asdasdasdasd

Governo estuda BPC permanente para pessoas com microcefalia

por Milena Pacheco 21 de Maio de 2019 às 11:18
categoria: Saúde

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse hoje (20), que o governo estuda transformar o Benefício de Prestação Continuada (BPC) para pessoas com microcefalia causada pela epidemia de zika em uma pensão permanente. Segundo o ministro, a questão está sendo discutida no âmbito do Executivo.

Foto: Lúcio Távora/El País

O ministro deu a declaração ao lado da primeira-dama Michelle Bolsonaro, e da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, na abertura do seminário “Mães de Crianças com Microcefalia: Entendendo os Desafios e Superando o Preconceito”, na Câmara dos Deputados.

“As mães que têm BPC, se elas arrumam um emprego, elas perdem o BPC porque ele está vinculado a uma faixa de um quarto do salário mínimo per capita de renda mensal. Acima disso, não tem direito ao BPC”, lembrou Terra, em seu discurso.

“Nesse caso específico do zika, das crianças com microcefalia, o governo pode assumir a responsabilidade. Foi uma epidemia que não foi controlada de forma adequada e o governo [pode] de alguma forma assumir a responsabilidade e transformar o BPC numa pensão em que permite que as mães possam trabalhar e ter renda sem perder esse recurso”.

Segundo Terra, o Brasil teve 3.332 casos confirmados de microcefalia de 2015 a 2018, concentrados principalmente no Nordeste. (Com informações da Agência Brasil/Foto: Lúcio Távora/El País )


Prefeitura nega boatos de fechamento da UPA de Juazeiro

por Milena Pacheco 20 de Maio de 2019 às 17:04
categoria: Saúde

Após boatos de fechamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Juazeiro-BA, compartilhados nas redes sociais de pessoas da região, a Secretaria de Saúde do município publicou nota de esclarecimento nesta segunda-feira (20).

Foto: Reprodução Internet

Na nota, a prefeitura informa que a UPA vai passar por reformas estruturais e dentro de três meses, essa obra deve ser finalizada. E, por isso, durante esse período, “os serviços prestados pela UPA serão compartilhados pelo Hospital Regional e rede privada credenciada”, finalizou. (Fonte: Blog Nossa Voz/Foto: Reprodução Internet)


Posto de Saúde está sem atendimento para manutenção

por Simone Marques 16 de Abril de 2019 às 12:02
categoria: Saúde

A Unidade Básica de Saúde do bairro Santa Luzia em Petrolina, estará fechada até amanhã próxima quarta(17), devido a manutenção no local.

Usuários da Unidade devem ficar atentos às mudanças no atendimento durante os próximos dias.

Os atendimentos médicos marcados para estas datas serão remarcados e a equipe da unidade estará realizando visitas domiciliares nos próximos dois dias.

A Secretaria de Saúde reitera que os reparos são necessários para ofertar um serviço de qualidade à população.


Produtos típicos da Semana Santa vão ser fiscalizados em Petrolina

por Simone Marques 10 de Abril de 2019 às 08:54
categoria: Saúde

Em Petrolina-PE, a Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) iniciou uma fiscalização em estabelecimentos do município que comercializam pescado no município. Além de fiscalizar, a Vigilância Sanitária avalia a qualidade dos alimentos, as condições de armazenamentos dos produtos.

O trabalho também consiste em orientar o consumidor a identificar a qualidade do que está sendo vendido, como ficar atento às condições de higiene e organização dos funcionários e do local onde a compra é realizada; a aparência dos peixes, no caso do fresco, deve estar congelado, sem acúmulo de água ou pedras de gelo na embalagem; já o salgado deve estar embalado corretamente, sem manchas pretas ou rosadas.

“Essa fiscalização sempre é intensificada no período de Quaresma, por causa do aumento na procura por peixes em relação a outras épocas do ano. E preciso que a população esteja sempre em alerta para a qualidade do produto que se leva para casa, por se tratar de algo que estraga com facilidade, peixes com olhos fundos e sem brilho, guelras pálidas, esverdeadas ou escuras, ou ainda o peixe sem guelras ou com cheiro desagradável são impróprios para o consumo”, explica o inspetor sanitário da AMVS, Carlos Eduardo.

O consumidor que encontrar irregularidades pode formalizar uma denúncias através da Ouvidoria do Município. O telefone 156.


Com osso do crânio na barriga, paciente aguarda há 8 meses por cirurgia

por Simone Marques 9 de Abril de 2019 às 10:09
categoria: Saúde

Preocupada com a saúde do filho, que não anda, nem fala e só se alimenta com auxílio de outra pessoa, a ouvinte Veroneide Alves Barbosa entrou em contato com o programa Nossa Voz para fazer um apelo. Há oito meses Lorivan Alves Barbosa, de 25 anos, aguarda por um procedimento cirúrgico no Hospital Universitário de Petrolina-PE.

Ele sofreu um acidente de motocicleta dia 4 de agosto do ano passado e ficou internado por mais de um mês. Depois de liberado, Lorivan precisou voltar ao HU, pois teve hidrocefalia, que é acumulação de líquido no interior da cavidade craniana que causa inchaço do crânio, e passou mais dez dias internado.

O acidente aconteceu quando Lorivan passava perto do Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho. Ele bateu a moto que pilotava em um meio fio e sofreu ferimentos na cabeça. No HU, foi feita uma cirurgia para a retirada um pedaço do osso do crânio. E esse osso foi colocado na barriga de Lorivan para concluir a cirurgia posteriormente. Mas Veroneide Alves conta que esse osso está causando incômodos a Lorivan.

O prazo para a retirada desse osso era de quatro a seis meses, segundo os médicos. No entanto, já se passaram oito meses de espera. “O médico na época pediu para que eu agendasse a cirurgia dele, quando fui agendar marcaram para 6 de fevereiro deste ano, mas disseram que não tem vaga, pediram para aguardar e que assim que surgir entram em contato”, relatou a mãe de Lorivan que está desesperada por uma solução.

Ao Nossa Voz, a mãe desabafa: “meu filho é trabalhador, tem uma filha de 8 anos para criar. Ele trabalhava em uma empresa de manga e desde o acidente está acamado”. (texto: Iara Bispo)

 

 

 


HDM/Imip responde à denuncia de gestante que passou 12 horas sentada na unidade

por Simone Marques 4 de Abril de 2019 às 10:08
categoria: Saúde

Hoje (03) uma gestante entrou em contato com a redação do Nossa Voz reclamando da super lotação no Hospital Dom Malan/IMIP em Petrolina- PE. Segundo a ouvinte, ela chegou na unidade às 22h, passou quase 12 horas sentada aguardando um leito.

Na tarde de hoje a Assessoria do HDM/Imip respondeu aos questionamentos do Nossa Voz. Por nota, a unidade justificou que vive uma “situação extrema de superlotação e que, dentro das limitações inerentes aos serviços públicos de saúde, tenta tomar as melhores decisões para que as pacientes tenham a melhor assistência”.

O Hospital reforçou ainda que é referência em alto risco para mais de 50 municípios da Rede de Saúde Pernambuco-Bahia (Rede PEBA).


Menino que bebeu água sanitária em creche é transferido para o Recife

por Milena Pacheco 28 de Março de 2019 às 10:55
categoria: Saúde

Na madrugada de hoje (28), o menino de 2 anos que bebeu um copo de água sanitária, por engano, em uma creche de Paulo Afonso-BA foi transferido de UTI móvel para um hospital do Recife-PE, onde passará por cirurgia.

Luiz Miguel Batista Almeida foi levado para o Hospital da Restauração, mas, de acordo com a família, o estado de saúde dele é estável. O que se sabe é que o garoto deve ser submetido a uma cirurgia no abdômen, mas a data e os detalhes do procedimento não foram divulgados.

O menino bebeu um copo de água sanitária, que estava em cima de um mesa da creche, acreditando que fosse água. O caso aconteceu na segunda-feira (25) na Creche Municipal Lar da Criança Feliz.


Deputado Fernando Filho destina R$ 7,7 milhões para investimentos e manutenção de hospitais e postos de saúde em Pernambuco

por Redação Nossa Voz 25 de Março de 2019 às 12:09
categoria: Saúde

O deputado federal Fernando Coelho Filho (DEM-PE) destinou R$ 7,7 milhões em emendas para investimentos em saúde e manutenção de hospitais e postos de sete cidades de Pernambuco em 2019. O valor é metade dos R$ 15,4 milhões repassados para o estado neste ano. Somente o Hospital e Maternidade Santa Maria, em Araripina, receberá R$ 500 mil. A cidade do sertão pernambucano ainda será contemplada com R$ 550 mil para obras de pavimentação e R$ 500 mil para infraestrutura turística.

Outros quatro municípios pernambucanos serão beneficiados com R$ 2,85 milhões para obras de pavimentação.

Já na área da educação, o deputado Fernando Filho repassou emendas para a compra de equipamentos e móveis escolares em Petrolina e Orobó, que somam R$ 300 mil e R$ 200 mil, respectivamente. Petrolina também receberá R$ 500 mil para a construção de quadras esportivas, enquanto Orobó terá o mesmo montante de recursos para obras de infraestrutura hídrica.

Ainda na área de abastecimento de água, a Codevasf e o DNOCS foram contemplados com R$ 2,5 milhões para a compra de máquinas e equipamentos para obras de infraestrutura hídrica em todo o estado. (Ascom)


Reajuste salarial dos Agentes de saúde e endemias é aprovado na Câmara

por Redação Nossa Voz 21 de Março de 2019 às 15:59
categoria: Saúde

A Câmara de Vereadores de Petrolina-PE foi tomada por agentes de saúde e de endemias do município. O motivo é a votação do projeto de reajuste das categorias que está na pauta da sessão ordinária de hoje (21).

O Projeto de Lei nº 004/2019 é do poder executivo e tem como objetivo reajustar o piso salarial profissional da carreira de saúde. O texto foi aprovado nas Comissões competentes, passou por dois turnos de votação e foi aprovado com 21 votos dos vereadores. O projeto de reajuste escalonado ficou assim: Este ano o piso vai para R$1.250,00. Em 2020 passa a ser R$1.400,00 e no ano seguinte, será de R$1.550,00.

Durante a discussão do projeto, os vereadores José Batista da Gama (PDT) e Zenildo do Alto do Cocar (PSB), que fazem parte da bancada de aliados do prefeito de Miguel Coelho (PSB), trocaram farpas.


Estudo: 60% de gestantes já tiveram a zika em Pernambuco

por Redação Nossa Voz 13 de Março de 2019 às 10:14
categoria: Saúde

Um estudo sorológico com 262 gestantes que pariram entre janeiro e novembro de 2016, em Pernambuco, indicou que cerca de 60% delas haviam sido infectadas pelo zika e quase a totalidade tinham anticorpos para a dengue. O dado faz parte de um levantamento feito pelo Grupo de Pesquisa da Epidemia de Microcefalia (Merg) da Fiocruz de Pernambuco. 

O relatório completo foi publicado esta semana no periódico O PLOS Neglected Tropical Diseases. Nesta terça-feira (12), o tema foi um dos assuntos do seminário internacional “Zika Vírus: Três Anos após a Epidemia - Pesquisas em desenvolvimento e perspectivas de novas parcerias Pernambuco”, que reuniu na sede da Fiocruz Pernambuco, no Recife, os maiores nomes da pesquisa sobre o vírus. 

Das 262 grávidas triadas em oito maternidades da Região Metropolitana, 89 dos filhos nasceram com a microcefalia e 173 não tinham esta malformação. No geral, 7,25% das mães foram positivas para infecção recente pelo zika, o que significa dizer que o contágio delas era superior a seis meses antes do parto.

Nenhuma delas apresentava no momento do parto, os sinais agudos do vírus. A presença de muitas mulheres com anticorpos para dengue (principalmente a tipo 3 e 4) indicam que este pode não gerar proteção para a infecção futura de zika, como se imaginava. (foto: Reprodução Internet)