asdasdasdasd

Palco definido para Brasil x Rússia

por Mário Souza 30 de Janeiro de 2018 às 17:22

Fonte / CBF

Está definido o palco do amistoso entre Brasil e Rússia, marcado para o dia 23 de março deste ano. O duelo será realizado no Estádio Luzhniki, em Moscou, capital do país de sede da Copa do Mundo. Será a primeira vez que a Seleção entrará em campo em 2018.

O estádio tem capacidade para cerca de 80 mil torcedores e está acostumado a receber grandes eventos. Em 2008, por exemplo, foi lá que o Manchester United, da Inglaterra, conquistou sua última Liga dos Campeões da Europa, em cima do Chelsea. Também participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 1980. 

Com pouco mais de 60 anos de idade, o Luzhniki foi inaugurado em 1956. Na Copa do Mundo de 2018, será palco de sete jogos, incluindo a abertura, uma semifinal e a final da competição. 

Depois de enfrentar a Rússia no dia 23, o Brasil seguirá para Berlim, onde enfrentará a Alemanha no dia 27 de março. Estes serão os dois últimos amistosos da equipe antes da convocação final para a Copa do Mundo.


Willian vestirá a braçadeira contra o Japão

por Mário Souza 8 de Novembro de 2017 às 17:34

Fonte / CBF

Mais um nome no rodízio de capitães do técnico Tite. O atacante Willian foi o escolhido da vez para vestir a braçadeira na sexta-feira, no amistoso contra o Japão, em Lille.

Willian será o décimo quarto capitão da era Tite, que já teve os defensores Miranda, Daniel Alves - duas vezes cada -, Thiago Silva, Marquinhos, Marcelo e Filipe Luís, os meias Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Casemiro e Philippe Coutinho, o atacante Neymar, além de Robinho, no amistoso contra a Colômbia que teve só atletas do futebol nacional.

Como de costume, o atacante estará ao lado do técnico Tite na coletiva de imprensa oficial pré-jogo, nesta quinta-feira, em Lille.

Brasil e Japão se enfrentam na sexta-feira, às 13 horas (10 horas de Brasília), no Estádio Pierre Mauroy. 


Globo fica com transmisssão dos jogos

por Mário Souza 1 de Novembro de 2017 às 18:24

Fonte/ CBF

O Departamento Técnico da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) recebeu nesta terça-feira (31/10) uma comunicação do Grêmio Recreativo Pague Menos (CE) informando a desistência da equipe na participação da Liga Nordeste. Assim, o Krac (PI), adversário do time cearense em uma das quartas de final da competição, avança para a semifinal do torneio regional.



Conforme comunicado expedido, "as sanções administrativas previstas em Regulamento serão aplicadas pela Presidência da CBFS, estando a equipe infratora sujeita ainda às demais penalidades previstas no CBJD".



Vale lembrar que o Krac irá enfrentar o vencedor de Horizonte (CE) e Educar (SE), que ocorre na quarta-feira (1/11).


Cássio e Luan são as novidades de Tite

por Mário Souza 10 de Agosto de 2017 às 16:13

Fonte / CBF

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, anunciou os 23 jogadores convocados para os próximos jogos do Brasil nas Eliminatórias. O grupo enfrenta o Equador, no dia 31 de agosto, e a Colômbia, no dia 5 de setembro. Confira a lista com nomes e clubes dos atletas:

Goleiros:

Alisson, Roma

Cássio, Corinthians

Ederson, Manchester City

Laterais:

Dani Alves, PSG

Fagner, Corinthians

Filipe Luis, Atlético de Madrid

Marcelo, Real Madrid

Zagueiros:

Marquinhos, PSG

Miranda, Inter de Milão

Rodrigo Caio, São Paulo

Thiago Silva, PSG

Meio-campistas:

Casemiro, Real Madrid

Fernandinho, Manchester City

Giuliano, Zenit

Luan, Grêmio

Paulinho, Guangzhou Evergrande

Philippe Coutinho, Liverpool

Renato Augusto, Beijing Guoan

Willian, Chelsea

Atacantes:

Firmino, Liverpool

Gabriel Jesus, Manchester City

Neymar Jr, PSG

Taison, Shakhtar Donetsk


Tite convocará seleção no dia 10

por Mário Souza 1 de Agosto de 2017 às 16:26

Fonte / Futebol Interior

O técnico Tite convocará no próximo dia 10 a seleção brasileira que vai enfrentar o Equador e a Colômbia pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Já classificado para o Mundial, o Brasil joga contra os equatorianos no dia 31, em Porto Alegre, e depois vai a Barranquilla para o duelo com os colombianos, em 5 de setembro.

A seleção brasileira iniciará a preparação para os jogos em Porto Alegre, e entre as duas partidas fará dois treinos em Manaus. O jogo na capital gaúcha, válido pela 15ª rodada do qualificatório da América do Sul, será na Arena do Grêmio, mas existe a possibilidade de haver uma atividade aberta à torcida no estádio Beira-Rio, casa do Internacional.

Na Colômbia, a programação da seleção brasileira prevê a realização de um único treino em Barranquilla, de reconhecimento do gramado do estádio Metropolitano Roberto Meléndez, palco da partida válida pela 16ª rodada das Eliminatórias.

Para as duas partidas, a tendência é a de que Tite mantenha a base que vinha sendo chamada, mas apresente algumas novidades na equipe. A comissão técnica vem acompanhando jogos in loco no Brasil e no exterior, sendo que no final de semana passado alguns de seus membros se dividiram para acompanhar os duelos entre Corinthians x Flamengo, no Itaquerão, e Grêmio x Santos, na Arena do Grêmio, ambos realizados no domingo pela 17ª rodada do Brasileirão.

Uma nova rodada de análises será feita no próximo fim de semana, quando ocorrerá a última rodada do primeiro turno da competição nacional. No dia 9, véspera da convocação, analistas da seleção estarão em Porto Alegre para acompanhar a partida entre Grêmio e Godoy Cruz, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

SITUAÇÃO NA TABELA

Com 33 pontos, o Brasil ocupa a liderança disparada das Eliminatórias da Copa, enquanto a Colômbia figura na segunda posição, com 24. Uruguai e Chile estão com 23 pontos e ocupam respectivamente a terceira e a quarta colocações. A Argentina está apenas em quinto lugar, com 22, e hoje disputaria uma repescagem por uma vaga na Copa da Rússia.

Graças a uma incrível sequência de oito vitórias seguidas após Tite assumir o comando da seleção, a seleção brasileira se garantiu no Mundial da Rússia com quatro rodadas de antecipação no qualificatório sul-americano.

Após os jogos contra Equador e Colômbia, o Brasil fechará a sua campanha nas Eliminatórias em partidas contra a Bolívia, na altitude de La Paz, em 5 de outubro, e contra o Chile, no dia 10 do mesmo mês, no Allianz Parque, em São Paulo.


Mundial Sub-17 : Brasil pega Espanha, Níger e Coreia do Norte

por Mário Souza 7 de Julho de 2017 às 15:43

Fonte / CBF

Em sorteio realizado na Índia, nesta sexta-feira (7), na cidade de Mumbai, a Seleção Brasileira conheceu a sua chave no Mundial Sub-17 deste ano. A equipe do técnico Carlos Amadeu enfrentará Espanha, Níger e Coreia do Norte na primeira fase da competição.

O Brasil caiu no Grupo D da Copa do Mundo Sub-17, que começará no dia 6 de outubro. A estreia da Seleção, de acordo com o cronograma da FIFA, será no dia seguinte: 7 de outubro.

Para garantir vaga no Mundial da Índia, a Seleção Brasileira Sub-17 conquistou o Sul-Americano do Chile. Foram nove jogos, oito vitórias e um empate, melhor ataque, defesa menos vazada, artilheiro e melhor jogador da competição para o Brasil.

A preparação para o Mundial, com treinos na Granja Comary, já começou. Confira com foi a última semana de trabalhos aqui

Os grupos do Mundial Sub-17 da Índia:

GRUPO A 

Índia, Estados Unidos, Colômbia e Gana

GRUPO B

Paraguai, Mali, Nova Zelândia e Turquia

GRUPO C

Irã, Guiné, Alemanha e Costa Rica

GRUPO D

Brasil, Espanha, Níger e Coreia do Norte

GRUPO E

Honduras, Japão, Nova Caledônia e França

GRUPO F

Iraque, México, Chile e Inglaterra


Um ano de Tite!

por Mário Souza 20 de Junho de 2017 às 18:25

Fonte / CBF

Um ano após iniciarem o trabalho à frente da Seleção Brasileira, Tite e sua comissão técnica exibem números que chamam a atenção. Um deles, por exemplo, já é um recorde: oito vitórias seguidas em Eliminatórias de Copa do Mundo. O dono da marca anteriormente era João Saldanha, que conseguiu cinco em 1969.

Ao lado de Edu Gaspar, Cléber Xavier e Matheus Bachi, o técnico assumiu o comando da Seleção em 20 de junho de 2017. De lá para cá foram seis convocações, sendo uma delas apenas com jogadores que atuam no Brasil. No total, 55 atletas diferentes foram chamados pela comissão técnica.

Em campo, foram disputados 11 jogos - os oito das Eliminatórias e mais três amistosos. Tite e sua comissão técnica conquistaram 10 vitórias e sofreram apenas uma derrota. Nada de empates até aqui. Com 29 gols marcardos, a Seleção atingiu uma média de 2,63 gols por jogo, tendo sofrido apenas três neste um ano.

Para a disputa destes 11 jogos, a Seleção Brasileira esteve reunida por um total de 50 dias. A comissão técnica pôde comandar 32 treinos durante este período, entre atividades com bola e físicos.

Mas engana-se quem pensa que o trabalho da comissão técnica se restringe ao campo. Quando não estão concentrados, Tite e seus auxiliares já assistiram 'in loco' a 104 jogos em solo brasileiro e outros 54 no exterior. Além disso, acompanharam 48 sessões de treinamentos de equipes do país e também de fora.

Uma novidade apresentada por essa comissão técnica é a atenção dada aos jogadores que atuam na China. Foram 16 dias de treinos antecipados para o trio formado por Renato Augusto, Gil e Paulinho, além de duas visitas de membros da comissão técnica ao país, em julho de 2016 e abril de 2017.

Já com relação à Rússia, país que receberá a Copa do Mundo de 2018, o planejamento começou antes mesmo da vaga no Mundial assegurada e seguiu depois da confirmação. Neste um ano, ao todo foram 19 dias de análises e vistorias, divididas em duas viagens.


Diego Souza marca gol mais rápido da história

por Mário Souza 13 de Junho de 2017 às 13:14

Fonte / CBF

Já parou para pensar o que dá para ser feito em dez segundos? Então, pergunte para o craque Diego Souza, que ele pode te ajudar nessa missão. O atacante da Seleção Brasileira alcançou um feito histórico no amistoso diante da Austrália, no Melbourne Cricket Ground, em Melbourne: marcou o gol mais rápido da história da equipe Canarinho, com apenas dez segundos de jogo.

A sorte esteve ao lado do atleta do Sport/PE, que substituiu Gabriel Jesus, cortado por lesão. E a resposta veio em grande estilo. Assim que a bola rolou, Diego Souza e Giuliano partiram para cima do setor defensivo do time australiano. Com um erro na saída de bola, o camisa 10 interceptou e lançou o atacante, que chutou cruzado, superando o goleiro Langerak e abrindo o placar para a Seleção Brasileira no confronto em menos de meio minuto.

O tento do craque brasileiro supera, por exemplo, o gol do meia Willian, o primeiro na vitória por 3 a 1 contra a Venezuela, pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, marcado aos 36 segundos do primeiro tempo. Ainda deu tempo do atacante marcar mais um, aos 47 do segundo tempo, de cabeça, e decretar a goleada por 4 a 0 contra os australianos.

– Fico muito feliz, pois é o resultado de um trabalho bem feito. É um sonho poder estar aqui na Seleção e um prazer estar junto com essa rapaziada. Só tenho a agradecer por ter feito dois gols e poder ajudar a equipe na vitória. Temos um grupo de muita qualidade, que faz com que a bola chegue com mais facilidade para que possamos concluir bem em gol. Hoje foi assim, tive essa felicidade de balançar as redes duas vezes e agora é dar sequência ao trabalho, que tem muita coisa boa pela frente – disse o jogador.

Dez segundos. Diego Souza mostrou que é possível fazer história no futebol com a Seleção Brasileira em um curto espaço de tempo. Parabéns pela marca, craque!


Brasil pressiona mas Argentina vence clássico

por Mário Souza 9 de Junho de 2017 às 10:01

Fonte / Fox

Na manhã desta sexta-feira (9 de junho) no Brasil, noite de Melbourne, na Austrália, a Seleção Brasileira enfrentou a Argentina em amistoso e perdeu a sua invencibilidade na Era Tite. Na estreia do técnico Jorge Sampaoli, os ‘hermanos’ levaram a melhor com vitória magra por 1 a 0, gol no fim do primeiro tempo do zagueiro Gabriel Mercado, do Sevilla.

Sem Neymar, um dos principais nomes do Brasil para o duelo era o atacante Gabriel Jesus, que retornava de lesão e fazia seu primeiro jogo no ano vestindo a Amarelinha. O atacante, no entanto, não estava em uma noite inspirada.

No primeiro tempo, Jesus deu um susto. Aos 29 minutos, levou uma pisada no pé direito do zagueiro Jonathan Maidana, que levou cartão amarelo. O brasileiro rolou no chão de dor, chegou a tirar a chuteira e até chorar. Apesar do susto, já que esse foi o mesmo local que ele teve que passar por cirurgia em fevereiro, o jogador retornou ao campo minutos depois.

No segundo tempo, Gabriel ainda perdeu um gol feito. Após receber bonita bola de Fernandinho, o atacante do Manchester City driblou o goleiro Sergio Romero e com o gol quase vazio mandou a bola na trave. No rebote, o meia Willian também acertou o poste. Grande nomes do duelo, como Lionel Messi, Philippe Coutinho e Paulo Dybala tiveram partidas discretas.


De olho na Copa da Rússia, Tite faz experiências na seleção

por Mário Souza 8 de Junho de 2017 às 15:11

Fonte/Futebol Interior

O amistoso é contra a Argentina, um dos mais duros e tradicionais adversários do Brasil. Ainda assim, o técnico Tite vai fazer experiências na partida desta sexta-feira, às 7h05 (horário de Brasília), em Melbourne. Com a seleção já classificada para a Copa do Mundo, o treinador quer aproveitar a data para abrir o leque de opções. Ele está de olho na formação do grupo que levará à Rússia ano que vem. De quebra, aproveita a oportunidade para dar descanso a alguns titulares, como Daniel Alves, Marcelo, Miranda e ao principal destaque da companhia, Neymar.

Tite não fez mistério sobre a formação que começará a partida contra a Argentina. Escalou Weverton, Fagner, Thiago Silva, Gil e Filipe Luís; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian, além de Gabriel Jesus na frente. Isso significa que o goleiro do Atlético-PR terá chance efetiva como titular - ele atuou no amistoso de janeiro com a Colômbia, que teve a arrecadação destinada às vítimas do acidente com o avião da Chapecoense.

Weverton, no entanto, não relaciona o fato de ser titular contra a Argentina com o aumento das chances de garantir um lugar no elenco que vai à Copa do Mundo. "A gente não pode cravar. Torço muito para que seja assim, mas lembro o que aconteceu com o Prass na Olimpíada. Eu cheguei na seleção aos 48 do segundo tempo. Não esperava estar lá e fui. Então, eu tenho de aproveitar o momento, cada oportunidade que o Tite me dá para atuar. Só assim a gente pode pensar em Copa."

Na sexta, a defesa também será completamente diferente da que Tite costuma escalar. Contra a Argentina jogam Fagner, Thiago Silva, Gil e Filipe Luís, jogadores que normalmente são convocados, mas que pouco atuaram com Tite. Além disso, David Luiz voltou a ser chamado e, se não for aproveitado contra a Argentina, ele certamente terá chance de convencer o treinador na partida do dia 13, também em Melbourne, diante da anfitriã Austrália.

No meio-campo, o volante Fernandinho vai substituir o titular Casemiro - outro que ganhou descanso após a temporada europeia -, mas, a partir daí, Tite optou por manter a estrutura da seleção brasileira, com exceção do atacante Neymar.

Assim, Paulinho, Renato Augusto e Philippe Coutinho estão escalados, bem como Gabriel Jesus, que volta ao time após ter ficado fora dos jogos de março pelas Eliminatórias porque estava machucado. Willian será o substituto de Neymar e, pelo que Tite treinou, ele vai atuar pela esquerda, faixa normalmente ocupada pelo atacante do Barcelona, em vez da direita, onde está acostumado a jogar.