asdasdasdasd

Paciente idosa de Petrolina aguarda por consulta há 3 meses

por Redação Nossa Voz 8 de Janeiro de 2019 às 09:42
categoria: Saúde

Há 90 dias a dona Irene Coelho Viana, de 77 anos, recebeu um diagnóstico que de estava com as taxas hormonais alteradas e precisava passar por um médico endocrinologista. Ela fez todos os procedimentos, levou a guia de urgência à Secretaria Municipal de Saúde de Petrolina, em seguida ao posto de saúde da Cohab Massangano, mas até o momento não conseguiu se consultar com um especialista na rede pública municipal. "Minha guia é de urgência e não consigo me consultar", lamentou dona Irene. 

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Petrolina justificou que esse tipo de consulta não está sendo ofertada na rede pública do município. "Nós já abrimos dois credenciamos pra profissinais e clínicas, mas nenhum interessado apareceu. Hoje o serviço é ofertado somente na Upae", explicou a coordenadora da comunicação da prefeitura, Monyk Arcanjo.    

A idosa disse que buscou atendimento na Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP). "Já fiz de tudo, mas também não consegui marcar a consulta", afirmou dona Irene.  

Em nota a Upae informou que oferece, por mês, 3.200 consultas médicas (dentro de 17 especialidades) para marcação, através da VIII Regional de Saúde (VIII Geres). As vagas atendem pacientes de Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista. Por isso, a marcação fica a cargo de cada município. Em casos como o da dona Irene, é preciso entrar em contato com a Ouvidoria, que funciona presencialmente de segunda a sexta, das 7h às 16h, ou pelo telefone (87) 3866-9615.

Foto: Reprodução internet