asdasdasdasd

José Batista desafia 'fogo amigo' na bancada da situação e fala das mudanças de partido para 2020

por Redação Nossa Voz 12 de Março de 2019 às 14:47
categoria: Política


O vereador de Petrolina-PE, José Batista da Gama (PDT) comenta o clima de salve-se quem puder na Câmara de Vereadores vislumbrando a sucessão eleitoral de 2020. "Não vai ter mais coligação na proporcional, cada partido vai apresentar seu número de candidatos e os candidatos vão trabalhar no sentido de se eleger. (...) É questão de sobrevivência", explicou o vereador.  

Batista também comentou que alguns vereadores da situação estão sendo convidados a mudar de lado. "Eu já tomei conhecimento de que três vereadores da nossa bancada já foram tentados pela cooptação por um dos (pré) candidatos a prefeito de Petrolina". 


Fogo amigo

Sobre o ciúme do 'fogo amigo', termo que se refere a vereadores da base aliada do prefeito Miguel Coelho que estariam incomodados com o espaço que José Batista vem dando para o seu sucessor e filho Wenderson Batista, o vereador foi enfático: "Quando eu tava na secretaria, eu ouvia: - ah que você tá pedido voto pra seu filho. (...) Eu não tô pedindo voto não, eu tô trabalhando. (...) Eu quero ver quem diabo é que vai agora empatar que meu filho ande comigo. Eu reivindicado as obras para Petrolina e ele do meu lado", desafiou o vereador.  


Mudança de Partido

Mesmo garantindo que não será candidato em 2020, José Batista informou que vai trocar de partido durante a janela partidária e seguir os passos dos líderes políticos O senador Fernando Bezerra Coelho e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, caso a legenda se mantenha na base de Paulo Câmara. "O PDT é da base aliada do Governo do Estado e eu tenho que estar num partido que apoie a reeleição de Miguel. A gente vai conversar com o senador (FBC) e o prefeito pra ver qual o partido", revelou.