| Última edição: 06/04/21 - 15:08

Home Notícias Luto Diretoras do Sistema Grande Rio de Comunicação homenageiam Raimunda Sol Posto: “Era...

Diretoras do Sistema Grande Rio de Comunicação homenageiam Raimunda Sol Posto: “Era determinada na sua missão de cuidar das pessoas”

Compartilhe:
Raimunda Sol Posto ao lado do amigo Osvaldo Coelho, ex-deputado e pai das diretoras do Sistema Grande Rio de Comunicação, Patrícia e Ana Amélia Coelho.

As diretoras das emissoras que compõem o Sistema Grande Rio de Comunicação, Patrícia Coelho e Ana Amélia Lemos, também fizeram questão de homenagear a ex-vereadora Raimunda Sol Posto, que faleceu na manhã desta terça-feira (06), vítima da covid 19, num hospital particular de Petrolina. O corpo da ex-vereadora será sepultado hoje, às 15h no Cemitério Jardim da Paz na Estrada da Tapera, em um ato restrito aos familiares por conta da pandemia da covid 19.

Ao Nossa Voz, dra. Patrícia reforçou admiração pela mulher obstinada em ajudar ao próximo. “Nós estamos muito tristes, é uma perda enorme. Quero falar em nome do meu pai, que se estivesse vivo Osvaldo Coelho faria uma grande homenagem à Raimunda, falar me nome da minha mãe e das minhas irmãs. Dizer que eu conheço Raimunda desde muito menina, nem me lembro desde quando, foram tantos anos e anos. Raimunda foi uma guerreira, eu a acompanhei de perto, sobretudo porque ela acompanhava meu pai e o meu irmão Guilherme quando foi prefeito. Ela era uma obstinada em ajudar os doentes. É até uma ironia do destino e da vida, Raimunda morrer doente de covid diante do tanto que ela se dedicou a cuidar de doentes carentes da nossa região”, lamentou.

A diretora da TV Grande Rio, Patrícia Coelho ainda exaltou a permanente disponibilidade de Raimunda Sol Posto em ajudar ao próximo, atuando como um elo na formação de uma rede de solidariedade. “Ela não mediu esforços para transportar os doentes ao Recife para terem um atendimento melhor, porque naquela época nós não tínhamos muitos recursos [em Petrolina]. Ela era incansável em conseguir medicação, internação, remédios, médicos, toda sorte de tratamentos que pudessem ter para salvar vidas. Então, Raimunda foi guerreira, deu exemplo de mulher obstinada, que não media esforços mesmo que fosse de madrugada. Saia pedindo ajuda e nós todos ajudávamos, todos éramos parceiros, tio Geraldo também. Papai e Guilherme eram muito próximos dela com laços de confiança. Eu tenho testemunhos de muitas e muitas décadas dessa luta de Raimunda. Quero transmitir por toda a minha família, um abraço a família dela, principalmente a Ângela e Graça com quem tenho uma ligação. O meu abraço de pesar, de solidariedade, de carinho porque é realmente uma perda imensa para a nossa região”.

Para a diretora das rádios do Sistema Grande Rio de Comunicação, Ana Amélia Lemos, o falecimento de Raimunda Sol Posto marca o reencontro com o eterno deputado Osvaldo Coelho. “Raimunda foi uma grande amiga, fiel escudeira de papai por décadas. Tem um trabalho belíssimo e será sempre lembrada com gratidão por ajudar os mais necessitados, que precisavam de tratamento de saúde. Foi além de uma enfermeira: Era determinada na sua missão de cuidar das pessoas. Papai estará na porta do céu para recebê-la. Que Raimunda descanse em paz”, completou.