| Última edição: 22/12/20 - 14:44

Home Entretenimento Música Filho de Renato Russo lançará obras inéditas do pai: “Direito e obrigação”

Filho de Renato Russo lançará obras inéditas do pai: “Direito e obrigação”

Compartilhe:

Na última quarta-feira (9/12), a Polícia Civil do Rio de Janeiro localizou e recuperou 91 tapes com materiais supostamente inéditos e de autoria de Renato Russo. Tudo estava escondido na empresa de depósito Iron Mountain, em Cordovil, zona norte da capital carioca. Segundo as investigações, ainda em andamento, o local seria utilizado pela gravadora Universal Music.

Foto Reprodução/Veja.com

A suspeita sobre a existência do acervo começou há mais de um ano, depois de uma notícia-crime feita pelo filho de Renato Russo, Giuliano Manfredini, detentor dos direitos autorais do pai, a quem o material apreendido será entregue.

Em entrevista exclusiva ao Metrópoles, nessa quinta-feira (10/12), o jovem contou que o ponto de partida da operação foi o sumiço de materiais do apartamento de Renato, no Rio. O local está inabitado e foi acessado por poucas pessoas desde a morte do cantor, em 1996.

“Esses mesmos materiais começam a aparecer em perfis falsos nas redes sociais. Comecei a receber e-mails desses perfis, alegando estarem em posse de vários materiais inéditos, mais especificamente uma fita do meu pai com o primeiro guitarrista do Aborto Elétrico”, conta. “Começaram a nos chantagear, ameaçar, para que licenciássemos essa fita. Vendo que eu estava sendo vítima de um golpe, resolvi recorrer à polícia com uma notícia-crime”, completou.

A busca pelos originais já havia sido alvo da Operação Será – em referência a um dos maiores sucessos da banda –, no final de outubro. Na ocasião, a polícia confirmou ter apreendido 30 composições inéditas de Renato Russo, que estariam em posse de Marcelo Froes, ex-produtor do Legião Urbana. Ele teve computador, HDs e celular apreendidos.

Procurado pelo Metrópoles, Froes alegou não poder falar com a imprensa, uma vez que o processo corre em segredo de justiça. “Fui ouvido como testemunha, não há nenhuma acusação”, resumiu.(Fonte: Metropoles)