asdasdasdasd

Prazo para isenção da taxa de inscrição do Enem segue até quarta

por Simone Marques 10 de Abril de 2019 às 08:51
categoria: Educação

Mais de 2,1 milhões de pedidos para isenção da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já foram solicitados e o prazo para fazer a solicitação termina quarta-feira (10). A isenção não é automática para nenhum grupo. O participante que deseja solicitar o direito de não pagar os R$ 85 da taxa deve acessar a página do Enem 2019 e se inscrever.

Os candidatos saberão o resultado dos pedidos em 17 de abril no próprio site do Enem. Vale lembrar que a obtenção da isenção da taxa não significa a inscrição automática no exame. Esta etapa terá que ser concluída em maio.

Pelas regras do edital, são quatro categorias de gratuidade: Estudantes que estejam cursando o último ano do ensino médio na rede pública; Candidatos que tenham cursado todo o ensino médio em escola da rede pública; Aqueles que declararem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda, e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); Para estudantes da rede privada, podem realizar o Enem gratuitamente aqueles que tenham bolsa integral e com renda per capita de até meio salário mínimo, ou até três salários mínimos de renda familiar.

Inscrições

As inscrições para o Enem deverão ser feitas de 6 a 17 de maio. Aqueles candidatos que precisarem pagar a taxa de inscrição deverão quitar o boleto entre os dias 6 e 23 de maio em agências bancárias, casas lotéricas e Correios.

 

 


Curaçá: prefeitura esclarece situação de escola onde alunos fizeram refeição no chão

por Simone Marques 8 de Abril de 2019 às 09:04
categoria: Educação

Depois da denúncia do Nossa Voz sobre a situação de crianças de uma escola de Curaçá-BA que estão fazendo as refeições ao relento e no chão, a prefeitura enviou uma nota de esclarecimento sobre o caso. De acordo com a nota enviada à nossa redação, a escola citada está funcionando em local provisório, enquanto um nova unidade está sendo construída.

Ainda de acordo com a nota, os alunos deveriam fazer as refeições no local de estudos e não ao relento, no chão e expostos ao sol. A prefeitura também garantiu que vai apurar o caso junto aos servidores que permitiram que tal situação.

Confira a nota na íntegra:

O Governo Municipal de Curaçá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, vem a público prestar esclarecimentos acerca de denúncias feitas a este blog no último dia 05 de abril de 2019, de suposta situação inadequada ao servir merenda escolar a alunos da rede pública ao relento.

Esclarece-se que a referida Escola vem funcionando em um local que foi adaptado para que as aulas não fossem paralisadas, tendo em vista que a construção de um novo espaço está sendo planejado, sendo que o sobredito espaço não dispunha de refeitório, mas que por anos a merenda foi servida e os alunos se acomodavam em suas respectivas salas de aula.

Dessa forma, apesar do que vem sendo tratado tanto nesse blog, como em outros canais de comunicação regional, a Secretaria esclarece que está apurando o ocorrido para identificar os reais motivos que motivaram o quadro de servidores envolvidos permitirem que tal situação ocorresse.

Acrescentamos ainda, que apesar de haverem uma diversidade de ações a serem realizadas na educação, a situação relatada não condiz com a realidade em nosso Município, que vem passando por transformações na educação.

Até 2016 nenhuma escola do Município tinha refeitório, só na sede do Município eram mais de 1300 crianças jogadas em espaços como garagens, box de vender carne em mercado público, casas alugadas entre outras situações que levaram nosso sistema educacional ao colapso. Estamos entregando as novas sede das Escolas Chapeuzinho Vermelho e Cidadania, assim como já entregamos as sedes da Creche Mãe Sérgia, Caminho do Aprendiz e Padre Adolfo Antunes e assim erradicamos de uma vez por toda esse descaso com os espaços físicos que atendem nossas crianças em toda sede do Município e no Povoado de Mundo Novo, como resolvemos em São Bento, Pedra Branca e Jatobá quando entregamos em 2017 três escolas novas padrão FNDE.

Considerando de onde e como partimos consideramos que já avançamos muito, porém temos a plena certeza que o muito está por fazer, e só iremos estar satisfeitos quando quando este Município reparar todo esse legado de abandono que perdurou por décadas e que dois anos foram muito pouco para resolve-lo.

GOVERNO MUNICIPAL DE CURAÇÁ E SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

 

 

 

 

 


Mãe reclama de falta de segurança em escola em Petrolina

por Simone Marques 3 de Abril de 2019 às 09:45
categoria: Educação

A mãe de um aluno da Escola Municipal Paulo Freire no bairro São Gonçalo em Petrolina-PE pede atenção das autoridades competentes sobre a falta de segurança e vigilância na unidade. De acordo com a mãe, que não quis se identificar, já foi solicitado à secretária de Educação um vigia para escola, mas até o momento não foi disponibilizado esse funcionário.

De acordo com o relato da mãe ao Nossa Voz, no mês passado um aluno que entrou armado na unidade para se vingar após uma briga. Na ocasião, por sorte, o diretor da escola conseguiu evitar o pior.

Ainda segundo a mãe, a escola tem acesso livre, por isso, qualquer pessoa pode entrar e sair sem ser percebido.

Nós entramos em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Petrolina, mas ainda não recebemos resposta.

 


Ministro diz que presidente do Inep foi demitido porque ‘puxou o tapete’

por Milena Pacheco 27 de Março de 2019 às 16:56
categoria: Educação

Em audiência pública na Câmara dos Deputados, o ministro da Educação, Ricardo Vélez, disse nesta quarta-feira (27) que o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Marcus Vinicius Rodrigues, deixou o cargo porque “puxou o tapete”.

Rodrigues foi exonerado na terça-feira (26) após a publicação de uma portaria polêmica, que adiava para 2021 a avaliação da alfabetização de crianças. A portaria foi publicada na segunda e revogada na terça.

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

“A última demissão no MEC [ocorreu], porque o diretor-presidente do Inep puxou o tapete. Ele mudou de forma abrupta o entendimento que já tinha sido feito para a preservação da Base Nacional Curricular e fazer as avaliações de comum acordo com as secretarias de educação estaduais e municipais ”, afirmou Vélez.

O ex-presidente do Inep disse que assinou a portaria com respaldo do secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim. Um documento mostra que, de fato, Nadalim havia feito a recomendação para que a alfabetização não fosse avaliada em 2019.

Para o ministro, embora Rodrigues tenha se baseado em pareceres técnicos, a questão não havia sido debatida no “seio do MEC”.

“Realmente, considerei um ato grave, que não consultou o ministro, se alicerçou em pareceres técnicos, mas não foi debatido no seio do MEC”, afirmou Vélez.

O ministro contestou ainda as críticas feitas por Rodrigues de que não foram realizadas reuniões de trabalho das secretarias ao longo desses três meses.

Em entrevista à imprensa, Rodrigues criticou a falta de comunicação dentro do MEC e disse haver uma “incompetência gerencial muito grande”.

“Foi um processo muito ruim, que mostrou a incompetência gerencial muito grande”, disse. Ele também declarou que, em três meses de governo, não houve nenhuma reunião de trabalho com o ministro da Educação.

A ida de Vélez à comissão se deu em um momento conturbado da pasta, após uma série de mudanças nos cargos do alto escalão do MEC – sendo a saída de Rodrigues a mais recente.

O episódio se somou a outras polêmicas que envolvem a área da educação no governo e declarações controversas feitas pelo ministro. Em uma entrevista, ele afirmou que brasileiro age como “canibal” em viagens ao exterior. Depois, ao dar explicações ao Supremo Tribunal Federal (STF), Vélez reconheceu que a frase foi “infeliz”.

Recentemente, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que o MEC precisava de um “freio de arrumação”.(G1/Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)


Tribunal de Contas suspende compra de fardamento pelo governo de Pernambuco

por Redação Nossa Voz 15 de Março de 2019 às 09:45
categoria: Educação

Tribunal de Contas do Estado (TCE), determinou ontem (14), em medida cautelar, a anulação da compra de 972 mil camisas para fardamento, feita pela Secretaria de Educação de Pernambuco através de dispensa de licitação. A conselheira Teresa Duere apontou que o processo deve ser retomado a partir do aviso de licitação “para garantir ampla competição”. O custo total foi de R$ 8,6 milhões.

Para Teresa Duere, houve um longo período entre o início do processo, em junho do ano passado, até a publicação do aviso de licitação, em 11 de dezembro, e a fase de disputas, no fim do ano. “Não se pode conceber que um objeto regular e simples demore mais de seis meses entre a demanda do objeto até que a licitação seja iniciada. Naturalmente, leva a situações do tipo que estamos aqui constatando”, afirmou na decisão.

Ao conceder a medida cautelar, Duere concordou com o argumento do procurador do Ministério Público de Contas Cristiano Pimentel, que pediu no último dia 7 a suspensão da dispensa de licitação. Ele alegou que o fato de a fase de disputa ter acontecido entre 27 de dezembro e 9 de janeiro “restringiu a competitividade”.

Na sua decisão, a conselheira afirmou que houve “restrição indevida de competitividade pelas datas escolhidas para apresentação das propostas, período impróprio para uma licitação transcorrer com competitividade plena, o que levou a lotes da licitação desertos e à abertura de Dispensa Licitatória no corrente ano”.

O pedido de Pimentel aconteceu depois que a compra do fardamento foi alvo de denúncia da deputada estadual Priscila Krause (DEM), que faz oposição ao governador Paulo Câmara (PSB). A parlamentar reclamou ao Tribunal de Contas que o custo total da compra, de R$ 8,6 milhões, está R$ 2,11 milhões acima do valor anteriormente aceito pela gestão. 

E o Governo do estado?

Em nota, a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco afirmou “que os processos de aquisição são realizados em parceria com a Secretaria de Administração (SAD) e seguem todos os requisitos da legislação vigente, atendendo integralmente o que está previsto na Lei 8.666/93 (Lei de Licitações)”.

“Tais justificativas já foram apresentadas ao Tribunal de Contas do Estado e a SEE conta com a sensibilidade do Tribunal, uma vez que a disponibilização do fardamento gratuito é de extrema importância para nossos estudantes da rede estadual, sobretudo os oriundos de famílias carentes. A Secretaria está trabalhando no caso”, disse ainda a pasta. (Com informações Blog Jamildo/ foto: Reprodução Internet)


Faculdade Aberta para Terceira Idade da Facape está com inscrições abertas

por Redação Nossa Voz 19 de Fevereiro de 2019 às 07:07
categoria: Educação

Estão abertas as inscrições para alunos e monitores da FATI - Faculdade Aberta da Terceira Idade, projeto desenvolvido pela Facape em parceria com a  Universidade de Pernambuco - UPE. O prazo segue até o dia 08 de março e durante o período os novos alunos, acima de 50 anos, devem realizar inscrição na Coordenação de Extensão e Cultura da FACAPE, das 08h às 12h, ou nas dependências da Pós-graduação da UPE, das 14h às 17h.

Estudantes da Facape e UPE, que tenham interesse em participar do projeto como monitores, têm o mesmo prazo para realizar as inscrições, que devem ser feitas no mesmo local. As horas dedicadas ao FATI são convertidas em carga horária de ACC. O projeto tem como proposta a formação educacional, em diversas áreas, de pessoas da terceira idade como forma de incentivo à participação ativa na sociedade. 

Estão aptos a se inscrever como alunos idosos que tenham formação escolar em nível fundamental completo ou equivalente e disponibilidade de tempo para os horários das aulas. É necessário apresentar carteira de identidade original e comprovante de residência no ato de inscrição.

Já os universitários, que atuarão como monitores, devem estar regularmente matriculados e frequentando um curso da Facape ou UPE e ter disponibilidade de carga horária semanal estipulada pelo coordenador do Programa de Extensão. Na realização da inscrição, devem apresentar histórico escolar atualizado, xerox do documento de identidade e CPF.

Vagas

Ao todo, são mais de 200 vagas ofertadas para os idosos e mais de 30 vagas para monitores.  Os cursos disponibilizados serão: Inclusão Digital, Noções de Direito, Noções de Saúde, Administração/Empreendedorismo, Inglês e Espanhol e Conversação, além de  Alfabetização e Letramento e Pré-Vestibular.

Para monitores, há vagas para alunos dos cursos da FACAPE e da UPE, com preferência para discentes de Ciência da Computação, Gestão em TI, Direito, Administração, cursos de saúde da UPE e alunos com domínio em Inglês ou Espanhol e em Letramento e Alfabetização da Melhor Idade. Também há vagas para alunos interessados em desenvolver atividades relacionadas ao conteúdo do ENEM.

O projeto promove acessibilidade e inclusão, valorizando e proporcionando o bem-estar dos idosos, estimulando a socialização e troca de experiências entre diferentes idades. As aulas terão início no dia 21 de março. Ambos os alunos e monitores irão receber certificados ao final da experiência. Os editais para inscrição de alunos e monitores estão disponíveis no site da Facape. 

Foto: Divulgação


Prefeitura inicia ano letivo do Nova Semente na próxima segunda-feira em Petrolina

por Simone Marques 16 de Fevereiro de 2019 às 11:30
categoria: Educação

Tudo pronto nas unidades do Nova Semente para recepcionar os alunos da primeira infância do município de Petrolina. A abertura do ano letivo acontece na próxima segunda-feira (18), nas 79 unidades da sede e interior. De forma integral e totalmente gratuita, as famílias poderão deixar seus filhos em espaços acolhedores e com equipes qualificadas para ajudar no desenvolvimento intelectual, social e motor das crianças.

Através do ensino integral, os alunos permanecerão por 10h nas unidades participando de diversas atividades. O Nova Semente atende crianças de 6 meses (berçário) a 3 anos (maternal II). Por dia, elas têm acesso a cinco refeições; material de higiene pessoal; espaço para descanso; fraldas (bebês) e fardamento. Todas as salas contam com professor e auxiliares.

Dentro do pacote de investimentos da gestão municipal na área da Educação, está em andamento o Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de profissionais que atuarão nas escolas da rede e unidades do Nova Semente. A partir de 2019, as equipes contarão com profissionais aprovados através do processo seletivo e não mais por contratação direta.

Para Poliana de Castro, secretária executiva da Primeira Infância, o fortalecimento do programa é resultado do compromisso do prefeito Miguel Coelho e da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes com a primeira infância. "Educação Infantil é coisa séria e fazemos com muita responsabilidade, amor, dedicação e planejamento responsivo. Nossa educação está mais forte e nossos alunos cada vez mais desenvolvidos", destaca.


Petrolina agora conta com sala de educação bilíngue

por Redação Nossa Voz 15 de Fevereiro de 2019 às 19:00
categoria: Educação

Acaba de ser implantada, pela primeira vez em Petrolina-PE, uma sala de educação bilíngue. Esse tipo de ensino possibilita aos estudantes a instrução de, no mínimo, duas línguas no ambiente escolar. A Sala Bilíngue está funcionando na Escola Municipal Nossa Senhora Rainha dos Anjos – CAIC, no turno matutino com ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Língua Portuguesa.

Os alunos contam com o acompanhamento de um professor instrutor surdo para ensino da língua materna da pessoa com deficiência auditiva (libras) e um professor ouvinte para o português como segunda língua. O ano letivo para essa turma foi iniciado com oito alunos matriculados regularmente, mas a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes tem disponibilidade para ampliação de vagas.

A diretora do Núcleo de Apoio Psicopedagógico às Pessoas com Deficiência (NAPPNE), Emiliana Freire, destaca a importância dessa conquista para o município. “A língua de sinais é mais do que um recurso metodológico ou simplesmente um meio comunicativo para visibilizar a compreensão de conteúdos escolares. É uma língua de extrema importância para que haja a comunicação entre surdos, ouvintes e o mundo. Consciente dessa relevância, a gestão municipal está investindo desse tipo de aprendizado e valorizando a educação especial”, pontua.

Pesquisadores afirmam que a língua de sinais como primeira língua para à criança surda leva a seus usuários a usufruir de todas as possibilidades que a língua oral proporciona a uma criança ouvinte e também a uma predisposição à aprendizagem de uma segunda língua, seja ela qual for. Além de contribuir com o de desenvolvimento da cidadania e de valorização da pessoa surda.

Foto: Divulgação


Termina hoje (14) prazo de inscrição para o Fies

por Redação Nossa Voz 14 de Fevereiro de 2019 às 08:36
categoria: Educação

Termina nesta quinta-feira (14) o prazo de inscrição para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os candidatos devem acessar o site do Fies para tentar uma vaga no programa, que financia cursos superiores em instituições privadas.

O resultado da pré-seleção será divulgado no dia 25 de fevereiro. Ao todo, serão ofertadas 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies.

Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e obtiveram nota média nas provas igual ou superior a 450. Além disso, não podem ter zerado a redação.

Na hora da inscrição, é possível escolher até três opções de curso entre aqueles com vagas disponíveis dentro do grupo de preferência, que também é escolhido pelo estudante de acordo com o perfil e interesse.

Modalidades

O Fies oferece duas modalidades. A primeira é financiamento com juro zero para os estudantes que tiverem renda per capita mensal familiar até três salários mínimos. Nessa modalidade, o aluno começará a pagar as prestações respeitando o limite de renda.

A segunda é a denominada P-Fies, destinada aos estudantes com renda per capita mensal familiar até cinco salários mínimos. A modalidade funciona com recursos dos fundos constitucionais e de Desenvolvimento e com recursos dos bancos privados participantes.

Os bolsista parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou seja, aqueles que têm bolsa de 50% da mensalidade, poderão participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa.

Cronograma

O Fies oferece financiamento para cobrir os custos das mensalidades de instituições privadas de ensino superior. Na página do programa está disponível uma sessão de perguntas e respostas.

Os candidatos pré-selecionados na modalidade Fies deverão acessar o FiesSeleção e complementar a inscrição para contratação do financiamento no sistema, no período de 26 de fevereiro a 7 de março. A pré-seleção dos participantes da lista de espera será de 27 de fevereiro a 10 de abril.

Fonte: Agência Brasil  

 

 

 


Governo de PE oferta mais de 3 mil vagas para cursos gratuitos de idiomas

por Redação Nossa Voz 10 de Fevereiro de 2019 às 08:11
categoria: Educação

Nesta segunda-feira (11), serão abertas as inscrições para cursos de idioma gratuitos por meio do Núcleo de Estudos e Línguas (NELs). Os interessados em participar devem se inscrever em uma das 34 escolas vinculadas aos NELs em todo o Estado, de acordo com o cronograma oficial. Os idiomas disponíveis são os seguintes: inglês, espanhol, francês e alemão. Ao todo, 3.365 vagas estão disponíveis, mas para saber a disponibilidade em cada unidade de ensino, os candidatos devem procurar a escola desejada, das 08h às 12h e das 14h às 17h.

O curso básico tem duração total de dois anos, com aulas presenciais duas vezes por semana. As vagas serão ofertadas respeitando a seguinte ordem de prioridade: estudantes das escolas onde estão localizados os NELs; estudantes de outras escolas da rede estadual; estudantes da rede pública municipal; e finalmente comunidade em geral. 

Período de inscrição: 

11 e 12/02 – Estudantes das Escolas nas quais funcionam os Núcleos

13 e 14/02 – Estudantes de outras Escolas da Rede Pública de Ensino

15/02 – Matrículas abertas à Comunidade

Mais informações: (81) 3183-8620.

Fonte: Diario de PE