além da Ciretran, duas empresas da rede privada estão credenciadas para a realização de tal serviço. A diferença está na hora do procedimento, sendo que no departamento de trânsito é preciso um agendamento prévio pelo site do órgão, o que não é uma exigência na casa particular. Com a equiparação dos valores, é preciso com os usuários estejam atentos para a cobrança, alerta o coordenador. Caso uma dessas empresas particulares apresente taxas superiores, a Ouvidoria do Detran deve ser acionada para averiguação. Em caso de descumprimento, podem ser aplicadas multas ou até mesmo realizado o descredenciamento dessas empresas junto ao Detran.

A realização do serviço de vistoria é intenso em Petrolina. De acordo com a coordenação do Detran da cidade, são cerca de 120 vistorias diárias com quatro vistoriadores em atuação. “Mas esse número pode chegar a 200 ou 300 com as casas particulares”, explicou Natan. Mesmo com o número, ele explica, já não existem mais filas para a inspeção, justamente pelo agendamento do serviço. “Tem dias que nem preenche as 120 [fichas]. Se ficar fila é algum problema com o sistema”, explicou.

Melhorias no Serviço

Natan enumerou outras ações que devem otimizar o atendimento do órgão em Petrolina. Uma delas, prevista para junho deste ano, é a chegada da Unidade Móvel do Detran para as demandas nas cidades próximas e que são de responsabilidade da 8ª Ciretran, como Lagoa Grande e Dormentes, por exemplo. Além disso, está prevista uma reforma no prédio através de uma emenda parlamentar no valor de 140 mil reais e que deve acontecer ainda neste ano, de acordo com o coordenador. Quanto à ampliação no número de atendentes, ainda não há previsão. O último concurso público do órgão aconteceu em 2010.