asdasdasdasd

Inscrições para mesário voluntário nas eleições 2018 estão abertas

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 18:15
categoria: Oportunidade

Em Petrolina já está em andamento a campanha de cadastro para mesário voluntário para as eleições 2018. É o que informa o chefe da 145ª zona Eleitoral de Petrolina, Edvanilson Araújo. De acordo com ele, no município, estão sendo ofertadas 2.580 vagas, para quem queira participar sem convocação. Oa interessados já podem fazer suas inscrições, no site do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE) www.tre-pe.jus.br através do preechimento de cadastro. 

A exigência é ser maior de 18 anos de idade e estar em dia com a justiça eleitoral. A prioridade é para quem tem o Ensino Médio Completo. As vantagens de atuar como mesário são o recebimento de um valor como auxílio- alimentação, direito a dois dias de folga no trabalho, sendo mais dois dias de folga para quem participar do treinamento. Além disso, a atuação pode servir como critério de desempate em concursos públicos. Outro benefício é destinado ao mesário universitário, que terá direito a 30 horas de crédito na grade extracurricular.

Não existe prazo para fazer a inscrição, mas quem deseja participar da eleição 2018, o ideal é se cadastrar antes do mês de junho, quando está prevista a convocação dos mesários.

As pessoas que se inscreverem como mesário voluntário devem esperar a convocação oficial, porque apenas o ato da inscrição não confirma a nomeação imediata.


Governo formaliza envio do projeto de lei de privatização da Eletrobras

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 17:43
categoria: Nacional

O Diário Oficial da União (DOU) publica nesta segunda-feira (22) a mensagem de envio ao Congresso Nacional do projeto de lei sobre a privatização da Eletrobras, conforme antecipou o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. A proposta foi assinada pelo presidente Michel Temer na sexta-feira (19) depois de reunião com os ministros de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e da Fazenda, Henrique Meirelles.

O projeto “dispõe sobre a desestatização da Centrais Elétricas Brasileiras S.A. – Eletrobras e altera a Lei nº 10.438, de 26 de abril de 2002, a Lei nº 9.991, de 24 de julho de 2000, e a Lei nº 5.899, de 5 de julho de 1973”. A matéria segue para o Congresso em regime de urgência, para que a tramitação ocorra em 45 dias.

A avaliação é que o envio do projeto de lei neste momento será uma sinalização positiva para o governo levar à 48ª edição do Fórum Econômico Mundial. O presidente Michel Temer embarca na noite desta segunda-feira para a Suíça, sede do evento.

A assinatura do projeto de lei também é uma tentativa de demonstrar que o governo não mudou de ideia e continua disposto a privatizar a empresa. O ceticismo em relação à proposta cresceu diante da resistência do Congresso e de disputas judiciais que envolvem o tema. A proximidade das eleições também pode prejudicar as discussões.

De acordo com comunicado do Palácio do Planalto, o projeto de lei vai limitar a 10% o poder de voto para qualquer acionista que detenha participação no capital superior a esse limite e vai assegurar a vedação a acordo de acionistas que ultrapassem esse limite. “Estas medidas evitam a concentração de mercado e a tomada hostil de controle por outra companhia”, diz o comunicado

O projeto de lei também garante à União uma ação de classe especial “golden share”. A ação “protege o modelo de corporação e garante a indicação de um membro do Conselho de Administração, além daqueles associados à participação societária da União previstos na Lei das S.A”. “Com isso, a Eletrobras se tornará uma corporação nacional permanente e promotora de eficiência e competição”.

A ação vai garantir à União poder de veto em casos de liquidação, modificação do objeto, das sedes e da denominação social da Eletrobras e de suas subsidiárias e alteração de alguns itens do estatuto social.

Uma parte dos recursos gerados com a descotização da energia das hidrelétricas da Eletrobras será repassada aos consumidores para abater encargos setoriais que oneram a conta de luz. A outorga e o valor adicionado pelos novos contratos de concessão será calculado pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

O projeto de lei prevê que a descotização será feita de forma gradual, num prazo de no mínimo três anos e de no máximo cinco anos. Ainda de acordo com o comunicado, os consumidores vão se beneficiar da queda no custo de transmissão de energia. Isso porque o projeto de lei substitui o indicador que atualiza a indenização das transmissoras do setor, atualmente o custo de capital própria, para o WACC (custo médio ponderado de capital)

“Além dos ganhos advindos da valorização de sua participação societária, a União passará a receber dividendos do resultado econômico da empresa na proporção da sua participação, bem como o incremento da arrecadação tributária decorrente da lucratividade esperada”, diz o comunicado.

“A operação contribuirá diretamente ao equilíbrio fiscal, pois a empresa deixará de competir com recursos públicos necessários à educação, saúde e segurança”, acrescenta o governo.

O projeto de lei prevê a destinação de R$ 9 bilhões para ações de recuperação e revitalização da Bacia do Rio São Francisco. Os recursos serão pagos pela Eletrobras ao longo dos 30 anos de concessão, com parcelas anuais de R$ 350 milhões nos primeiros 15 anos e de R$ 250 milhões nos últimos 15.

O projeto de lei mantém sob controle da União a Usina Binacional de Itaipu e a Eletronuclear, dona das usinas de Angra 1 e Angra 2 e da futura Angra 3. (Com informações Blog do Jamildo)


Fetape organiza ato a favor de Lula em seis cidades de Pernambuco

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 17:39
categoria: Política

A Fetape (Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares) prometeu que vai articular para que trabalhadores rurais de todas as regiões do Estado,  ‘ocupem as ruas’ nesta terça-feira (23/01), numa corrente ‘pela democracia’ e em apoio ao ex-presidente Lula, julgado pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, no dia 24 de janeiro.

“As organizações e movimentos envolvidos nas mobilizações estão fazendo uma pergunta simples: Cadê a prova contra Lula?”, dizem, em provocação {à Justiça Federal.

Segundo a entidade, mais de 20 mil pessoas confirmaram participação nos atos que ocorrerão no Recife, em Garanhuns, Serra Talhada, Petrolina, Afogados da Ingazeira, Ouricuri e Caruaru.

“Estamos articulando os trabalhadores e trabalhadoras rurais e os nossos diferentes parceiros para a reafirmação do nosso compromisso com a luta pela Democracia. A condenação do ex-presidente é política. Ele está sendo condenado por ter acabado com a fome de muita gente; por ter incluído o Nordeste, o campo, os negros, os indígenas e os mais pobres no projeto de desenvolvimento do Brasil; por ter acreditado que a maior riqueza do nosso país é o seu povo. Por tudo isso, também estamos afirmando: Eleição sem Lula é fraude”, disse o presidente da FETAPE, Doriel Barros.

“Durante as atividades, em horários diversos, caravanas, de mais de 150 municípios, levarão bandeiras, cartazes e faixas. Haverá, ainda, falas políticas, panfletagem, apresentações culturais, gritos de guerra e cantos relacionados às grandes questões que estão em pauta: democracia e Justiça. A organização dos atos começou desde o mês de dezembro, quando, durante a reunião do Conselho Deliberativo da FETAPE, mais de 350 lideranças de todo o Estado assumiram o compromisso com a mobilização de suas bases para esse momento”.

 

Programação dos atos – 23 de janeiro

No Recife

O ato será na Praça Tiradentes, no Cais do Apolo (próximo à Prefeitura) – a partir das 14h, envolvendo trabalhadores e trabalhadoras rurais dos municípios da Mata Norte, Mata Sul e do Agreste Setentrional. A atividade acontece junto com a Frente Brasil Popular e outros parceiros.

Em Serra Talhada

Será na Praça Sérgio Magalhães, às 8h. O ato envolve trabalhadores e trabalhadoras de 14 municípios do Polo Sindical do Sertão Central e mais 11 do Submédio São Francisco. Vários parceiros locais também estão nessa articulação.

Em Caruaru

A concentração será em frente a Agência do INSS, às 14h30, de onde os/as participantes sairão em caminhada até o Marco Zero. Além dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de 21 municípios da região, diferentes parceiros estão articulando os trabalhadores/as urbanos/as.

Em Garanhuns

O “Ocupa Garanhuns em Defesa de Lula e da Democracia” terá início às 8h30, com concentração no Colunata. De lá, os milhares de participantes que estão sendo esperados, entre eles trabalhadores e trabalhadoras rurais dos 34 municípios do Polo Sindical do Agreste Meridional, seguirão até o Fórum, no Parque Euclides Dourado. Esse ato também está sendo organizado pela FETAPE e diferentes parceiros locais.

Em Afogados da Ingazeira

O ato será em frente o Ministério Público, a partir das 8h, envolvendo trabalhadores/as rurais dos 13 municípios do Polo Sindical do Pajeú e trabalhadores/as urbanos articulados por parceiros locais.

Em Ouricuri

Haverá uma vigília, dia 23, a partir das 18h, na Praça de Eventos do município e, no dia 24, haverá o acompanhamento do julgamento em frente ao Fórum da Cidade. Além de trabalhadores/as dos 11 municípios do Polo Sindical do Araripe, a Frente Brasil Popular e outros vários parceiros locais estão participando da mobilização.

Em Petrolina 

O ato será às 8h, na Praça do Centenário. Participarão trabalhadores e trabalhadoras de seis municípios do Polo Sindical do Sertão do São Francisco, além de parceiros locais.


Prefeitura adianta programação da Operação Tapa-buraco para ampliar atendimento em Petrolina

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 17:35
categoria: Regional

As equipes da Operação Tapa-buraco já estão atuando em novos bairros a partir desta segunda-feira (22). Depois de passar por importantes pontos da cidade, como as avenidas da Integração, Governador Nilo Coelho, avenida das Nações, além dos bairros São José e Vila Eduardo, agora o trabalho segue até o fim do mês na rua 15 do Jardim Guararapes, nos bairros Gercino coelho e Cohab Massangano, além de novos trechos da Integração e da avenida Nilo Coelho. A ideia de adiantar o cronograma da primeira semana de fevereiro para a penúltima de janeiro se deu por causa da grande demanda registrada nestas outras localidade. Boa parte dos registros foram feitos através da Ouvidoria Municipal da Prefeitura de Petrolina e repassados para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS).

Outro ponto atendido pela Tapa-buraco, que não estava previsto na programação inicial, foi a Avenida Marechal Hermes da Fonseca, conhecida como Estrada da Banana, na zona oeste da cidade. No local havia um grande buraco que estava causando sérios transtornos para os condutores que trafegavam por lá. O serviço de recuperação asfáltica da pista foi realizado na última quinta-feira (18). O atendimento também foi feito por causa da grande demanda registrada, tanto na Ouvidoria quanto na imprensa local. 

De acordo com o secretário da SEDURBS, Eduardo Carvalho, a população tem papel importante na condução dos trabalhos da Operação Tapa-buraco. “Todo o efetivo está na rua a fim de resolver os problemas das comunidades. Quem melhor sabe onde está cada buraco é a população que trafega todos os dias pelas ruas da cidade, por isso, quando há essa colaboração das pessoas que se preocupam em entrar em contato com a gente, conseguimos fazer as adequações necessárias no nosso planejamento para atender o maior número de localidades”, destaca Carvalho. 

OUVIDORIA

O setor que apura todas as demandas da cidade e direciona para as secretarias responsáveis é a Ouvidoria Municipal. Para entrar em contato é simples: basta que o cidadão ligue para o telefone 156 ou se dirija até a sede da Prefeitura de Petrolina, de segunda à sexta-feira, sempre pela manhã. A tecnologia também ajuda e por isso a Ouvidoria disponibiliza dois canais digitais de contato. O primeiro é o WhatsApp, pelo número (87) 9 9985-0081. O segundo é o site www.petrolina.pe.gov.br. Em ambos, além de registrar a solicitação de serviço, sugestão ou reclamação, é possível enviar fotos e vídeos, que facilitam o trabalho das equipes que vão atender cada demanda.


Contribuintes já podem retirar carnês do IPTU com 15% de desconto pelo site da Prefeitura de Petrolina

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 17:31
categoria: Regional

Os contribuintes já podem pagar em cota única o IPTU de Petrolina, com o desconto de 15% sobre o valor total. A Prefeitura disponibilizou, através do site http://www.petrolina.pe.gov.br/new/, a guia de recolhimento que pode ser paga até o dia 10 de março. “Antecipamos o carnê para quem já deseja efetuar o pagamento antes mesmo do IPTU chegar à sua residência. Para quitar o tributo municipal basta imprimir o boleto, pagar nas agências bancárias cadastradas e aproveitar o desconto”, disse Edilson Nascimento, secretário executivo de Tributos.

Edilson ainda reforçou que o desconto só é valido apenas para quem acessar diretamente o site da Prefeitura. “Os contribuintes devem acessar o site da Prefeitura para ter direito ao desconto de 15%, no atendimento da Secretaria de Fazenda, na sede e no Expresso Cidadão, o boleto sai com 10%”, explicou. Os descontos só são válidos para os contribuintes adimplentes até dezembro de 2017.

A partir de março, os carnes serão entregues nas residências e o contribuinte terá uma segunda opção de pagar em cota única, mas o desconto vai para 10 %, entre os dias 11 de março até 10 de abril.  O IPTU ainda poderá ser parcelado em até oito vezes, vencendo a 1ª em 10.04 e as demais parcelas em vencimento 30 dias após esta data, com o valor mínimo da parcela de R$ 49,02.  

Os recursos arrecadados através do IPTU são destinados a saúde, educação e outros investimentos para o município. 


OAB Pernambuco chama a atenção para exigências que envolvem a lista de material escolar

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 17:30
categoria: Polêmica

Com a proximidade da volta às aulas, a compra de materiais escolares requer atenção por parte dos pais, mães e responsáveis. Não apenas os preços devem ser considerados, mas também os produtos solicitados pelas escolas merecem cautela. Pensando nisso, a Comissão de Defesa do Consumidor (CDC) da OAB Pernambuco divulga os 48 itens que não devem ser pedidos e destaca outras determinações legais relacionadas às instituições de ensino neste aspecto.

“Não podem ser incluídos na lista de materiais escolares itens de limpeza, de higiene, de expediente ou escritório e outros que não se vinculem diretamente às atividades desenvolvidas no processo de aprendizagem”, afirma o presidente da CDC, Ewerton Kleber de Carvalho Ferreira. O advogado ressalta que a instituição de ensino não pode indicar a marca do material a ser adquirido nem o local para compra sob o risco de cometer ilegalidade e que estudantes não podem ser impedidos de tomar parte das atividades escolares caso ainda não tenham adquirido os itens.

O presidente da Subseccional Petrolina, Alexandre Torres, explica que os pais que se sentirem lesados podem, no primeiro momento, dialogar com a escola, mas se caso não houver entendimento devem procurar os órgãos de defesa do consumidor ou um advogado de sua confiança.


Trabalhador acima dos 60 anos começa a receber hoje as cotas do PIS/Pasep

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 17:28
categoria: Economia

Os trabalhadores a partir de 60 anos de idade e que têm conta corrente ou poupança individual na Caixa Econômica Federal (Caixa) ou no Banco do Brasil (BB) receberão nesta segunda-feira (22) as cotas dos fundos do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Pagos a pessoas dessa faixa etária que trabalharam com carteira assinada antes da Constituição de 1988, os valores serão creditados nas contas bancáriasna noite desta segunda-feira (22).

Para os demais trabalhadores que não são correntistas dos dois bancos públicos, os saques poderão ser feitos a partir da próxima quarta-feira (24). A previsão é de que 4,5 milhões pessoas tenham direito a um total de R$ 7,8 bilhões referentes a essas cotas, sendo 2,7 milhões de pessoas cotistas do PIS e 1,8 milhão do Pasep.

Há alguns anos, o trabalhador só tinha acesso à cota quando completasse 70 anos, se aposentasse ou tivesse doença grave ou invalidez. A partir da Medida Provisória nº 813, publicada ao final de dezembro do ano passado, o benefício foi estendido a mulheres a partir dos 62 anos de idade e a homens com mais de 65.

Os dois programas foram criados na década de 1970. O PIS tem a finalidade de integrar o empregado do setor privado e o desenvolvimento da empresa, enquanto o Pasep reune arrecadações da União, de estados, municípios, Distrito Federal e territórios destinadas aos empregados do setor público. A Constituição de 1988 trouxe mudanças quanto a esse tipo de recurso, estruturando o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Com as regras atualmente em vigor, quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque, uma vez que o FAT distribui quantias reservadas ao seguro-desemprego, ao abono salarial e ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Saque

Por meio dos sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep é possível consultar se há saldo disponível para saque. Nas páginas, o trabalhador pode visualizar a data de início do pagamento e os canais disponíveis, além da melhor opção de pagamento.

Os beneficiários do PIS com valor até R$ 1,5 mil poderão fazer o saque nas unidades de autoatendimento da Caixa, utilizando apenas a senha do Cartão do Cidadão. Valores entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil podem ser sacados no autoatendimento, unidades lotéricas e da Caixa Aqui, devendo apresentar também um documento de identificação oficial com foto. Valores acima de R$ 3 mil poderão ser retirados apenas nas agências da Caixa, também com um documento de identificação com foto.

O saque das cotas do Pasep pode ser feito nas agências do Banco do Brasil, com apresentação de documento de identificação oficial com foto. Os beneficiários com saldo de até R$ 2,5 mil podem solicitar o envio a outra instituição financeira, sem custos, pela internet ou pelos terminais de autoatendimento do banco.

O saque poderá ser feito por outra pessoa que não seja o beneficiário, mediante procuração particular, com firma reconhecida, ou por instrumento público que contenha outorga de poderes para solicitação e saque de valores do PIS/Pasep.

Herdeiros dos beneficiários das cotas também estão autorizados a realizar o saque, sem a necessidade de seguir o calendário estabelecido. No caso de falecimento do cotista, os herdeiros podem se dirigir a qualquer agência da Caixa - no caso do PIS - ou do Banco do Brasil - para recebimento do Pasep -, portando um documento oficial de identificação e um documento que comprove sua condição legal de herdeiro.


Inscrições para o Sisu começam amanhã

por Adriana Rodrigues 22 de Janeiro de 2018 às 17:27
categoria: Nacional

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam amanhã (23) e vão até a próxima sexta-feira (26) no site do Ministério da Educação (MEC). Ao todo, serão 239.601 vagas oferecidas em 130 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais.

Podem se inscrever estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, que obtiveram nota na redação diferente de zero e que não sejam treineiros (participantes menores de 18 anos no primeiro dia de realização da prova). É necessário informar o número de inscrição do Enem 2017 e a senha mais atual cadastrada no site.

O Sisu foi desenvolvido pelo ministério para selecionar candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior que utilizarão a nota do Enem como única fase de seu processo seletivo. A seleção é feita com base na nota obtida pelo candidato. No site do MEC, é possível consultar as vagas disponíveis, pesquisando as instituições e os seus respectivos cursos participantes.

Confira o cronograma completo do Sisu abaixo:

- 23/1 a 26/1: período de inscrições (as notas de corte serão divulgada nos dias 24, 25 e 26)

- 29/1: resultado da chamada regular

- 29/1 a 7/2: prazo para participar da lista de espera

- 30/1 a 7/2: matrícula da chamada regular

- 9/2: convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições a partir desta data


Governo afirma que não vai desistir de nomear Cristiane Brasil, diz Padilha

por Simone Marques 22 de Janeiro de 2018 às 16:49
categoria: Polêmica

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou ao Broadcast Político (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) que o governo não vai desistir de nomear a deputada do PTB, Cristiane Brasil, como ministra do Trabalho. "O governo tem absoluta convicção de que o direito está a seu favor ", disse, salientando o artigo 84, caput e inciso I da Constituição Federal. 

Segundo Padilha, essa crença na Constituição faz o governo "prosseguir na disputa judicial, com vistas a dar posse à Deputada Cristiane Brasil, já nomeada, como titular do Ministério do Trabalho", disse. "A decisão política, de nomear e dar posse a Ministros de Estado, é privativa do Presidente da República", completou.

Após o revés sofrido pelo governo na madrugada desta segunda-feira, a equipe do presidente Michel Temer ainda avalia a melhor estratégia jurídica, se recorrer o STF agora ou esperar o retorno dos trabalhos do judiciário, já que o processo em questão foi distribuído eletronicamente ao ministro Gilmar Mendes, que tem dado decisões favoráveis ao governo. 

No Planalto, interlocutores do presidente já destacam um receio da cúpula do governo com a "ingerência do Judiciário" em atribuições do executivo ainda mais porque nos próximos meses o presidente terá que fazer uma série de substituições no primeiro escalão por conta dos ministros que deixarão o cargo para concorrer nas eleições. 

Na avaliação de uma fonte do Planalto, até abril, mês em que o prazo para que os concorrentes deixem o cargo na Esplanada precisa estar "muito claro que nomear ministros é atribuição do presidente", pois novas situações como a da deputada Cristiane pode agravar a relação entre os poderes. 

Na madrugada desta segunda-feira, a ministra Cármen Lúcia suspendeu temporariamente a posse da deputada federal Cristiane Brasil como ministra do Trabalho. O Planalto chegou a marcar a cerimônia para as 9 horas da manhã, justamente para evitar novas liminares. Apesar disso, mesmo na madrugada Cármen impediu que a cerimônia acontecesse. 

A decisão da presidente do STF foi feita no âmbito de um processo movido por um grupo de advogados trabalhistas, o mesmo que foi autor da ação popular que impediu a posse de Cristine por duas semanas. No sábado, o vice-presidente do STJ, ministro Humberto Martins, havia autorizado a posse de Cristiane Brasil. (Diario de PE)

 


Avião que caiu com Teori não registrou pane ou mau funcionamento, diz FAB

por Simone Marques 22 de Janeiro de 2018 às 16:39
categoria: Política

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou nesta segunda-feira (22) um relatório no qual informou que não há registro de pane ou mau funcionamento no sistema do avião que caiu com o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), em janeiro do ano passado.

Teori e mais quatro pessoas morrreram no acidente, em Paraty (RJ). Segundo a FAB, embora o piloto do avião, Osmar Rodrigues, fosse "experiente", na hora do acidente as condições de visibilidade eram "restritas".

Saiba abaixo os principais pontos do relatório da FAB:

Não há registro de pane ou mau funcionamento no avião;

O piloto era "experiente" e tinha 30 anos de atuação;

Visiblidade era "restrita", "muito abaixo" da exigida e informação estava disponível;

Vítimas morreram por politraumatismo.

Segundo o coronel Marcelo Moreno, responsável pela investigação, a apuração da FAB identificou que a visibilidade na baía de Paraty estava abaixo da recomendada para operações.

O coronel disse, ainda, que Osmar Rodrigues tinha quase 7,5 mil horas de voo e, somente na aeronave que caiu, KingAir C90, quase 3 mil horas.

Segundo o coronel da FAB, Rodrigues pilotava o avião desde 2010 e, nos 12 meses anteriores ao acidente, havia feito 33 voos com destino a Paraty – o piloto estava com a documentação em dia.

O acidente completou um ano no último dia 19 e, nesta segunda, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da FAB apresentou o relatório sobre as investigações.

O Cenipa não aponta culpado num acidente aéreo. Apresenta fatores que contribuíram para a causa do acidente, de forma a evitar novos desastres aéreos. (G1)