asdasdasdasd

Menor é apreendido com simulacro de arma de fogo de Petrolina

por Gabriela Canário 6 de Dezembro de 2017 às 08:20
categoria: Segurança

Durante patrulhamento de rotina, uma equipe da Guarda Civil Municipal de Petrolina (GCM) abordou um adolescente que estava em atitude suspeita nas imediações do estádio municipal Paulo de Souza Coelho. Durante a revista foi encontrado com ele um objeto que imitava uma arma de fogo do tipo pistola. 

Imediatamente, o adolescente de iniciais E.A.C., de 16 anos, foi apreendido pelo efetivo da GCM e conduzido até a Delegacia da 213ª Circunscrição de Polícia Civil que fica no bairro Ouro Preto. No local, ele foi apresentado para a autoridade policial de plantão para que fossem tomadas as providências necessárias diante do caso. A apreensão do menor foi registrada por volta das 17h40 da última segunda-feira (04).


Mais de 40 policiais militares farão segurança no comércio de Petrolina durante Operação Papai Noel

por Gabriela Canário 5 de Dezembro de 2017 às 09:10
categoria: Segurança

O 5º Batalhão da Polícia Militar (5º BPM) iniciou nesta segunda-feira, dia 04, a operação Papai Noel, em Petrolina. De acordo com o Comandante Tenente Coronel André Rodrigues, o objetivo é proporcionar mais segurança para o Centro da cidade, reforçar o policialmente no Centro de Petrolina “em virtude do pagamento do décimo terceiro salário e circulação de dinheiro no comércio local”, quando as famosas “saidinhas de banco começam a acontecer”. A operação segue até o dia 31 de dezembro.

Ainda na manhã de ontem, após o início da operação, dois homens foram presos por furto. De acordo com o comandante, o Centro da cidade será patrulhado, das 7h às 21h, por 24 policiais a pé e 20 motorizados que circularão ainda nos comércios periféricos. Ele explica que com o reforço na área central da cidade, não haverá prejuízos em demais localidades. “Não há uma diminuição, houve um incremento do policiamento a pé no centro de petrolina. Não vai ter prejuízo operacional”, explicou. A ação conta com os apoios da Polícia Civil, Guarda Municipal e da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (Ammpla).

No reforço da segurança, a cidade está com 40 câmeras instaladas “que auxiliarão na visão que os olhos humanos não alcançam”, segundo o Comandante. Além disso, uma cabine de apoio foi montada na Avenida Souza Filho, que funcionará de base para o processo administrativo, todos os dias da semana, inclusive aos domingos, nos mesmos horários que a operação funciona.

Prevenção a roubos e furtos

De acordo com o Tenente Coronel André Rodrigues, as ações preventivas evitam que delitos aconteçam e que é preciso tomar algumas medidas quando estiver em porte de bens materiais. “É normal andar com dinheiro em espécie, mas algumas pessoas tendem abrir bolsa e carteiras em vias públicas e isso facilita ações de criminosos. Então a gente orienta que movimentem os seus pertences materiais na boca do caixa [no banco]. À noite, evitem andar sozinhos onde tem pouca movimentação e iluminação. É melhor estender o caminho e buscar proteção para evitar a ação de meliantes”, destacou.

Balanço de 2017

Houve uma diminuição nos índices de violência em 2017, em comparação ao ano passado, em Petrolina, como afirma o Comandante. “Petrolina é o segundo município com maior redução de roubos e assaltos. Temos números que mostram o trabalho do 5º BPM”. Ele enfatiza com o órgão possui ainda uma linha móvel que funciona 24h com WhatsAap à disposição da sociedade através do número (87) 9 8877-2102.


Operação Lei Seca abordou mais de 2 milhões de motoristas em 6 anos

por Gabriela Canário 4 de Dezembro de 2017 às 10:08
categoria: Segurança

Há seis anos, Pernambuco conta com ações educativas e de fiscalização da Operação Lei Seca (OLS), que tem o objetivo de reduzir o número de acidentados no trânsito pelo consumo de bebida alcoólica. Desde 2011, sob coordenação da Secretaria Estadual de Saúde (SES), já foram abordados nas blitze 2 milhões e 117 mil de motoristas, entre condutores de veículos e motos. Desse total, quase 40 mil pessoas (1,8%) foram autuadas por cometeram infração por alcoolemia, quando há a constatação do consumo de bebida, incluindo os crimes, ou a recusa ao teste do bafômetro. 

Neste sábado (02/12), para celebrar os seis anos, haverá blitz educativa, a partir das 14h30, em um dos principais corredores viários da cidade. Na ação, haverá entrega de material informativo, adesivos e bafômetros descartáveis, com a participação de educadores que foram vítimas de acidentes de trânsito e atualmente participam como mobilizadores na OLS. O bloqueio envolverá profissionais da SES, do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) e da Polícia Militar, além do Corpo de Bombeiros, Samu Recife e Universidade de Pernambuco (UPE). Haverá simulação de atendimento aos acidentados de moto, ressaltando os tipos de lesões mais comuns e ações imediatas que devem ser dadas às vítimas.

Entre 2012 e 2014, a média de crimes por embriaguez chegava a quase 400 ocorrências por ano. Entre 2015 e 2017, o registro foi de 150 casos. "Esta redução no número de motoristas embriagados nas nossas blitze nos mostram uma mudança de postura e cultura que só é possível a médio e longo prazo. Nossa missão maior é sensibilizar a sociedade e conscientizar os cidadãos, lembrando que a tolerância é zero para álcool e direção. Além de ser referência nacional quando o assunto é política pública para redução de acidentados, a Operação Lei Seca também rende bons resultados para a segurança pública no Estado de Pernambuco", pontua o coordenador da OLS, Fábio Bagetti.

Em seis anos, foram recolhidas 42.063 carteiras de habilitação, aplicadas 180.407 multas, registradas 39.787 infrações por alcoolemia (1.693 crimes; 29.993 recusas ao teste do etilômetro e 8.101 constatações de bebida ingerida pelo condutor). O Estado é pioneiro na implantação de uma vigilância sentinela de Acidentes de Transporte Terrestre (ATT) e o único no Brasil que tornou a notificação obrigatória em 17 unidades de saúde, que geram informações sobre os acidentados. 

MAIS ATIVIDADES - A Operação Lei Seca também intensificará bloqueios durante festas de final de ano. Entre os dias 21 de dezembro e 1º de janeiro, haverá paradas nas rodovias federais, estaduais e vias de todo o Estado, totalizando 84 ações de fiscalização e 24 ações educativas. Para reforçar a fiscalização, as atuações serão feitas em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) e guardas municipais. "Motoristas e condutores devem ficar atentos às blitze que ocorrem todos os dias da semana, durante o dia e à noite, e vamos diversificar ainda mais os horários de atuação por conta das confraternizações", comenta Fábio Bagetti.

 

EPIDEMIA - Atualmente, a epidemia de acidentes de trânsito, principalmente envolvendo motos, é o principal problema de saúde pública no Brasil. Em Pernambuco, por ano, são gastos cerca de R$ 1 bilhão com os acidentados de moto, quantitativo utilizado na saúde, previdência e outras áreas. No setor de saúde, esse tipo de paciente tem impacto na lotação dos leitos de enfermaria e de UTI, nas cirurgias eletivas, que precisam ser canceladas para que haja os atendimentos de urgência; e na reabilitação. No ano de 2017, dados referentes aos meses de atendimento de janeiro a novembro, mostram que 36.801 mil pessoas foram atendidas em alguma unidade de saúde por se envolverem em acidentes de transporte terrestre, sendo 26.809 motociclistas. No ano de 2016, foram 39.227 vítimas, sendo 29.104 motociclistas. 

 

DADOS DA OPERAÇÃO LEI SECA

 

2011 (apenas o mês de dezembro, quando a Lei Seca começou em PE)

 

- veículos abordados: 20.580

- multas por alcoolemia: 929 (170 constatações, 58 crimes e 701 recusas)

* percentual de multas por alcoolemia do total de condutores abordados: 4,5%

 

- multas geral: 1.538

 

2012

 

- veículos abordados: 251.139

- multas por alcoolemia: 8.613 (1.083 constatações, 473 crimes, 7.057 recusas)

* percentual de multas por alcoolemia do total de condutores abordados: 3,4%

 

- multas geral: 25.045

 

2013

 

- veículos abordados: 349.792

- multas por alcoolemia: 6.990 (1.498 constatações, 396 crimes, 5.096 recusas)

* percentual de multas por alcoolemia do total de condutores abordados: 1,9%

 

- multas geral: 31.252

 

2014

 

- veículos abordados: 363.474

- multas por alcoolemia: 6.677 (1.594 constatações, 308 crimes, 4.775 recusas)

* percentual de multas por alcoolemia do total de condutores abordados: 1,8%

 

- multas geral: 30996

 

2015

 

- veículos abordados: 371.099

- multas por alcoolemia: 5.823 (1.302 constatações, 162 crimes, 4.359 recusas)

* percentual de multas por alcoolemia do total de condutores abordados: 1,5%

 

- multas diversas: 29.345

 

2016

 

- veículos abordados: 415.350

- multas por alcoolemia: 5.847 (1.333 constatações, 194 crimes, 4.320 recusas)

* percentual de multas por alcoolemia do total de condutores abordados: 1,4%

 

- multas geral: 33.842

 

2017 (até o dia 29 de novembro)

 

- veículos abordados: 345.174

- multas por alcoolemia: 4.908 (1.121 constatações, 102 crimes, 3.685 recusas)

* percentual de multas por alcoolemia do total de condutores abordados: 1,4%

 

- multas geral: 28.390

 

Secretaria Estadual de Saúde - PE


Presa dupla suspeita de tráfico de drogas no centro de Petrolina

por Gabriela Canário 28 de Novembro de 2017 às 07:30
categoria: Segurança

Durante patrulhamento de rotina, por volta das 13h45 deste domingo (26), uma unidade da Guarda Civil Municipal de Petrolina (GCM) observou dois homens em atitude suspeita em plena Avenida das Nações, nas imediações de um hotel no centro de Petrolina. Após abordagem e revista foram encontrados com um dos suspeitos nove trouxas plásticas de maconha e uma quantia em espécie de cerca de R$ 15.

Imediatamente a dupla recebeu voz de prisão e os homens identificados como Breno da Silva, 18 anos, e Jamerson Pereira Santos, 19 anos, foram conduzidos para a Delegacia da 213ª Circunscrição de Polícia Civil de Petrolina, localizada no bairro Ouro Preto. Naquela unidade, os dois foram apresentados à autoridade policial de plantão para a tomada das providências cabíveis.


Com experiência em casos de homicídios, delegada Polyanna Néry afirma estar pronta para desvendar o assassinato de Beatriz Mota

por Gabriela Canário 27 de Novembro de 2017 às 16:39
categoria: Segurança

Depois de mudanças realizadas pela Secretaria de Defesa Social, a delegada Polyanna Néry assumiu a subdiretoria do Sertão 2, entendendo-se desde a cidade de Arco Verde a Petrolina, abrangendo 61 municípios e 62 delegacias. Anteriormente, ela atuava na divisão de homicídios, no Recife, onde trabalhou durante nove meses. Com a atuação, ela garante estar preparada para o novo trabalho. “Ganhei uma experiência em homicídios muito boa na capital. Desvendemos muitos casos emblemáticos e estou trazendo essa experiência para o Sertão”, disse.

Com as alterações, Polyanna assumiu o caso do assassinato de Beatriz Mota, ocorrido em 10 de dezembro de 2015, que antes era de competência da delegada Gleide Ângelo. “Ela saiu porque assumiu uma nova função e para ela estava o tempo limitado, mas ela fez um excelente trabalho”, destacou Polyanna Néry. Há duas semanas, os pais de Beatriz cobraram mais empenho da Polícia Civil na condução das investigações.

Sobre o caso, a delegada afirmou que ainda não analisou o inquérito e que precisa estudar o caso para dar continuidade ao trabalho. Porém, ela se diz confiante e firme para o desafio. “Eu vou trabalhar e vou dar essa continuidade ao caso. Vamos deixar a família informada e mudar a tática. É um caso longo, vamos precisar de um tempo. Estou disposta a trabalhar, apesar da complexidade e do tempo. Estou disposta”, destacou.

A morte de Beatriz completa dois anos em dezembro e o caso já passou pelas mãos de vários delegados. Em contrapartida, a delegada Polyanna já teve um primeiro contato na noite de domingo, 26, com os pais da crianças e diz ter uma boa experiência para assumir o caso. ““Foi um vasto trabalho e eu já me reuni com os pais das crianças. A expectativa é grande. Estou com uma bagagem boa”, afirmou.


Delegada Gleide Ângelo deixa o Caso Beatriz e Polyanna Néry assume

por Gabriela Canário 27 de Novembro de 2017 às 10:26
categoria: Segurança

Prestes a completar dois anos, o assassinato da menina Beatriz Mota, de 7 anos, em Petrolina, continua sem desfecho e terá um novo comando nas investigações. O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, confirmou nesta segunda-feira (27), em entrevista à Rádio Jornal, que a delegada Gleide Ângelo deixou o caso. No lugar dela foi designada a delegada Polyanna Néry.

“Ela já está debruçada sobre os 14 volumes dessa investigação. A gente não tem dúvidas de que ela vai encontrar esse suspeito”, afirmou Pádua.

A mudança acontece duas semanas após os pais da criança cobrarem que mais empenho da Polícia Civil na condução das investigações. Eles fizeram críticas ao fato de o comando do inquérito estar nas mãos de uma delegada que vive no Recife, e não em Petrolina, onde a tragédia aconteceu.

A morte de Beatriz completa dois anos no próximo dia 10 de dezembro. Apesar de a Polícia Civil contar com a imagem de um suspeito que aparece com uma faca na frente do colégio, onde a menina foi morta, ainda não foi possível identificar quem era aquele homem. Segundo a gestora de Polícia Científica de Pernambuco, Sandra Santos, 96 homens com características físicas semelhantes ao do rapaz que aparece na imagem ou com alguma suspeita de participação no crime já passaram por exames de DNA, mas o confronto do material genético deu negativo para todos eles.

SUSPEITOS

No final de outubro, a Polícia Militar prender um homem suspeito de um homicídio e ao afirmar que ele apresentava semelhanças físicas com o suspeito de matar a menina em Petrolina. A Polícia Científica colheu material genético dele para exames. O resultado ainda não foi divulgado. Mas, como mostrou o Ronda JC, o homem não poderia ter praticado o crime pois naquele 10 de dezembro de 2015 ele estava preso por tráfico de drogas na Cadeia Pública de Santa Maria da Boa Vista. A prisão aconteceu oito dias antes do homicídio e ele só teve o relaxamento autorizado pela Justiça em maio do ano seguinte.

O CASO

O corpo de Beatriz Motta foi encontrado com várias lesões provocadas por faca dentro de uma sala isolada no colégio particular onde ela estudava. Acontecia uma festa de formatura e a instituição estava bastante movimentada, mas nenhuma testemunha disse ter visto o crime. A Polícia Civil ainda não conseguiu identificar o autor e nem esclareceu à sociedade qual a motivação do homicídio.

O caso – que já passou pelas mãos de vários delegados – estava com a delegada Gleide Ângelo há cerca de um ano. Segundo as investigações, com base no depoimento de testemunhas, o suspeito teria tentado se aproximar de outras duas crianças antes de chegar até Beatriz.

Rádio Jornal NE 10


Ammpla e Caravana do Detran vão intensificar Educação no Trânsito em Petrolina

por Redação Nossa Voz 24 de Novembro de 2017 às 09:01
categoria: Segurança

De 28 a 30 de novembro, a Caravana de Educação no Trânsito estará em Petrolina. A ação denominada “DETRAN nos Municípios” é realizada pela Secretaria das Cidades (Secid), por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran), com o apoio da Autarquia Municipal de Mobilidade (Ammpla).

Entre as atividades que serão realizadas, estão capacitações para os Centros de Formação de Condutores – CFCs; palestras educativas em escolas; formação de professores; blitz’s educativas e fóruns de educação. Além disso, os motociclistas da região poderão participar do Curso de Pilotagem Defensiva, dividido entre aula teórica e prática.

De acordo com o diretor-presidente da Ammpla, Geraldo Miranda, a ação terá como intuito alertar os pedestres e condutores no cuidado com relação ao trânsito. “Nosso principal foco será os motociclistas que são as principais vítimas no trânsito, mas também vamos fazer um trabalho, juntamente com o Detran, de conscientização do papel dos pedestres e condutores para um trânsito mais seguro”, explicou.

Programação:

Terça-feira (28)

Bliz Educativa – Rajada – 10h às 12h

Capacitação de prática de pilotagem com todos os instrutores de categorias A de CFC - Aula teórica no Sest/Senat (08h às 12h) – Aula prática no estacionamento do River Shopping (13h30 às 17h)

Capacitação com todos os instrutores, Diretores gerais e de Ensino de CFC da região – Tema: Primeiros socorros para não socorristas – Local: Sest/Senat – 08h às 12h

Quarta-feira (29)

Blitz Educativa – Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio – 10h às 12h

Capacitação de prática de pilotagem com todos os instrutores de categorias A de CFC - Aula teórica no Sest/Senat (08h às 12h) – Aula prática no estacionamento do River Shopping (13h30 às 17h)

Quinta-feira (30)

Fórum de Educação de Trânsito- Auditório do Sest/Senat – Temas: Índices de acidentes de trânsito na região; Segurança no Trânsito; Primeiros socorros – às 10h

Capacitação de prática de pilotagem com todos os instrutores de categorias A de CFC - Aula teórica no Sest/Senat (08h às 12h) – Aula prática no estacionamento do River Shopping (13h30 às 17h)


Indicação de Lucas Ramos garante batalhão especializado para Petrolina, diz assessoria

por Redação Nossa Voz 20 de Novembro de 2017 às 17:41
categoria: Segurança

Em uma demonstração de compromisso com a segurança de Pernambuco, em especial dos petrolinenses e sertanejos do São Francisco, o governador Paulo Câmara assinou nesta sexta-feira (17), no Palácio do Campo das Princesas, o projeto de lei que cria o 2º Batalhão Integrado Especializado de Policiamento – BIEsp, que ficará sediado em Petrolina. A chegada do novo batalhão é resultado da Indicação Nº 8.046 de 20 de junho de 2017 e de autoria do deputado Lucas Ramos (PSB).

O BIEsp integra o Batalhão de Choque, Radio Patrulha, Moto Patrulhamento e Policiamento de Trânsito, desenvolvendo ações de prevenção à violência e combate ao crime organizado. “Teremos uma unidade em Petrolina que reforçará o policiamento nas nossas divisas com capacidade de dar uma pronta-resposta a ações criminosas como assalto a bancos e investidas a carros-fortes no Sertão. Os policiais militares do BIEsp também estarão presentes nas zonas rurais e rodovias estaduais, trazendo mais tranquilidade para o povo sertanejo”, comemorou Lucas Ramos. O primeiro batalhão especializado foi inaugurado pelo governador na última terça-feira (14), em Caruaru.

Paulo Câmara afirmou que a chegada do batalhão na região sertaneja terá, entre as suas prioridades, o combate ao tráfico de armas e drogas nas divisas do estado. “A situação das fronteiras é uma preocupação de todos os governadores, mas não podemos apenas esperar alguma medida tomada a partir do governo federal. Por isso, estamos ampliando nossa presença no interior do estado para combater toda modalidade de tráfico e o BIEsp de Petrolina estará pronto para receber nossos policiais militares especializados neste tipo de ação”, argumentou o governador, que ainda anunciou um incremento na PM. “Também estamos praticamente dobrando o efetivo policial que atende aos municípios de Afrânio e Dormentes, além do distrito petrolinense de Rajada”, afirmou.

O secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco e coordenador do Pacto Pela Vida, Márcio Stefanni, ressaltou que o estado já apresenta números que apontam uma tendência de queda nos índices de violência. “Caíram os assaltos a ônibus, as investidas a bancos diminuíram e vamos reduzir os homicídios. Já entregamos mais de mil viaturas, colocamos 1.500 novos policiais nas ruas, temos outros 1.300 na academia da PM além de mais 1.200 realizando o curso das polícias Civil e Científica”, enumerou.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, reafirmou que o Estado trata das questões ligadas à segurança com responsabilidade. "Empreendemos um trabalho sério no combate à violência. Permaneceremos atentos e vigilantes aos problemas que enfrentamos com a criminalidade”, garantiu.

AMPLIAÇÃO – Além do 2º BIEsp em Petrolina, o governador Paulo Câmara anunciou a criação do 26º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Itapissuma para atender aos municípios de Igarassu, Itamaracá e Araçoiaba, no Litoral Norte. O governador assinou, ainda, o projeto de lei que cria a 11ª Companhia Independente da Polícia Militar, com sede em Lajedo, que irá permitir a ampliação das ações de combate à violência na microrregião de Garanhuns (municípios de Jupi, Jucati, Panelas, Jurema, Calçados, Ibirajuba e Canhotinho).

O prefeito de Paulista, Júnior Matuto (PSB), falou em nome dos gestores municipais e salientou o preparo do governador à frente do Poder Executivo Estadual. “Paulo mostra o compromisso com o povo de Pernambuco e age com responsabilidade, mantendo nosso estado preparado para que, quando Brasil sair da crise, sejamos os primeiros a voltar a crescer”, destacou.


Miguel destaca cobra mais policiais e novo Batalhão para Petrolina

por Redação Nossa Voz 20 de Novembro de 2017 às 17:37
categoria: Segurança



O prefeito Miguel Coelho participou, nesta sexta-feira (17), do anúncio da criação do 2º Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (BIESP) destinado para Petrolina. A nova tropa havia sido uma das principais reivindicações do gestor petrolinense ao Governo do Estado para enfrentar os altos índices de criminalidade que a capital do Sertão acumula nos últimos anos.



A solenidade ocorreu no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, com a presença do governador Paulo Câmara. Na oportunidade, foi anunciado que o 2º BIESP vai contar com cerca de 300 policiais e 30 viaturas para atender Petrolina, Afrânio e Dormentes. A unidade contará com companhias especializadas como a Rocam, Choque e Radiopatrulha.



Segundo Miguel, a Prefeitura de Petrolina pretende atuar junto com a Polícia Militar para reduzir os indicadores de violência na região do São Francisco. “Havíamos cobrado ao governador desde a época de deputado por mais policiais e neste ano pedimos a criação de uma unidade do BIESP em Petrolina como ocorreu em Caruaru. Este é um passo importante para enfrentar a violência em nossa cidade e a Prefeitura terá papel importante nessa política de segurança atuando com a Guarda Municipal, melhorias na iluminação, ações de combate a drogas entre outras medidas. Acreditamos que somente atuando juntos, Prefeitura, Governo e sociedade, será possível superar esse desafio”, ressaltou o prefeito.



Além do BIESP, foi anunciada criação de uma companhia independente de policiamento para Afrânio e Dormentes. Atualmente, as duas cidades são atendidas pelo 5º Batalhão de Polícia Militar, que fica em Petrolina. “Essa é outra ação importante. Desde a época em que era deputado que solicitava uma companhia independente para Afrânio e Dormentes. A ideia é melhorar a segurança dessas duas cidades, e ao mesmo tempo fazer com que o 5º Batalhão fique menos sobrecarregado, atendendo melhor Petrolina”, explicou o prefeito.


SAMU de Petrolina registra mais de 1.100 trotes entre os meses de agosto e outubro

por Redação Nossa Voz 3 de Novembro de 2017 às 08:52
categoria: Segurança

Uma conhecida ação, tida por muitos como “brincadeira”, tem preocupado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Petrolina. São os trotes, ou seja, chamadas com ocorrências falsas feitas ao 192.

Em média, por mês, o SAMU atende cerca de 2.500 chamadas, e destas, cerca de 900 são trotes. Entre agosto e outubro, o número aumentou consideravelmente, e foram contabilizadas mais de 1.100 chamadas falsas.

De acordo com a Coordenadora de Enfermagem do SAMU, Cristiane Nunes, a maioria dos trotes é feita por crianças e adolescentes, mas há também uma grande parcela de homens que ocupam as linhas para dizer palavras de baixo calão às telefonistas, prejudicando o serviço que precisa ser ágil.

“À medida que alguém liga pro SAMU e faz uma brincadeira, solicita uma ambulância e esta é liberada para um trote, impede de auxiliar quem realmente está precisando dos nossos serviços. Então, fazemos um apelo pela conscientização dos cidadãos, dos pais, que orientem seus filhos para que não tenhamos mais esse problema, que é tão prejudicial para a própria população”, diz a coordenadora do SAMU.

Ainda de acordo com Cristiane, o SAMU tem procurado alertar aos cidadãos sobre os perigos dos trotes, através de palestras educativas que são feitas mensalmente em diferentes bairros da cidade. “Participamos de ações sociais que visam justamente orientar as pessoas quanto à prática dos trotes e cuidados com a saúde. Vamos iniciar o SAMU nas escolas, conversando com crianças e adolescentes, e escolhemos o período próximo das férias escolares por ser o momento em que recebemos mais chamadas falsas”, explica.