asdasdasdasd

Petrolina (PE): Segundo previsão do INMET esta quinta-feira (23), promete céu nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:45
categoria: Meio Ambiente

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a previsão para Petrolina (PE), nesta quinta-feira (23), é de tempo nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

 A mínima prevista para a região é de 20°C e a máxima, de 36ºC. A umidade relativa do ar varia entre 40% e 85%.

No período da manhã o tempo apresenta vento fraco ou moderado, a situação muda à tarde e noite com  ventania moderada com rajada.


Com Bolsonaro, Brasil repete nota e piora percepção do combate à corrupção; confira ranking

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:41
categoria: Nacional

Foto: Agência Brasil

Mesmo impulsionada por campanhas de combate à corrupção, a eleição de Jair Bolsonaro (sem partido) não melhorou a percepção sobre este problema no seu primeiro ano de governo, marcado por denúncias contra integrantes do governo e familiares do governo. O Brasil repetiu a nota 35, recebida em 2018, a pior do país desde 2012.

Em 2019, o país caiu uma posição no ranking do Índice de Percepção da Corrupção (IPC), e agora ocupa a 106ª posição entre os 180 países avaliados, ficando atrás de outros latino-americanos como Argentina (66ª), Chile (26ª), Colômbia (96ª), Cuba (60ª), Equador (93ª) e Uruguai (21ª).

O ranking é elaborado pela ONG Transparência Internacional, e atribui notas de 0 a 100 a países com base em pesquisas e relatórios sobre como o setor público é percebido por especialistas e executivos de empresas no que diz respeito à prática de corrupção.

A repetição da nota indica que o novo governo, apesar do discurso, não adotou medidas que impactassem na percepção de que práticas corruptas, tais como abuso de poder, subornos e acordos secretos, tenham diminuído no país.

Confira o ranking de percepção

Os 10 menos corruptos

• Dinamarca

• Nova Zelândia

• Finlândia

• Singapura

• Suécia

• Suíça

• Noruega

• Holanda

• Alemanha

• Luxemburgo

Os 10 mais corruptos

• Somália

• Sudão do Sul

• Síria

• Iêmen

• Venezuela

• Sudão

• Guiné Equatorial

• Afeganistão

• Coreia do Norte

• Líbia


Governo descarta febre Amarela em macacos encontrados mortos em PE

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:35
categoria: Saúde

(Foto: divulgação)

A Secretaria Estadual de Saúde informou que os macacos (saguis) encontrados mortos em dois condomínios em Aldeia, no município de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR), não estavam infectados com o vírus da febre amarela. Os materiais biológicos dos animais recolhidos foram analisados pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará, e pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) em parceria com o Instituto Aggeu Magalhães/Fiocruz-PE.

Todos deram negativo para febre amarela. Com isso, a Secretaria Estadual de Saúde continua investigando outras causas possíveis para os óbitos.

Entre 26 de dezembro de 2019 e 07 de janeiro de 2020, a SES-PE foi notificada da ocorrência de 17 macacos mortos em dois condomínios de Aldeia, em Camaragibe. Do total de animais notificados, em 6 houve condições de coleta de material biológico para análise em dois laboratórios. No Instituto Evandro Chagas, no Pará, referência nacional para febre amarela, todas as amostras deram negativas para a doença em dois tipos de exame (PCR e imunoistoquímico).

Já pelo Lacen-PE/Fiocruz-PE, todos deram negativo para febre amarela (técnica PCR). Outras doenças foram analisadas. Das amostras, três foram positivadas apenas para zika, duas para zika e herpes e uma apenas para herpes. Destaca-se que a presença dos vírus não significa que essa foi a causa da morte dos primatas.

A SES-PE ressalta que deu todo o apoio técnico e de infraestrutura ao município de Camaragibe, auxiliando na coleta dos animais; realizando treinamento e palestras educativas com os profissionais da cidade e com a população da área afetada; e apoiando a vacinação na localidade. Também foram realizadas coletas de mosquitos para análise.

Não são registrados casos autóctones de febre amarela desde 1938 em Pernambuco. Ou seja, desde então, não há a circulação da doença no Estado. Destaca-se também que os macacos não transmitem a doença para os humanos, sendo apenas vítimas do vírus e servindo como importantes agentes sentinelas, que alertam as autoridades sanitárias sobre a circulação do vírus.

Vale ressaltar que Pernambuco realiza, desde 2017, a vigilância em epizootia para monitorar o adoecimento ou a mortalidade de primatas não humanos e, desde então, não há nenhum óbito desses animais no Estado relacionado à febre amarela. Não se deve alimentar animais silvestres e, de forma alguma, maltratá-los. Importante frisar que matar macaco é um crime previsto em lei, com sanções como prisão e pagamento de multa.

Vacinação

Neste mês de janeiro, a vacinação contra a febre amarela entrou na rotina de imunização de 43 cidades que compõem a III e V Gerências Regionais de Saúde (Geres), com sede em Palmares, na Mata Sul, e Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, respectivamente. A determinação de ampliar e incluir a vacina de forma rotineira é uma proposta do Ministério da Saúde (MS) para todo o Brasil. A proteção é voltada para crianças de 9 meses até adultos de 59 anos.

Neste primeiro momento, mais de 1 milhão de pessoas já podem se vacinar contra a febre amarela. A partir de março de 2020, a expansão acontecerá para todo o estado de Pernambuco, totalizando 8,4 milhões de pessoas beneficiadas. Essa ação busca manter a população protegida contra a doença e, com isso, evitar a reintrodução do vírus em solo pernambucano.

Desde janeiro deste ano, mais de 8 mil pessoas foram vacinadas contra febre amarela entre os municípios da III Geres e 18 mil na V Geres. Em Camaragibe, que disponibilizou postos para imunizar moradores de Aldeia, além de ação em um dos condomínios onde foram encontrados os macacos, 2,3 mil pessoas foram imunizadas.


Agência do Empreendedor faz atendimento gratuito para Declaração Anual do MEI

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:33
categoria: Regional

(Foto: reprodução)

Quem é Microempreendedor Individual (MEI) precisa fazer uma declaração todos os anos, cumprindo com suas obrigações fiscais, a chamada Declaração Anual do Simples Nacional (Dasn-Simei) que pode ser feita pela internet, no Portal do Empreendedor. Durante esse período, que vai até 31 de maio, a Agência Municipal do Empreendedor também oferece apoio para quem tiver dificuldades em acessar o site.

Para fazer a declaração, o MEI deverá informar os valores brutos faturados no ano passado. De acordo com o diretor da AGE, Sebastião Amorim, mesmo os que não tiveram movimentação financeira em 2019 precisam declarar.

“Essa declaração específica para o microempreendedor individual é diferente da declaração do Imposto de Renda, para pessoa física. É importante levar o valor do faturamento anual do seu negócio, documentos pessoais e o CNPJ da empresa. Quem deixa de fazer a declaração ou faz o envio com atraso paga multa”, frisou. A AGE, está localizada na Rua Castro Alves, 55, no Centro, atrás do Banco do Brasil, e funciona  das 7h às 13h.


Janeiro Tem Mais Artes começa nesta quinta-feira (23)

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:29
categoria: Cotidiano

(Foto: Divulgação)

Para valorizar a produção local, democratizar o acesso à arte e fortalecer a economia criativa, o Sesc Petrolina dá a largada, nesta quinta-feira (23),  para a décima terceira edição do festival Janeiro Tem Mais Artes. Com uma intensa programação cultural, o evento vai movimentar a cidade até o dia 31 de janeiro.

Confira programação:

A abertura acontecerá às 19h, no do hall do Teatro Dona Amélia, com a Exposição “Erva Daninha”, da artista visual Morgana Caroline. Às 20h, a cantora petrolinense Camila Yasmine vai apresentar o espetáculo musical “Baobá”.

Na sexta-feira (24) a programação terá início às 19h, na Sala de Dança, com o espetáculo “Gira Rosa”, de Sônia Guimarães e Anastácia Rodrigues. Em seguida, às 20h, no Teatro Dona Amélia, o show será do músico Marcelo Jeneci, que apresentará pela primeira vez na cidade seu terceiro álbum, “Guaia”.

Até o dia 31 de janeiro o festival vai apresentar ao público uma grade de atrações diversificadas com opções para todas as idades. A noite de encerramento contará com a performance “Baba de Quiabo”, que será apresentada por Luiz Marcelo (Petrolina-PE) às 19h, na Sala de Dança do Sesc e o espetáculo de teatro “O Santo e a Porca”, do Teatro Popular de Arte (Petrolina-PE), às 20h no Dona Amélia. A programação completa do Janeiro Tem Mais Artes está disponível no site do Sesc Pernambuco (www.sescpe.org.br).

Os ingressos para as apresentações custam R$ 20 (Inteira) e R$ 10 (Meia), por noite, garantindo acesso a todos os espetáculos na data escolhida. Trabalhadores do Comércio de Bens, Serviços e Turismo e seus dependentes têm desconto e pagam apenas R$ 5. Para o show de Marcelo Jeneci os ingressos custam R$ 40 (Inteira), R$ 20 (Meia) e R$ 10 para trabalhadores do comércio e seus dependentes. A entrada é limitada à capacidade de cada espaço.


Petrolina: HDM/IMIP alerta pais e responsáveis sobre aumento de acidentes domésticos nas férias

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:26
categoria: Saúde



(Foto: Divulgação)



De acordo com dados do Ministério da Saúde, ao ano, 110 mil crianças são hospitalizadas em razão de acidentes domésticos, sendo o período de férias responsável pelo aumento de 25% no total. Em geral isso acontece porque as crianças tendem a ficar mais agitadas e cheias de energia devido ao maior tempo livre em casa.

Então, para prevenir situações de perigo (como queimaduras, quedas, fraturas, asfixias e afogamentos) durante as férias e garantir a diversão é preciso seguir algumas recomendações.

É claro que não dá para evitar todos os incidentes, mas há maneiras e atitudes que ajudam na prevenção dessas eventualidades, como adotar protetores de tomadas para evitar choques elétricos – assim como manter ocultos os fios dos aparelhos eletrodomésticos.

Janelas devem sempre estar protegidas por grades ou telas, sem móveis próximos, para evitar as quedas. A cozinha é o lugar mais perigoso da casa, por isso, a criançada deve manter distância do fogão e do forno. Os cabos das panelas devem estar virados para dentro e o gás desligado quando não estiver em uso.

Os armários têm que ser fixados à parede e os objetos cortantes, como os talheres, devem ficar fora do alcance das crianças. No banheiro, é aconselhável que o piso seja antiderrapante para evitar queda, que o vaso sanitário fique com a tampa abaixada e os produtos de higiene/limpeza em lugares altos. É importante lembrar-se de nunca usar embalagens, como garrafas de refrigerante, para armazenar produtos não alimentícios.

O banho de chuva, comum no verão, também deve ser evitado, pois apesar de ser uma das atividades mais divertidas e irresistíveis que existe para qualquer criança, muitas vezes representa perigo. Além dos raios, é preciso estar atento ao poder das rajadas de vento, inundações e doenças ocasionadas pelas águas contaminadas.

Há, ainda, muitas outras pequenas atitudes que previnem acidentes, como adotar calçados anatômicos com solado antiderrapante, verificar os brinquedos para certificar-se de que não há partes que podem ser engolidas e retirar os tapetes e outros objetos que provocariam escorregões ou tropeções. Além disso, é recomendável estabelecer um bom diálogo com as crianças, buscando explicar os perigos de algumas situações.

Se o acidente não puder ser evitado saiba o que fazer em situações como:

Sufocamento e asfixia:

Se, ao engolir um alimento ou algum outro item, a criança estiver tossindo, a orientação é ficar perto e esperar até que ela consiga expelir sozinha o objeto estranho. Caso isso não aconteça e o pequeno fique pálido, é preciso chamar o resgate o mais rápido possível e procurar alguém que saiba fazer as devidas manobras de desengasgo e desobstrução das vias aéreas. Cuidado ao tentar tirar o objeto da boca da criança, pois existe o risco de empurrá-lo ainda mais.

Queda

Primeiro, segure a criança até que ela pare de chorar e observe sintomas diferentes do usual. Entre eles estão perda de consciência, palidez, vômitos, choro prolongado, alterações no comportamento (sonolência ou agitação excessivas) e dor no pescoço ou nas costas. Se houver algum sintoma mais importante ou uma parada respiratória deve-se imediatamente chamar o socorro. Se tiver no ambiente alguém apto, as manobras de ressuscitação devem ser iniciadas.

Afogamento:

Remova a criança o quanto antes do local e deixe-a deitada. Chame o socorro imediatamente. É importante manter a criança aquecida, porque a hipotermia, que é a baixa temperatura, agrava os sintomas do afogamento.

Queimaduras

Na queimadura com fogo, a orientação é rolar a criança no chão para tentar apagar as chamas e, assim que estiver controlado, lavar com água e levar para o hospital. No caso da queimadura por escaldamento, enquanto busca a ajuda de um profissional da saúde, lave a área com bastante água corrente. Já em quadros de queimadura elétrica, o primeiro passo é desligar o interruptor da chave e, depois, afastar a vítima da corrente elétrica. O ideal é não encostar nela, porque você pode levar um choque também. Em seguida, chame socorro e certifique-se de que a criança está respirando – se não estiver, inicie as manobras de ressuscitação ou procure alguém que esteja apto a fazê-las.

Intoxicação

A primeira coisa que deve ser feita é ligar para o Centro de Controle de Intoxicação mais próximo de onde você estiver e descrever o que foi ingerido, em que quantidade e o horário em que o fato aconteceu. Enquanto a ajuda não chega, evite que o pequeno pule ou fique muito agitado. A criança de pé favorece que o agente tóxico desça mais rápido.

Cortes:

Cortes de pequena proporção devem ser lavados com água e sabão. Se houver sangramento, pressione a área o máximo que puder e procure atendimento médico o mais rápido possível.

Mordidas de animais

Lave o local com água e sabão e procure atendimento médico. Se possível, observe o animal para ver se ele não tem alguma doença.(Com informações: Ministério da Saúde)


Consumidores de todo o país podem consultar linhas pré-pagas pelo CPF

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:24
categoria: Nacional

(Foto: Reprodução)

A partir desta quarta-feira (22), os usuários de todo país podem consultar as linhas pré-pagas e verificar a possibilidade de cadastros indevidos. A consulta feita por meio do CPF que já estava valendo para os consumidores das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, também será estendida aos clientes de telefonia móvel das regiões Sul e Sudeste.

As empresas de telecomunicação brasileiras disponibilizaram, em parceria com a Anatel, um site para que o usuário possa consultar. O consumidor da linha pré-paga que quiser fazer consulta para verificar a ocorrência de fraudes com linhas associadas indevidamente ao seu CPF deve acessar o portal.

A consulta vale para os celulares das prestadoras: Algar, Claro, Oi, Sercomtel, TIM e Vivo. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a medida vai possibilitar ao consumidor verificar a linha pré-paga em seu nome. Caso contrário o usuário pede o cancelamento.

“Hoje no Brasil há cerca de 135 milhões de celulares pré-pagos e, destes, três acessos a cada 1.000 apresentam inconsistências cadastrais”, informou a agência.

Segundo a Anatel,  a iniciativa do portal visa “garantir uma base cadastral do serviço correta e atualizada, a fim de evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, proporcionar mais segurança aos consumidores.”

O pedido de cancelamento feito pelo consumidor deverá ser atendido em até 24 horas, caso a solicitação seja executada por meio de atendente, e até 48 horas se solicitada automaticamente (no call center ou portal da prestadora, sem a intervenção humana).

A Anatel destaca que o serviço não traz informações para quem possui linhas de celular pós-pagas. A página também disponibiliza orientações para quem identificar a existência de linhas cadastradas indevidamente em seu nome. Neste caso, o cliente deverá entrar em contato com a operadora para correção das informações. (Fonte: Agência Brasil)


Marketing Digital é tema de curso gratuito em Petrolina

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:22
categoria: Tecnologia

(Foto: Sebrae)

Com o objetivo de abordar as principais estratégias de relacionamento no mundo online, a Faculdade UNINASSAU Petrolina promove, na próxima terça-feira (28) o minicurso sobre Marketing Digital. Evento acontece na Instituição a partir das 18h30.

O evento é direcionado a qualquer pessoa que tenha interesse pessoal e/ou profissional na temática. O curso será ministrado pelo jornalista, professor universitário e especialista em jornalismo digital, Cecílio Bastos.

O diretor da Instituição, Sérgio Murilo, destaca que “o curso abrange todas as áreas de atuação, todas as profissões, afinal, todos estão imersos no mundo online e é preciso conhecimento para traças estratégias coerentes e de sucesso para alcançar as metas estabelecidas”, disse.

Para participar basta se inscrever no site extensao.uninassau.edu.br e doar 1 kg de alimento não perecível. (Ascom)


Candidatos prejudicados em correções podem acionar MEC e Inep na Justiça

por Adriana Rodrigues 23 de Janeiro de 2020 às 12:15
categoria: Educação

(Foto: Carlos Cecconello/Folhapress)

Ensino Médio causou transtornos aos estudantes que prestaram o exame. Na primeira edição sob comando do governo Jair Bolsonaro, 6 mil candidatos foram prejudicados pelos erros atribuídos à gráfica contratada.

A medida a ser tomada é acionar juridicamente o Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsáveis pela prova. A Justiça não vai mudar a nota final do candidato, mas pode obrigar o MEC e o Inep a fazerem uma nova correção.

Além da Defensoria Pública da União (DPU) e do Ministério Público Federal (MPF), advogados particulares podem atuar nessa situação.

Para dar início a uma ação judicial, é preciso que o candidato reúna documentos de identificação com foto, comprovante de endereço (que pode estar em nome de terceiros), comprovante de inscrição no Enem ou comprovante de nota no exame, e, se houver, a reclamação pelo e-mail que o MEC disponibilizou.

No caso dessa iniciativa em específico, é solicitado também que o candidato apresente comprovante e hipossuficiência, alegando a impossibilidade financeira de contratar um advogado. O mesmo requisito é cobrado pela Defensoria Pública da União. (Com informações: Bahia. Ba)


Pátio de eventos: Miguel Coelho assina ordem de serviço para início das obras

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2020 às 13:08
categoria: Regional

(Foto: Alexandre Justino)

A Prefeitura de Petrolina inicia nesta semana a construção do novo pátio de eventos para o São João. A ordem de serviço para as obras foi assinada pelo prefeito Miguel Coelho nesta terça (21). A estrutura receberá R$ 2,8 milhões em investimentos e deve ficar pronta em quatro meses.

O novo pátio será construído na área onde funcionava o Centro de Abastecimento de Petrolina (Ceape), às margens da Avenida Sete de Setembro. O local terá 60 mil metros quadrados, cerca de 30% a mais de espaço que o Ana das Carrancas. A área ainda é mais centralizada e de fácil acesso, agilizando a chegada dos milhares de petrolinenses e turistas ao melhor São João do Brasil.

A primeira etapa da obra consiste na limpeza do terreno e remoção dos restos da estrutura antiga do Ceape. Em seguida, será feita a terraplanagem e a pavimentação do piso onde os forrozeiros irão curtir nove dias de festa junina.

Para o prefeito Miguel Coelho, o novo pátio possibilitará maior conforto e infraestrutura já que o terreno amplia a capacidade de público e de instalação de equipamentos de som e cenografia. “O São João se tornou um evento de tamanho nacional, que movimenta mais de R$ 200 milhões. Então, a gente precisa acompanhar esse avanço. O novo pátio pode receber até 20 mil pessoas a mais e fica numa área com muito mais acessos. Além disso, estamos reaproveitando uma estrutura que estava sem uso e isso reduzirá muito os custos que teríamos para construir um pátio num terreno que teria de ser desapropriado”, salientou o prefeito. (Ascom)