asdasdasdasd

Durante visita a Cabrobó Secretário Antônio de Pádua, fala sobre ações para combater assaltos a carros-fortes e homicídios no Sertão

por Mário Souza 18 de Outubro de 2017 às 18:49
categoria: Regional

A cidade de Cabrobó recebeu na última terça-feira (17), parte da cúpula da Segurança Pública do Estado de Pernambuco. Visitaram o município, o Secretário Estadual de Defesa Social Antônio de Pádua Cavalcante, o Delegado Chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrler do Amaral, além dos gestores das Diretorias Integradas do Interior da Polícia Civil, José Rivelino e Polícia Militar, Coronel Morais.

Entre os objetivos da visita estavam uma vistoria nas estruturas das bases da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar e Delegacia de Polícia Civil, conferir em loco as necessidades da região na área de segurança e dialogar com o Prefeito Marcílio Cavalcante, sobre a possível mudança das sedes das Delegacias Seccional e Municipal, para novos endereços.

Após uma reunião interna com o titular da DINTER 2 Coronel Morais e o Comandante da 2ªCIPM, Major Ivanildo Moura, o Secretário Antônio de Pádua, conversou com reportagem do Programa Nossa Voz da Grande Rio FM Cabrobó, sobre o quadro da segurança no estado.

Entre os pontos abordados, destaque para o grande número de investidas a carros-fortes e a instituições bancárias na região. “São ações violentas que acontecem não só aqui em Pernambucos mas nos estados vizinhos também. Normalmente são ações organizadas e com armas de grosso calibre. A Polícia está enfrentando, estamos fazendo o trabalho. Está fazendo o trabalho em duas frentes ; a frente preventiva com policiamento ostensivo, com o trabalho da Polícia Militar nas fazendo eventualmente o acompanhamento de rotas que identificamos como rotas quentes de assaltos a carro-forte, a cidades que podem ser alvo de assaltos ou explosões de banco. Por outro lado a Polícia Civil fazendo o trabalho investigativo, fazendo as prisões desses assaltantes. Temos esse ano, mais de 40 assaltantes de banco presos, temos alguns que foram mortos em confronto com a Polícia. Temos muitas ações para serem desencadeadas, temos a possibilidades da chegada ainda esse de helicópteros aqui para o Sertão, para auxiliar no trabalho de combate e investigação dos assaltos a carros-fortes e a bancos” ressaltou.

Nós também questionamos Antônio de Pádua, sobre como a SDS pretende atuar diante do grande número de homicídios registrados em Petrolina. “Sabemos que a violência é uam realidade não só em Petrolina mas em vários municípios de Pernambuco. Temos ciência dessa preocupação, por isso que o investimento é tão grande na área de segurança. È o maior investimento em todos os anos do governo Paulo Câmara, que mostra a preocupação com segurança. Os números já baixaram do início do ano até aqui. Já vemos que há uma diminuição. Obviamente não há nada para comemorar , temos muito que trabalhar. Trabalhar todos os dias para reduzir esse número de homicídios e diminuir cada vez mais o número de crimes contra o patrimônio, que é o tanto preocupa a população” comentou.

Ainda durante a visita a Cabrobó, o titular da Secretaria de Defesa Social esteve reunido com o Prefeito Marcílio Cavalcante. Entre as pautas do encontra estava a mudança de endereço das Delegacias Seccional e Municipal, do atual prédio alugado na Avenida São Francisco, para imóveis de propriedade do estado na Rua Epaminondas Hipólito Lima.

Anteriormente destinados como residências do Juiz e Promotor da comarca as residências estavam abandonadas e estão passando por reformas e estruturação para abrigarem a polícia judiciária. Após o encontro ficou acordado que as adequações devem ser concluídas no final do mês de novembro. Um grande evento que poderá contar com a presença do Governador Paulo Câmara deve ser organizada para inaugurar as novas instalações da Polícia Civil em Cabrobó.


Manifestantes bloqueiam Trevo do Ibó

por Mário Souza 18 de Outubro de 2017 às 08:37
categoria: Regional

Manifestantes de diversos movimentos sócias, trabalhadores rurais, professores e membros da sociedade civil organizada, realizam neste momento um bloqueio no Trevo do Ibó entre os municípios de Cabrobó e Belém do São Francisco-PE.

O local é importante entrocamento entre as BRS 428, 316 e 116, que ligam o Sertão Pernambucano a capital Recife e outros estados do País.

Segundo representantes da Federação do Trabalhadores da Agricultura do Estado de Pernambuco (FETAP), entre as pautas de reivindicação estão a falta de orçamento do Governo Federal para agricultura familiar, as privatizações dos bancos públicos e a privatização da CHESF.

Ainda segundos os manifestantes o protesto é pacífico, mas ainda não previsão de liberação das estradas.


Técnico diz que semáforos não são os responsáveis por trânsito lento em Juazeiro e Petrolina

por Redação Nossa Voz 17 de Outubro de 2017 às 10:35
categoria: Regional

Segundo autoridades competentes de Petrolina, os semáforos implantados nas Avenidas Santos Dumont e Raul Alves, no Centro de Juazeiro, têm causados diversos congestionamentos, chegando até mesmo à cidade pernambucana. As filas de veículos tiveram um aumento significativo nos últimos meses e vêm causando diversos transtornos para os motoristas. As maiores ocorrências são nas mediações da Ponte Presidente Dutra, que dá acesso à cidade baiana.

Nilo Ferreira Lima, que é motorista, mora em Petrolina, mas precisa transitar diariamente entre as duas cidades. Ele afirma que os constantes engarrafamentos têm prejudicado o trabalho. “O problema é muito grave. O trânsito está caótico. Eu trabalho com saúde e a gente transita com pacientes, medicação. Depois que colocaram aquele semáforo, a situação - que já não era boa -, só piorou”, criticou.

De acordo com o inspetor-chefe da Polícia Rodoviária Federal em Petrolina, Paulo Lima, é preciso medidas eficazes para a desobstrução do trânsito entre as duas cidades, destacando que a única ligação que tem entre Petrolina e Juazeiro é a Ponte Presidente Dutra. “Há muito tempo necessitamos de uma outra ponte para fazer essa ligação. É necessário que seja construído o mais rápido possível. As medidas que estão sendo tomadas, são medidas paliativas”, disse.

Entretanto, para o supervisor de Engenharia de Tráfego da Companhia de Segurança, Trânsito e Tráfego (CSTT), Abner Oliveira, as intervenções foram uma solução para os incidentes que ocorriam com frequência nos locais. “Era necessário se colocar semáforos e eles são sincronizados. Vale a pena o sacrifício para evitar os acidentes que acontecem ali”, destacou o técnico.

Segundo o diretor-presidente da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), Geraldo Miranda, com a implantação do semáforo, criou-se uma barreira, desacelerando o trânsito em ambas as cidades. “Você cria fila e as retenções porque não tem fluidez. Você cria uma barreira. Tudo que tiver no caminho do veículo cria uma retenção e o semáforo de Juazeiro está causando essa retenção. Faz-se a fila porque não tem por onde fugir”, explicou. Entretanto, Abner Oliveira contesta e diz que um dos problemas é a falta de locais para o escapamento de veículos no sentindo Petrolina/Juazeiro. “Eu vejo uma incoerência nisso. Olha quantos escapamentos têm em Petrolina para escoar. Em Juazeiro só se tem uma, então é obvio que haja essa retenção”, destacou.

Um outro ponto a se destacar, afirma ainda o técnico, é o grande fluxo de veículos pesados nos horários de pico. “É muito grande o fluxo. Tem que proibir esse fluxo nesse horário. Eu acho que seria uma boa experiência porque o fluxo na faixa da BR é muito lenta por causa do número de veículos pesados”, acrescentou.


Entrega de crianças para adoção: Programa Acolher chega às comarcas de Serra Talhada e Salgueiro

por Redação Nossa Voz 16 de Outubro de 2017 às 17:45
categoria: Regional

O Programa Acolher, da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Pernambuco (CIJ/TJPE), será implantado, na segunda-feira (16/10), na comarca de Serra Talhada, Sertão do Estado. Durante o dia, no fórum da cidade, serão apresentadas as metodologias de trabalho utilizadas no Programa, como fluxos de atendimento e trâmites legais nos processos de entrega de crianças para adoção. Na terça-feira (17/10), a implantação ocorre na comarca de Salgueiro.

Participam do encontro magistrados e servidores do TJPE, representantes do Ministério Público e Defensoria Pública; além de profissionais de órgãos que integram a rede de proteção à criança e ao adolescente, como Conselho Tutelar, Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social.

A entrega do filho para a adoção é um direito das mães e gestantes previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Para a coordenadora do Programa Acolher, Cynthia Nery, a iniciativa busca orientar as pessoas sobre tal possibilidade. “Nosso objetivo é esclarecer que a entrega de uma criança para adoção pode ser feita de forma responsável e dentro da lei, sem colocá-la em situação de risco. A metodologia do Programa faz com que haja todo um cuidado no trato com essas mulheres, que se encontram em estado de fragilidade, para que sejam tratadas com respeito”, explica a pedagoga.

O Programa Acolher consiste na implantação e na uniformização dos serviços jurisdicionais de atendimento e assistência a mulheres que expressem o desejo de entregar o filho à adoção. As ações buscam garantir da convivência familiar de crianças, evitando que mulheres e famílias em situação de vulnerabilidade psicossocial incorram na prática do abandono, infanticídio, entrega e adoção ilegal de suas crianças.

 


Procurador do MPT que já trabalhou quando criança realiza capacitação em Pernambuco

por Redação Nossa Voz 16 de Outubro de 2017 às 07:38
categoria: Regional

Nesta segunda (16), o Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco dá início a segunda etapa da capacitação dos professores da rede pública de ensino e dos agentes vinculados aos conselhos de proteção à infância. Os eventos fazem parte do projeto institucional “Resgate a infância” cujo objetivo é prevenir e combater o trabalho infantil. O procurador do Trabalho, gerente nacional do programa, Antonio de Oliveira Lima, estará presente na atividade. Ele, que já trabalhou quando criança, é uma referência na luta contra o trabalho infantil.

A história do procurador Antonio de Oliveira Lima foi marcada pelo trabalho infantil, hoje seu principal objeto de atuação dentro do MPT, tanto que atualmente coordena o “Resgate a infância”. Ele trabalhou na roça com os pais e com os irmãos. Escola pela manhã, trabalho à tarde. Quase abandonou os estudos.

O Projeto Estratégico "Resgate a Infância" do MPT possui três eixos: políticas públicas, educação e profissionalização. O objetivo geral é prevenir e combater o trabalho infantil, conscientizar a sociedade, fomentar políticas públicas, promover a formação profissional e proteger o trabalhador adolescente. No eixo educação, o MPT na Escola é a principal iniciativa.

Capacitações no Recife e em Serra Talhada

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco realiza nos dias 16, 17 e 18 de outubro a segunda etapa da capacitação dos professores da rede pública de ensino e dos agentes vinculados aos conselhos de proteção à Infância. Na segunda-feira (16), a capacitação ocorre no Recife, na Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Educadores do Recife (Avenida Real da Torre, s/n, próximo ao Mercado da Madalena).

Pela manhã, de 9h às 12h, a atividade será com os professores da rede municipal e estadual de ensino. Nela, os profissionais vão ser apresentados ao conteúdo do MPT na Escola, metodologia desenvolvida pelo órgão, voltada para a sala de aula. Já à tarde, no mesmo dia 16, é a vez dos conselheiros tutelares e dos demais representantes dos Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas).

Na terça (17), o projeto acontece no interior do estado, na cidade de Serra Talhada. Às 14h, no auditório da Câmara de Vereadores (Rua Enock Ignácio de Oliveira, 1280, Centro), será feita a capacitação com os profissionais da educação. No dia 18, quarta-feira, pela manhã, das 9h às 12h, o curso continua com os conselheiros tutelares e com os representantes da assistência social dos municípios do interior.

O ciclo de atividades é uma realização da Coordenadoria de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância), representada pela procuradora Jailda Pinto e pelo procurador Ulisses Dias de Carvalho. Nesta edição, conta com a participação especial do procurador Antônio de Oliveira Lima, gerente nacional do "Resgate a infância".

Municípios

Para as atividades no Recife, foram chamados, além das gerências de educação, os representantes dos municípios: Abreu e Lima, Água Preta, Aliança, Amaraji, Araçoiaba, Barreiros, Buenos Aires, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Camutanga, Carpina, Chã de Alegria, Chã Grande, Condado, Cortês, Escada, Ferreiros, Gameleira, Glória do Goitá, Goiana, Gravatá, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Itambé, Itapissuma, Itaquitinga, Jaboatão dos Guararapes, Joaquim Nabuco, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Macaparana, Moreno, Nazaré da Mata, Olinda, Palmares, Paudalho, Paulista, Pombos, Primavera, Recife, Ribeirão, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, São Lourenço da Mata, São Vicente Ferrer, Sirinhaém, Tamandaré, Timbaúba, Tracunhaém, Vicência, Vitória de Santo Antão, Xexéu.

Para o evento no interior, nos dias 17 e 18, foram notificadas as Gerências Regionais de Educação do Sertão do Moxotó-Ipanema, do Sertão do Alto Pajeú e do Sertão do Submédio São Francisco. Além delas, as Secretarias de Educação dos Municípios de Ibimirim, Santa Terezinha, Afogados da Ingazeira, Arcoverde, Brejinho, Buíque, Carnaíba, Custódia, Flores, Itaíba, São José do Egito, Serra Talhada, Sertânia, Tabira, Tupanatinga e Tuparetama.  A rede de proteção estadual e de cada uma das cidades também foi convidada.

MPT na Escola

A iniciativa é um projeto nacional e tem conseguido atingir seus principais objetivos, como conscientizar a sociedade por meio da comunidade escolar, romper barreiras culturais, mitos e fortalecer o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente. Só em 2015, MPT na escola teve adesão de 392 municípios em todo o país, atingindo 3.607 escolas 34.153 professores e 649.418 alunos.

No programa, educadores ganham formação sobre o Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente, trabalho adolescente protegido, com a Lei do Aprendiz, e combate e prevenção do trabalho infantil. Os educadores também recebem orientações sobre como abordar o tema em sala de aula e são convidados a criarem planos de ação para suas escolas, na intenção de construir projetos, sempre acompanhados pelo MPT.


Nova Promotora de Cabrobó, fala sobre como pretende atuar no município!

por Mário Souza 13 de Outubro de 2017 às 17:37
categoria: Regional

A nova Promotora de Justiça de Cabrobó, Gabriela Tavares Almeida, conversou com Mario Souza, apresentador do Programa Nossa Voz da Grande Rio FM Cabrobó. Durante a entrevista, ela falou sobre suas origens, o desejo de atuar no Sertão e a experiência como Delegada em Minas Gerais.

Ela também comentou como pretende atuar na cidade em defesa dos interesses da população. Gabriela Tavares também comentou o perfil de Promotora voltada para o Social que pretende exercer a frente do Ministério Público em Cabrobó.

Outro tema abordado, foi a preocupação da Promotora com respeito a Lei do Silêncio e a Poluição Sonora. Tavares advertiu os proprietários de Paredões, sobre os Termos de Ajustamento de Conduta feitos com MP anteriormente, que perduram mesmo com a mudança de Promotor.

Ouça a entrevista.


OAB propõe revisão do Pacto Pela Vida e mais polícia nas ruas

por Simone Marques 13 de Outubro de 2017 às 15:05
categoria: Regional

“Não se pode conceber que o Estado ainda esteja a executar plano de segurança elaborado há aproximadamente uma década”, afirma o relatório da OAB-PE que defende uma profunda revisão do Pacto Pela Vida. A entidade prega a realização de conferências regionais de segurança e a definição de novas estratégias para enfrentar modalidades mais aprimoradas de crimes que surgiram nos últimos 10 anos.

O texto, sob análise da Secretaria de Defesa Social (SDS), afirma que o governo demorou a reagir quando a violência voltou a crescer. E diz que a realização de esforços corretivos apenas a partir do comitê gestor do programa, sem repetir a ampla pactuação que o originou, limita os debates e passa à sociedade a impressão de que a gestão pouco está fazendo para combater a criminalidade.

O documento é fruto do trabalho de nove meses de um grupo de trabalho da OAB e propõe ações ao Estado, Legislativo e Judiciário para tentar reverter uma marca sanguinolenta: a previsão de que 2017 termine com o recorde de 5 mil assassinatos. Uma das preocupações centrais é a baixa presença de policiais nas ruas, depois que praças pararam de aderir ao Programa de Jornada Extra de Segurança (Pjes), em que os PMs recebiam um adicional para trabalhar além da sua carga horária.

“Pernambuco hoje tem um efetivo total de cerca de 18 mil homens, reunindo praças e oficiais. Mas na rua nós teríamos, no máximo, colocando por cima, 5 mil homens para o Estado de Pernambuco todo. O que é muito pouco”, afirma o advogado criminalista João Olímpio Mendonça, que presidiu a comissão da OAB que elaborou o documento. Embora a entidade entenda que o Pjes ajuda o Estado a multiplicar o número de homens nas ruas a um custo menor do que a nomeação de novos policiais, ela admite que o mecanismo deixa o Estado refém da pressão dos praças.

Uma das sugestões da OAB é que o governo realoque nas ruas os policiais que se encontram a disposição de órgãos públicos ou autoridades, ou mesmo nas áreas meio da própria SDS, convocando para o lugar deles membros da reserva. “Reconhecemos que o governador já tomou algumas providências, como a nomeação de 1,5 mil novos policiais. Mas é preciso fazer mais”, afirma João Olímpio.

A OAB também pede a reabertura da mesa permanente de negociação com a polícia, a valorização dos policiais e o aprimoramento das equipes de inteligência. Também prega uma PEC federal que estabeleça percentual mínimo para o financiamento da segurança pública. E defende a audiência de custódia como parte da solução da segurança, por ajudar a evitar a superlotação no problemático sistema prisional e corrigir eventuais equívocos na concessão de liberdade provisória.

O relatório da OAB vê uma sincronia entre o aumento da violência e o agravamento da crise econômica. Mas faz a ressalva de que de que diante dos resultados favoráveis registrados até 2014, parece ter havido certa acomodação do governo em relação à segurança pública. O documento ressalta que a escalada do crime organizado no Nordeste aproveitou fragilidades nas estratégias dos estados, introduzindo novas modalidades de crimes como a explosão de bancos e o crescimento do tráfico de drogas com armamento pesado.

“A prioridade que é dada à segurança pública no país, com raras exceções, se limita ao controle dos índices que impactam na avaliação dos governantes. Se estão dentro de patamares aceitáveis, o assunto sai da pauta de prioridades. Quando saem do controle, voltam à agenda prioritária. As estatísticas mostram claramente essa oscilação de prioridade, sobretudo nos dias atuais onde os governantes se baseiam em pesquisas de opinião para conduzirem as suas ações de modo a agradar os seus eleitores”, afirma o texto.

Através da assessoria, o secretário de Planejamento, Márcio Stefanni, coordenador do Pacto Pela Vida, afirmou que ainda não leu o relatório e adiantou que se posicionará sobre o documento tão logo ele seja analisado. O governo considerou o documento uma contribuição importante para o debate. (Diario de PE)


Senador Fernando Bezerra propõe fusão da Codevasf com Dnocs

por Adriana Rodrigues 12 de Outubro de 2017 às 11:43
categoria: Regional

O senador, Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) defendeu, nesta quarta-feira (11), a fusão de dois órgãos federais que atuam para o desenvolvimento regional: a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), ambos ligados ao Ministério da Integração Nacional.

A proposta de Fernando Bezerra foi apresentada durante a análise do Projeto de Lei (PLC) 68/2015. O senador entende que as atuações da empresa pública e da autarquia (Dnocs) sejam agregadas. Isto porque, conforme observou o Fernando Bezerra, ao se ampliar a área de abrangência da Codevasf para todo o semiárido nordestino as competências destas instituições ficarão semelhantes.

“Então, melhor que elas sejam fundidas, formando um novo órgão federal, com orçamento ampliado”, ressaltou Bezerra Coelho, que apresentou emenda ao texto da matéria. “Assim, evitaríamos uma sobreposição de atuações entre estas duas importantes instituições, uma vez que elas passariam a ter as mesmas demandas e os mesmos objetivos: promoverem o desenvolvimento regional por meio da garantia de recursos hídricos a arranjos produtivos irrigados”, acrescentou o parlamentar.

Originário da Câmara dos Deputados, o projeto de lei foi relatado no Senado por Walter Pinheiro (BA). Na emenda apresentada hoje por Fernando Bezerra, fica explícita a inclusão, na área de abrangência da Codevasf, da região do Vale dos Barris, localizada no estado da Bahia.

Na avaliação do vice-líder, as alterações propostas no PLC 68/2015 são “importantes e legítimas”. Contudo, o senador ponderou que a fusão da Codevasf e do Dnocs resultaria em racionalização e unificação das políticas públicas do governo para a promoção do desenvolvimento regional; principalmente, por meio da expansão das áreas irrigadas.

“Mas, as mudanças têm que vir acompanhadas da ampliação dos recursos orçamentários, já que o território beneficiado por estes órgãos também ficará maior”, observou Fernando Bezerra.

Com o intuito de ampliar o debate e o amadurecimento do projeto de lei, o presidente da Casa em exercício, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), retirou a matéria das discussões de hoje. Com isso, o PLC 68/2015 voltará à pauta do Plenário do Senado.


Agricultores ocupam estação da CELPE no Projeto Brígida, em Orocó

por Karine Paixão 9 de Outubro de 2017 às 15:36
categoria: Regional

Por Carlos José, Boa Vista FM

Agricultores ocupam desde sexta-feira (06) à noite estação de transmissão da CELPE no Projeto Brígida em Orocó em protesto contra corte de energia em perímetros irrigados de Itaparica, como o Fulgêncio em Santa Maria da Boa Vista ocorrido na última terça (03) quando os agricultores foram surpreendidos por mais uma suspensão no fornecimento de água. Agricultores de Petrolândia também apoiam o movimento, junto com alguns vereadores de Orocó como Ismael Lira (PSD) e Patrício do Brígida (PDT). O prefeito de Orocó, George Gueber (PT) está apoiando o movimento dos agricultores e cedeu uma máquina patrol para ajudar na ocupação do local onde os agricultores estacionaram vários veículos.

Enquanto acontece a ocupação existe uma tentativa da CELPE em retomar à estação para realizar um serviço dentro da unidade, o que segundo os agricultores “não seria verdade ”. Os manifestantes acreditam que essa seria uma estratégia para entrar e desligar a energia que foi religada pela comissão de agricultores desde a última sexta (06) com o objetivo de manter o Projeto Fulgêncio irrigado. 

Segundo os agricultores, a falta dágua traz um prejuízo é muito grande.

Ainda segundo informações dos integrantes da comissão, haveria uma liberação de recursos para pagar a energia por parte do Ministério da Integração Nacional repassado à CODEVASF, mas até agora nada foi resolvido porque o dinheiro não teria estaria na conta. Somente o Fulgêncio tem um débito superior a R$ 3,12 milhões e o total dos projetos quase R$ 6,43  milhões segundo dados do Polo Sindical de Itaparica.

A coordenadora do Pólo,Genilda Lindaura, tem conhecimento da situação e informou que existe uma mobilização junto aos gestores dos municípios que tem projetos ligados à Itaparica. Ainda segundo Genilda a discussão sobre o corte de energia acontece de forma geral e não separadamente sobre cada projeto A previsão é que aconteça uma reunião em Brasília para discutir o assunto e deliberar sobre a possível religação da Celpe nas próximas horas.


Campus IF Sertão em Santa Maria da Boa Vista é inaugurado e estrutura deve atender cerca de 1,2 alunos

por Neya Gonçalves 7 de Outubro de 2017 às 09:48
categoria: Regional

A Cidade de Santa Maria da Boa Vista no Sertão, vivenciou um momento histórico nesta sexta (06). Foi realizada a cerimonia de inauguração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambuco (IF Sertão-PE).

O evento contou com a presença de várias autoridades, entre elas o Ministro da Educação Mendonça Filho, que comemorou e destacou sua felicidade em participar dessa grande conquista, “é um momento importante para a comunidade que está comemorando e celebrando essa conquista que é do povo de Santa Maria e de Pernambuco, essa instituição irá gerar muitas oportunidades para os jovens e eu me sinto muito feliz, como ministro de participar desse momento”, destacou Mendonça Filho.

O Prefeito do município de Santa Maria da Boa Vista Humberto Mendes agradeceu a todos os que prestigiaram em especial ao ministro Mendonça Filho, “antes de mais nada quero agradecer a todos os que compareceram neste evento de inauguração do IF-Sertão. Para nós é motivo de muita alegria compartilhar esse momento com todos, esse campus que beneficiará não só Santa Maria, mas as cidades vizinhas também”, agradeceu o gestor boavistano.

Para a diretora do Campus IF Sertão Santa Maria da Boa Vista, Mauricene Lima a chegada do campus representa uma importante conquista para a cidade e um legado muito grande para a região, “olha é uma emoção imensurável, estou muito feliz em participar dessa história e desse legado, nosso campus a partir desta segunda já estará oferecendo, a todos os alunos, o que trabalhamos tanto para conquistar, eles vão desfrutar de uma estrutura e ensino de ótima qualidade, tanto os alunos de Santa Maria como os de toda a região” comemorou a diretora.

Também estiveram presentes da cerimonia de inauguração da unidade os Deputados Federais, Guilherme Coelho (PSDB), Gonzaga Patriota (PSB), Augusto Coutinho (SD), Adalberto Cavalcanti (AVANTE) e os Estaduais, Odacy Amorim (PT), Augusto César (PTB), os prefeitos dos municípios de Santa Maria da Boa Vista, Humberto Mendes (PTB), Lagoa Grande, Vilmar Capellaro (PMDB), Orocó, George Gueber (PT), Cabrobó, Marcílio Cavalcanti (PMDB), Santa Cruz, Eliane Soares (PR) e Curaçá-BA, Pedro Oliveira (PSC), além de ex-prefeitos, vereadores, secretários, servidores e alunos da nova unidade de ensino prestigiaram o evento.

Em sua infraestrutura a instituição conta com 5.577,39 m² de área construída, com 12 salas de aula, laboratório de física, matemática, biologia, química e línguas, dois laboratórios especiais, cozinha, refeitório, biblioteca, auditório, quadra poliesportiva, ambientes administrativos e estacionamento. O investimento total foi de R$ 10.818.186,47 mais um acréscimo de R$ 2.890,479,84 para aquisição de equipamentos e mobiliário para o campus.

Atualmente, o instituto oferece os cursos de técnico em agropecuária, técnico em edificações, técnico em segurança do trabalho e técnico em manutenção e suporte em informática, com cerca de 250 alunos e o novo local deverá atender até 1,2 mil estudantes após a implantação de cursos superiores até o final de 2019.

Davi Mendonça - Jornalismo Boa Vista FM