asdasdasdasd

Vendas devem crescer 5% durante período junino em Petrolina, mas contratações serão pontuais

por Gabriela Canário 12 de Junho de 2018 às 10:32
categoria: Economia

O comércio deve ter um crescimento significativo de vendas neste mês de junho, é o que afirma o Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina - Sindlojas -, Joaquim de Castro. De acordo com o setor, o incremento deve ser de 5% nas vendas comparando-se ao mesmo período do ano passado.

Um dos fatores para esse crescimento, ele acredita, foi a liberação de 50% do 13º salário dos servidores municipais nesta quarta-feira (13), contemplando milhares de petrolinenses e injetando mais de R$ 9 milhões no comércio do município, de acordo com a prefeitura. Para Joaquim de Castro, além disso, houve um avanço no setor econômico do país, refletindo em Petrolina. “A economia vem sinalizando um cenário diferente de 2015 e 2016. De 2017 para cá voltou a se fortalecer. Aliado, tem a questão do emprego que vem se recuperando depois do período de recessão muito longo”, explicou o presidente.

Entretanto, a contratação de pessoas para dar conta desse aumento não é tão otimista quanto às expectativas de vendas. Conforme explicou Joaquim de Castro, devem haver casos isolados neste período, mesmo com a aproximação da Copa do Mundo. “Sempre há. Não tão grande, é pontual. São mais empresas ligadas a este período. O importante é que há essa tendência também por causa da Copa do Brasil. É uma coisa positiva, é um evento a mais no mês de junho”, explicou. De acordo com a Prefeitura de Petrolina, no período junino devem gerados cerca de 9 mil empregos diretos e indiretos, “uma vez que 84% dos estabelecimentos comerciais contratam novos funcionários”.

O São João de Petrolina segue agendado para o período de 15 a 23 de junho deste ano, da mesma forma que todos os outros festejos juninos que integram a programação oficial do município.