asdasdasdasd

Secretaria de Saúde afirma que mais de 75 mil fichas de atendimento foram descartadas pela gestão Lóssio

por Redação Nossa Voz 13 de Dezembro de 2017 às 09:35
categoria: Saúde

A demora no atendimento na rede municipal de saúde em Petrolina é um problema que perdura ao longo dos anos. Entra gestão, sai gestão... e a espera é sempre longa. De acordo com a secretária executiva de saúde, Caroline Freire, a desorganização encontrada na secretaria após a saída do ex-prefeito Júlio Lóssio e o prefeito Miguel Coelho assumir o governo municipal, dificultou os avanços no serviço.

Ela explica que a Secretaria de Saúde arcou com uma dívida de cerca de 11 milhões de reais e que este primeiro ano de gestão foi para organizar as contas e serviços da pasta. “Estamos fechando as contas para não terminar o ano de forma tão assustadora. Encontramos a prefeitura com muitas broncas. Tentamos honrar os compromissos que ficaram, como, por exemplo, com os fornecedores, parta que em 2018 a gente consiga andar com as próprias pernas”, explicou Caroline, acrescentando que as dívidas estão sendo quitadas de forma parcelada.

Sobre as demoras nos atendimentos, a secretária executiva explicou que, no início da gestão, uma caixa com 75 mil fichas para atendimentos foi encontrada descartada na sede da secretaria. “Isso prejudicou muito o nosso serviço. Isso realmente causa uma demora”, explicou Caroline. Ela enfatiza que funcionários da saúde estão entrando em contato com cada paciente que estava com o nome nessas fichas encontradas.


Contas de Julio Lossio podem ser votadas antes do recesso parlamentar e movimenta Câmara de Vereadores de Petrolina

por Redação Nossa Voz 13 de Dezembro de 2017 às 08:55

As contas do ex-prefeito Julio Lóssio podem ser votadas antes do recesso parlamentar na Câmara de Vereadores de Petrolina. A informação foi confirmada pelo presidente da comissão de finanças Ronaldo Silva.

Ele ainda revelou à nossa reportagem que diante da indisponibilidade do ex-prefeito em assinar o documento dando ciência da tramitação do processo nas comissões parlamentares competentes, a notificação foi feita através do diário oficial do município.

E com toda essa expectativa, duas informações de bastidores estão fervendo a tramitação desse parecer que está sendo finalizado pela Comissão de Finanças da Câmara de Petrolina.

A primeira dá conta de que o prefeito de Petrolina Miguel Coelho está constantemente se reunindo com os vereadores da sua base e cobrando a adesão dos parlamentares à rejeição das contas de Julio Lóssio. Tal posicionamento tem causado desconforto aos vereadores que estão em cima do muro e não declararam abertamente de lado estão na Casa Plínio Amorim, a exemplo do vereador Elismar Gonçalves.

Para a rejeição é necessário angariar 16 votos, ou seja, maioria absoluta da casa que precisa ir de encontro ao parecer do Tribunal de Contas do Estado que aprovou as contas de Lóssio com ressalvas.

E a segunda informação bombástica diz respeito aos vereadores situacionistas Ruy Wanderley e Edilsão do Trânsito. Os dois estariam emplacando uma licença da Câmara Municipal justamente para não participar dessa votação jogando o abacaxi nas mãos dos seus suplentes.

Questionado se estaria insatisfeito com o prefeito Miguel Coelho, Ruy limitou-se a responder apenas isso aí: “Quando tem alguma coisa me incomodando, eu vou direto no prefeito e falo”, limitou-se.

Para bom entendedor, meias palavras bastam! 

Karine Paixão 


Enquete Nossa Voz: internautas não sentiram crescimento na economia do Brasil

por Redação Nossa Voz 13 de Dezembro de 2017 às 08:54
categoria: Economia

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística a economia continuou crescendo no o terceiro trimestre de 2017. Os sinais de uma recuperação econômica, ainda que tímida, já aparecem nos balanços divulgados por diversas empresas. Segundo a pesquisa, os brasileiros gastaram mais nesse período e influenciaram positivamente o crescimento da economia. Entretanto, em uma enquete realizada no site do Nossa Voz, os internautas afirmaram que não sentiram a alteração positiva. Confira o resultado:



  • Senti um crescimento na economia: 0%





  • A situação continua a mesma: 85,7%




  • Senti uma queda na economia: 14,3%




Eleições de gestores, vice e coordenador pedagógico da Rede Municipal acontecem nesta quarta-feira (13) em Juazeiro

por Gabriela Canário 13 de Dezembro de 2017 às 08:41
categoria: Cotidiano

A Secretaria de Educação e Juventude – SEDUC, através da Comissão Eleitoral Central do Processo de Eleição realizam nesta quarta-feira (13), das 8h às 17h, as Eleições 2017 para Gestor, Vice-Gestor e Coordenador Pedagógico da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro.

De acordo com o Edital poderão votar alunos com idade igual ou superior a 12 anos, pais ou responsável legal pelo estudante regularmente matriculado, servidores públicos municipais estáveis e/ou efetivos, em exercício de suas atividades. Serão escolhidos candidatos de 127 unidades escolares da Rede Municipal.

O processo de escolha dos candidatos acontece em quatro etapas. Na primeira etapa, a prova escrita foi de caráter seletivo e eliminatório, onde os candidatos às funções de Gestor Escolar e Vice-Gestor se submeteram a uma prova de conhecimentos e habilidades gerenciais, e os de Coordenador Pedagógico fizeram prova de conhecimentos e habilidades pedagógicas; a segunda etapa foi a avaliação psicológica. A eleição será a terceira etapa, e por fim a posse dos eleitos, que acontecerá em fevereiro de 2018.

“Estamos realizando a terceira eleição de gestores da Rede, e este ano com algumas novidades, como a participação do coordenador pedagógico na chapa. A partir da decisão do ex-prefeito Isaac Carvalho tomada em 2010, a escolha dos dirigentes escolares começou a acontecer através do voto, e o prefeito Paulo Bomfim está dando continuidade, consolidando a gestão democrática da Educação de Juazeiro. Estamos cumprindo também a meta 19 do Plano Municipal de Educação – PME”, concluiu a secretária da SEDUC, Lucinete Alves.


Agrovale faz parceria com BNB para liquidar dívidas de 300 agricultores familiares

por Gabriela Canário 13 de Dezembro de 2017 às 08:39
categoria: Oportunidade

A Agrovale fechou parceria com o Banco do Nordeste nesta segunda-feira (11) para a liquidação da dívida de 300 agricultores familiares em Juazeiro e outras quatro cidades vizinhas, na Bahia. De acordo com a gerência da entidade bancária, os beneficiários terão seus nomes tirados da lista de inadimplentes ainda nesta semana.

O anúncio do pagamento ocorreu numa reunião entre a diretoria da Agrovale e representantes do banco. Na prática, a ação se antecipa ao vencimento da Lei 13.340 de 2016, que dá prazo de até o dia 28 de dezembro para agricultores e pecuaristas do Nordeste poderem liquidar as suas dívidas com bônus de até 95% ou repactuá-las para pagamento em 10 parcelas anuais e sucessivas com a primeira parcela vencendo em 30/11/2021.

Segundo o gerente geral do BNB, Vane Elzo Nascimento, a entidade vem negociando com os clientes desde dezembro de 2016 as dívidas rurais amparadas na Lei 13.340/16, no entanto, mesmo com todo o empenho do banco junto aos produtores, sindicatos, entes públicos locais, não vem conseguindo o êxito desejado.

“São beneficiários desta lei os produtores rurais, que contrataram com operações de crédito até 31/12/2011, que devido às estiagens verificadas na região nos últimos anos, tiveram dificuldade de caixa para honrar seus compromissos com os bancos e, por conta disso, inclusive, acabaram ficando sem acesso a novos créditos”, afirmou Vane Elzo.

Na parceria fechada com o banco, a Agrovale se dispôs a liquidar as dívidas das famílias mais carentes, produtores da Agricultura Familiar (PRONAF), contratadas até 31/12/2006. Além de Juazeiro, onde a empresa quitará as operações de crédito de 200 agricultores, também estão incluídos os municípios de Curaçá, Casa Nova, Sento Sé e Sobradinho, que terão outras 100 famílias beneficiadas. “A iniciativa da Agrovale tem uma grande importância social para região porque, com a liquidação das dívidas em atraso, essas famílias serão reinseridas no mercado financeiro, podendo ter acesso a novos créditos para financiar seus empreendimentos”, explicou Vane Elzo.

A Lei 13.340 permite a renegociação das dívidas, com bônus, contratadas até 2011, sendo que para as operações contratadas até 2006 com valor até R$ 15 mil, o bônus chega até 95% para liquidação. No entanto, considerando que a essa Lei está vigente até 29/12/2017 e que ainda existe muitas famílias que não regularizaram suas dívidas, corre-se o risco do prazo expirar e os clientes perderem os seus benefícios.

Exemplo

O Diretor Financeiro e TI da Agrovale, Guilherme Colaço Filho, disse que a empresa se sensibilizou com o número de famílias impossibilitadas de contratar créditos, uma vez que os agricultores visam com esse tipo de operação: plantar, financiar e produzir em suas propriedades. “Essa ação faz parte do Projeto de Responsabilidade Social da Agrovale, que entende que seu objetivo não é simplesmente ir atrás do lucro e resultados, mas ser uma empresa sustentável. E quando o Banco do Nordeste nos trouxe esse problema que estava acontecendo na região, identificamos como uma oportunidade de mais uma vez contribuir com a sociedade onde estamos inserida”, afirmou.

De acordo com o gerente da agência, Vane Elzo, a empresa sucroalcooleira é a primeira da região a fechar parceria com o BNB para saldar dívidas de agricultores familiares carentes. Guilherme Colaço Filho inteirou que a Agrovale também não pretende ser a única e já está encorajando várias empresas a quitarem débitos de outras famílias. “Essa ação traz benefícios para as finanças da cidade, faz a economia girar e dá retorno para as próprias empresas que acreditarem nesse projeto. É uma ação social de final de ano que beneficia a todos”, completou ele.

Por questões de sigilo bancário, o Banco do Nordeste não revelará os nomes das famílias beneficiadas nem o valor total de suas dívidas. Porém, segundo a agência, os agricultores receberão uma carta informando que a usina liquidou seus débitos.

Além do diretor Financeiro e TI da Agrovale, Guilherme Colaço Filho, e do gerente geral do Banco do Nordeste, Vane Elzo Nascimento, estiveram na reunião o agente de Desenvolvimento do BNB, Jorge Murillo de Carvalho; o gerente de Negócios da agência, Nacelino Olivar; e o diretor vice-presidente da Agrovale, Denisson Flores.  


Mercado Turístico vai abrir aos domingos em dezembro

por Gabriela Canário 13 de Dezembro de 2017 às 08:38
categoria: Regional

Para facilitar as compras de Natal e Ano Novo dos clientes, o Mercado Turístico de Petrolina vai funcionar em horário especial em dezembro. As lojas vão abrir as portas aos domingos, 17, 24 e 31, das 7h ás 14h, para proporcionar mais comodidade aos petrolinenses.

De acordo com o diretor de feiras, Tony César, a mudança no horário foi adotada para atender às necessidades de compra do consumidor, mas também dos permissionários que se preparam para contratar mão de obra temporária, apostando que as vendas sejam positivas nessa época do ano. “A gestão municipal sempre dará o apoio necessário aos comerciantes que têm o espaço como fonte de renda, e, neste período, o objetivo é facilitar as compras e estimular as vendas”, disse Tony.

O Mercado é organizado e fiscalizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário e o horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 7h às 18h e aos sábados das 7h às 14.


Lei para reformulação de conselho causa polêmica e oposicionista afirma que comissões são fictícias

por Karine Paixão 13 de Dezembro de 2017 às 07:49



Enviado a Câmara de Petrolina em regime de urgência urgentíssima na sessão desta terça-feira (12), o Projeto de Lei nº 033/2017 de autoria do Poder Executivo dispõe sobre o Conselho Municipal do Meio Ambiente, que será composto por 23 membros e deve deliberar sobre as questões ambientais em Petrolina  junto a Agência Municipal de Meio Ambiente. Mas um equívoco na proposta enviada pela Prefeitura de Petrolina e corrigida através de uma emenda do próprio Executivo ao projeto com revogação da Lei nº 1599/2004 gerou polêmica entre as bancadas de situação oposição e criticas até de integrantes da bancada de situação. 

Ronaldo Cancão, que é presidente da Comissão de Justiça e Redação e que deu parecer favorável ao projeto mesmo identificando o equívoco, reforçou que não é possível fazer revogação de Lei através de uma emenda aditiva. Mesmo assim foi favorável ao projeto. “Eu quero fazer uma crítica ao governo e posso fazer. Não se pode mandar um projeto e depois ter emenda. Significa que não teve uma atenção especial a Lei 1.599. Quando a gente a gente não tem uma certa experiência a gente pede a quem tem uma certa experiência para orientar. Eu já disse ao procurador que nenhuma Lei pode chegar a essa casa sem dizer, não uma justificativa, mas no cabeçalho da Lei que tem que revogar uma Lei anterior. Aqui se altera a Lei 1599, que inclusive ela já altera a Lei nº 692/96, é a terceira alteração na Lei do Conselho do Meio Ambiente. O prefeito melhora quando altera a quantidade de componentes de 25 para 23 e inclui o IF que tem um trabalho com o Meio Ambiente e além dele tem membros da associação imobiliária, além disso um dirigente da CDL e um representante da Federação da Indústria do Estado de Pernambuco. Então fica aqui essa minha observação e eu costumo observar pra depois corrigir. Já houve aqui uma falha, onde se coloca uma emenda num projeto que chega alterando a Lei. Vai ter o meu voto, a Lei nova ela melhora. Mas fica aqui a minha observação”, se posicionou Cancão. 

Para o líder da oposição, Paulo Valgueiro, a falta de experiência do governo de Miguel Coelho tem provocado equívocos e há falta de humildade da equipe em buscar informações com os mais experientes. Valgueiro também bate forte na atuação das comissões permanentes que dão pareceres favoráveis por não analisar as propostas enviadas e dizer amém ao que é enviado pela Prefeitura de Petrolina. “Infelizmente tem sido uma prática comum. Todos os projetos com exceção das Leis Orçamentárias, todos os projetos que tem vindo do executivo tem vindo com urgência urgentíssima e isso faz com que não haja uma tramitação normal, fica uma tramitação às pressas, praticamente na hora que chega já é colocado em votação. A gente tem que esquecer os palanques políticos, a prepotência de alguns que estão governando, a arrogância de alguns que estão governando e buscar somar e não o projeto vir errado do Executivo e a Câmara de se tornar uma batedora de carimbo, em vereadores lagartixas que dizem amém a tudo”.  A bancada de oposição se absteve de votar a proposta que foi aprovada pelos demais parlamentares. 

O vereador Ronaldo Silva, que é relator da comissão de Justiça e Redação, não há prejuízos para a população petrolinense com a aprovação da matéria, ao contrário, vai destravar obras paralisadas na cidade. Ele também atestou a regularidade das reuniões e análise de projetos pelas comissões as quais faz parte. “Eles não podem dizer que há reunião das comissões. Eles não participam, não fazem parte das comissões e não tem que participar. A AMMA precisa desse conselho e a provação precisa ser de urgência urgentíssima porque tem muitas obras paradas na cidade aguardando esse conselho”, ponderou. 


Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016

por Adriana Rodrigues 12 de Dezembro de 2017 às 13:55
categoria: Nacional

Indenizações por acidentes com automóveisO número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novembro chegou à marca de 355.238, um decréscimo de 9% em relação ao mesmo período de 2016. No entanto, quando avaliada somente a natureza da indenização, os casos de morte cresceram 24% em relação ao mesmo período do ano passado, correspondendo a 37.492 indenizações.

Os dados foram divulgados hoje (11) pela Seguradora Líder, administradora do Seguro Dpvat. Na cobertura por invalidez permanente, total ou parcial, foram registradas 263.923 ocorrências. Embora representem o maior volume de indenizações pagas no período, esse montante foi 15% inferior ao registrado no mesmo período do ano anterior.

Segundo a Seguradora Líder, a redução de quase 10% no total de indenizações pagas, em comparação com o mesmo período de 2016, reflete, por um lado, a conscientização da população; e, por outro, o rigor adotado pela companhia para combate a fraudes. De acordo com a empresa, foram evitadas, de janeiro a outubro, perdas de R$ 831,9 milhões, sendo R$196,7 milhões em indenizações indevidas não pagas por fraudes comprovadas.

“O Seguro Dpvat é de todos os brasileiros e tem como principal missão amparar as vítimas em momentos de vulnerabilidade. Por isso, estamos investindo em modernização de sistemas e no uso de tecnologias de última geração para pagar certo a quem tem direito”, afirmou, em nota, Ismar Tôrres, diretor-presidente da Seguradora Líder.

Motocicletas

No período de janeiro a novembro de 2017, os acidentes com motocicletas foram responsáveis por 74% das indenizações pagas pelo Seguro Dpvat. A região Nordeste continua com o maior número de casos de acidentes envolvendo este tipo de veículo, que responde por 63% das mortes no trânsito na região. A empresa destaca que as motocicletas representam apenas 28% da frota do país.

De janeiro a novembro, a maior incidência de indenizações pagas foi para vítimas do sexo masculino, mantendo o mesmo perfil identificado em anos anteriores. Pessoas com idades entre 18 e 34 anos foram as mais atingidas no período, representando 49% do total, o que corresponde a cerca de 172 mil indenizações pagas.


Miguel Coelho anuncia novo Clube do Bairro no Dom Avelar

por Adriana Rodrigues 12 de Dezembro de 2017 às 13:48
categoria: Regional

A comunidade do Dom Avelar terá uma ampla área para prática de esportes e lazer. Nesta terça, o prefeito Miguel Coelho assina a ordem de serviço para início das obras de construção de um novo clube do bairro na localidade. O equipamento será feito na Rua da Harmonia, próximo à associação comunitária e vai beneficiar centenas de moradores da região.

O novo clube será multifuncional, com equipamentos para várias atividades como quadra, pista de caminhada, brinquedos para a criançada, bancos e mesas para jogos. Além disso, o local terá arborização, deixando o espaço mais arejado e vivo. As obras devem durar *seis meses* com um investimento da Prefeitura de Petrolina de R$ 461 mil.

VIVEIRO - Na solenidade, o prefeito ainda assinará um termo para a construção de um viveiro de mudas público no Parque Josepha Coelho. A estrutura vai abrigar milhares de plantas da flora nativa, como ipês, que serão utilizadas nos plantios na cidade ou para doação à população. O viveiro municipal terá investimento de R$ 45 mil e deve fica pronto até fevereiro.


Paulo Câmara reage a críticas do Movimento Pernambuco Quer Mudar

por Adriana Rodrigues 12 de Dezembro de 2017 às 13:41
categoria: Polêmica

Depois que o grupo de oposição ao governo de Pernambuco lançou nesta segunda-feira (11), um Movimento para concorrer às eleições de 2018 e tecer duras críticas à atual gestão do Governo de Pernambuco, o Governador Paulo Câmara (PSB) reagiu ao manifesto apresentado pela oposição.

Para o socialista, o grupo está fazendo “politicagem” antes do tempo. “Não é momento de estar fazendo campanha política, eu acho que não é momento da gente buscar, diante de tantas dificuldades, oportunismo político para questões que são tão sérias”, disse o Governador, na noite desta segunda-feira (11).

Uma das críticas feitas pela oposição foi a questão da segurança. Durante solenidade ontem à noite na Assembleia Legislativa do Estado, o governador comentou o assunto. “Eu nunca fugi desse debate, pelo contrário. Se quiser contribuir, será muito bem ouvida. Agora, não contribui. Falar que os homicídios estão altos, eu falo todo dia. Falar que está tendo muitos roubos, furtos, roubos, eu falo todo dia. Agora, nos últimos três meses, a gente deu respostas importantes. Por que o nosso planejamento está bem feito”, falou Paulo Câmara, acrescentando números de contratações de policiais civis e militares. (Com informações do JC online)