asdasdasdasd

Depois de dois meses paradas "obras da Avenida Sete de Setembro serão retomadas", diz Aero Cruz

por Adriana Rodrigues 12 de Abril de 2018 às 10:21
categoria: Polêmica

Um dos maiores gargalos no que diz respeito a Infraestrutura de Petrolina é a duplicação da Avenida Sete de Setembro. A ordem do serviço foi assinada em 22 de setembro do ano passado e as obras iniciadas em janeiro de 2018, porém logo depois, foram suspensas. Na época o chefe de serviços do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), Leandro Teixeira, justificou que os serviços da Avenida Sete de Setembro, foram interrompidos em decorrência das chuvas. O que era para facilitar a vida dos que trafegam pela avenida, tem sido alvo de muitas reclamações. A estrada esburacada, escura, impossibilitando o tráfego, causam revolta.

Na sessão da Câmara desta quinta-feira (12), o vereador Gabriel Menezes cobrou a retomada das obras e criticou os colegas que ficam calados diante do que ele considera, "tamanho descaso". Ele especificou alguns prejuízos com a obra parada. "Os comerciantes estão aflitos, pessoas estão sendo demitidas, quedas em venda. O desvio de trânsito dificulta. Estão esperando as eleições.  Eu não quero acreditar que esses vinte vereadores não estão sendo cobrados. É questão de humanidade retomar aquela obra. Que desviem o fluxo de caminhões. É inadmissível que fiquemos calados com tam tamanho descaso", reivindicou.

“A gente notificou a empresa (Dnit), e passaram para gente que retornarão as obras dentro de oito dias”, anunciou o líder da situação na Câmara Aerolande Cruz (PSB), ao ser questionado sobre o assunto.

A duplicação tem investimento de quase R$ 7 milhões e deveria ser concluída em cinco meses. O corredor é um eixo estratégico para conexão na entrada e saída de Petrolina, além de dar acesso a mais de dez bairros como José e Maria, Areia Branca, Dom Malan, Centro, Caminho do Sol, Vila Eulália, Jardim Maravilha e Gercino Coelho.