asdasdasdasd

Prefeito e vice se ausentam e Osório Siqueira assume Prefeitura de Petrolina

por Gabriela Canário 8 de Novembro de 2018 às 13:44
categoria: Cotidiano

O Presidente da Câmara de Vereadores de Petrolina, Osório Siqueira, precisou sair às pressas da sessão realizada na manhã desta quinta-feira, dia 08, por um pedido urgente partido do executivo municipal. De forma repentina, o Prefeito da cidade, Miguel Coelho; e a vice Luska Portela, ausentaram-se da cidade por motivos particulares, deixando o cargo na responsabilidade do vereador.

Uma emenda na Lei orgânica do Município permite que o Prefeito de Petrolina pode se ausentar do Brasil por até 15 dias sem autorização da Câmara de Vereadores. Miguel, segundo informações dos bastidores, viajou hoje para a Argentina e deve retornar em 10 dias. Já Luska está em Salvador, na Bahia, e deve retornar em cinco dias.

No meio da Sessão, Osório Siqueira informou aos colegas sobre a situação, enfatizando que havia sido comunicado apenas de forma verbal, mas que estava à disposição do município. “O Prefeito viajou hoje e estamos sendo comunicados para ir à Prefeitura [tomar posse porque] a cidade não pode ficar sem prefeito. Estou indo até ao Procurador para ver isso, a forma legal para assumir. Vamos ver essa parte jurídica. Por Lei, não posso deixar de fazer isso pelo município. O secretário de Governo veio até aqui. Ontem fui comunicado verbalmente e a gente já tinha conversado isso. Inclusive eu disse que o Procurador poderia assumir que não teria problemas”, disse o vereador sobre uma viagem que também precisaria fazer no final de semana.

A nossa Redação tentou conversar com Osório Siqueira, que assumiu o cargo nesta manhã, mas não obteve êxito. De acordo com o líder de situação, Aero Cruz, a viagem de Miguel Coelho para o exterior já era programada, destacando que a decisão está dentro da Lei. “A vice deveria assumir, mas como ela teve que viajar por motivos particulares, Osório foi comunicado que deve assumir. Foi uma reunião em conjunto e teve uma articulação. Seria comunicado ontem, mas o presidente da Casa não estava na cidade [para a formalização]”, disse.

A vereadora Cristina Costa (PT) taxou como irresponsável a atitude do chefe do executivo, já que pouco se sabia a respeito da viagem dele. “Como manda a Lei, é preciso que o Executivo notifique o Legislativo. O presidente acabou de dizer que tomou conhecimento agora oralmente. Isso mostra como está a Legislatura. Poderia ser quem for, como sabe que tem uma programação e não avisa ao Legislativo? É Preciso que reaja”, questionou.

Com Osório Siqueira assumindo a administração da cidade, o vereador Major Enfermeiro é quem deve presidir a Câmara de Vereadores de Petrolina.