asdasdasdasd

Trindade: vice-prefeito confirma racha com atual gestor

por Redação Nossa Voz 16 de Janeiro de 2019 às 15:00
categoria: Sertão do Araripe

Com um clima nada amistoso há meses, o vice-prefeito de Trindade-PE, Jaécio Sá (PSD), anunciou ao Nossa Voz nesta terça-feira (15) o rompimento com o atual prefeito Dr. Everton Costa (PSB). Segundo ele, essa foi uma decisão do Partido Social Democrático.

A vereadora Pollyana Sá (PSD), esposa de Jaécio, e parlamentar mais votada da história de Trindade, também deixa o grupo do prefeito. O motivo ainda não foi confirmado, mas os problemas aumentaram depois da eleição para presidente da Câmara, em dezembro de 2018. Dr. Everton apoiou um candidato da oposição, que acabou perdendo para Ubirajara (SD), parlamentar apoiado pelo grupo Sá. 

Foto: Divulgação/Pref. de Trindade

 


Prefeitura de Bodocó paga só 30% do salário de dezembro aos professores

por Redação Nossa Voz 16 de Janeiro de 2019 às 12:11
categoria: Sertão do Araripe

Os professores de Bodocó-PE estão na bronca com o prefeito Túlio Alves (DEM). Segundo a categoria, o executivo pagou apenas 30% do salário de dezembro de 2018. Além disso, houve a liberação de apenas 50% referente ao mês de janeiro de 2019.

Na última segunda-feira (14), o SINTEB realizou um ato pelas ruas da cidade e protestaram na frente da prefeitura, cobrando um posicionamento da gestão. Através de nota, a Prefeitura de Bodocó informou ao Nossa Voz que o motivo do parcelamento foi a insuficiência de recursos e não deu prazo para regularizar os pagamentos. Confira a nota:

Comunicado

A Prefeitura de Bodocó comunica aos servidores da educação que diante da insuficiência do repasse financeiro do Fundeb para a quitação da folha salarial de dezembro de 2018 e não sendo legal o pagamento de débitos do exercício anterior com recursos recebidos em 2019, a administração municipal precisou optar pelo parcelamento do mês de dezembro o qual será pago com o recurso do tesouro.

Desta forma, nesta quinta-feira (10) será realizado o pagamento de 30% do salário do mês de dezembro e antecipado 50% do salário de janeiro de 2019.

Foto: Bruno Morais

 


Com salários atrasados, médicos do Hospital de Ouricuri restringem atendimentos

por Redação Nossa Voz 16 de Janeiro de 2019 às 11:09
categoria: Sertão do Araripe

Os médicos que atendem no Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri-PE divulgaram nesta terça-feira (15) um comunicado sobre a restrição de alguns atendimentos na unidade. Segundo o documento, só serão atendidos pacientes de urgência e emergência, com classificação laranja e vermelha, respectivamente.

Essa decisão, que já foi repassada à direção do hospital, foi motivada pelo atraso do pagamento dos médicos plantonistas. De acordo com a categoria, os salários estão atrasados desde outubro do ano passado.

Além dos médicos, outros funcionários da unidade dizem que estão passando pelo mesmo problema. A reportagem do Nossa Voz entrou em contato com a Santa Casa de Misericórdia, administradora da unidade, mas ainda não obteve resposta.

Foto: Bruno Morais


Adelúcia é reempossada Presidente da Câmara de Ouricuri

por Gabriela Canário 2 de Janeiro de 2019 às 08:36
categoria: Sertão do Araripe

A cerimônia de posse da presidente da Câmara de Vereadores de Ouricuri Adelúcia Cléa (PSDB) reeleita aconteceu na manhã dessa terça-feira (1 de Janeiro), compareceram algumas autoridades, representantes do corpo de bombeiro, da Polícia, dois secretários apenas estiveram, o secretário de cultura César Milton e o secretário de administração Romildo Ramos, também esteve presente o prefeito Ricardo Ramos junto com sua esposa Carol Barros (secretária de ação social).

Assessoria da câmara preparou uma cerimônia especial, apesar de comparecerem muitos populares vários vereadores faltaram ao evento, todos eles que faziam a chapa 2 e que foram contra a reeleição, com exceção de Cicero de Euclides que viaja com a esposa em tratamento médico. Estiveram presentes, os edis Giba, Alex, Galego, Everaldo (lider oposicionista) e Dida, outro da oposição.  

Apesar do nítido vazio deixado pelos colegas, a vereadora fez o seu discurso tranquilamente, falou de algumas obras fez alguns agradecimentos e garantiu que até abril de 2019 os vereadores terão cada um, o seu próprio gabinete.

"Neste biênio quero continuar desenvolvendo o trabalho que já vem sendo feito. Nessea dois anos,  reformamos todos os móveis da casa, adquirimos equipamentos de informática, ar condicionado, atualização de pagamentos com pessoal como  o 13° dos funcionários da Câmara antecipadaments e ampliação e reforma do plenário. Foi feito a reforma dos banheiros da Câmara e até abril entregarei os novos gabinetes dos vereadores. Então foram muitas ações q em toda existência da casa não tinham feito", disse a presidenta.

Ela não fez qualquer comentário sobre a atitude doas vereadores que faltaram. 

O vereador Nania de Santa Rita, que foi eleito segundo secretário, renunciou, ele não chegou a tomar posse mas também não quis falar sobre os motivos,  a câmara deve decidir na reunião de terça (8) um novo membro para mesa diretora.

Questionada sobre a renúncia de Nania, a presidenta disse que entende somente ele pode falar o motivo.  (Fotos Josué Oliveira)

Cidinha Medrado


Suspeito de latrocínio durante festa de julho é preso em Barra do São Pedro Erlan Gago

por Gabriela Canário 28 de Dezembro de 2018 às 08:51
categoria: Sertão do Araripe

Investigadores da Polícia Civil - Operação Malhas da Lei e do Denarc de Ouricuri, seguindo instruções da Delegada Seccional Katyanna Muniz, cumpriram Ordem de prisão em Araripina, uma ação da Operação Cascavel (Certeiro) que após diversas diligências de investigações realizadas nesta quarta-feira (26) e durante a madrugada, prenderam José Erlan Batista dos Santos (Erlan Gago) de 22 anos, por volta de 06 desta quinta-feira (27). 



De acordo com o processo N° 0000755 - 93. 2018. 17. 1020, José Erlan, responde por crime de Latrocínio, roubo seguido de morte da vítima, ocorrido durante as festas do Distrito Barra de São Pedro, zona Rural de Ouricuri, crime que chocou a sociedade do Araripe. No momento em que foi detido, ele estava na casa do Avô, na Vila Parque Três Vaqueiros. Capturado, foi conduzido para Delegacia de Araripina e após procedimentos habituais. (Inf e fotos PC)



Cidinha Medrado


Equipe do Sesc Ler Bodocó vence Campeonato Cearense de Handebol

por Gabriela Canário 19 de Dezembro de 2018 às 14:02
categoria: Sertão do Araripe

A equipe infantil feminina do Sesc Ler Bodocó venceu no último domingo (16/12), em Fortaleza, o Campeonato Cearense de Handebol. A competição foi realizada pela Federação de Handebol do Estado do Ceará (FHEC), com apoio da Secretaria do Esporte de Estado do Ceará (Sesporte).

 No jogo decisivo, a equipe de Bodocó enfrentou a equipe da cidade de Taingua-CE, e garantiu o título com o placar de 16 a 4.  O grupo formado por meninas com idades entre 12 e 14 anos, disputou com outras 12 equipes e se manteve invicto até a conquista do título, que garante participação no Campeonato Brasileiro de Clubes, em 2019.

 De acordo com o técnico, Ivo Eduardo Modesto, mesmo a equipe sendo de uma cidade pernambucana, optou por disputar o Campeonato Cearense pelo formato da competição. “Para participar do Campeonato Pernambucano, teríamos que viajar várias vezes à capital, Recife. No Cearense, são apenas duas viagens”, explicou.

 Além do apoio do Sesc Pernambuco, que se responsabiliza pelas despesas com a federação, seguro e compra de materiais, a equipe faz rifas para ajudar nas despesas das viagens para competir. O grupo contou também com a parceria da Prefeitura Municipal de Bodocó, que disponibilizou o transporte para que as atletas pudessem participar da competição na capital cearense. (Assessoria)

Cidinha Medrado


Cadeia pública de Ouricuri tem problemas estruturais e superlotação

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 11:37
categoria: Sertão do Araripe

Familiares de presos na cadeia pública de Ouricuri denunciaram anonimamente ao Nossa Voz as péssimas condições do prédio onde ficam os cárceres, na Avenida Ayrton Senna, no Bairro Alto Paraíso.

Aproveitando o momento de visitas, nossa reportagem conseguiu observar que o saneamento está destruído, os canos ao redor do prédio estão quebrados e vazam constantemente, algumas paredes estão rachadas e um matagal toma quase todo o muro e comprometendo a segurança e saúde dos presos e profissionais que trabalham no local.

Familiares temem a vida dos presos, que além de estar privados de liberdade, amargam a má conservação do prédio e o medo de um desabamento. Um dos presos afirmou ao Nossa Voz que existe uma fossa antiga no muro que está aberta e que junta muita sujeira espalhando o mau cheiro. Questionamos um dos carcereiros e perguntamos se ele lembra quando foi feita a última manutenção ou reforma no prédio, ele não quis dar entrevista, mas disse que há tanto tempo que nem lembra ano ou mês.

Infelizmente os presos estão à mercê da própria sorte, é preciso também falar da estrutura das celas. São 8 celas com capacidade para 40 presos, estão superlotadas, e os homens estão vivendo uma situação indigna. Uma mulher que estava visitando um parente preso, levou para ele materiais e nos contou que um homem teria sido transferido doente e que outros reclamam de problemas de saúde.

Ficam perguntas como: De quem é a responsabilidade de manutenção? O estado tem dado que tipo de assistência? Porque não se planeja uma ampliação?

Cidinha Medrado


Funcionários do hospital regional de Ouricuri protestam por pagamento de salários atrasados

por Gabriela Canário 14 de Dezembro de 2018 às 11:35
categoria: Sertão do Araripe

Cerca de 600 funcionários do Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri, estão com, pelo menos, dois meses de atraso salarial. Na tarde dessa quinta-feira (13), médicos, enfermeiros, técnicos, maqueiros, além de pessoas que trabalham no setor da limpeza, recepção, protestaram durante uma hora, inclusive com a suspensão de cirurgias eletivas nesse período. O objetivo é cobrar uma resposta da Santa Casa de Misericórdia do Recife, administradora dessa unidade hospitalar.

De acordo com o diretor do Sindicato dos médicos de Pernambuco, no Araripe, Dr. Alexandre Arraes, caso a situação persista, as cirurgias eletivas podem ficar paralisadas por mais tempo. “Isso tem gerado uma insatisfação muito grande. Fizemos apenas um ato de protesto. As atividades de urgência e emergência estão mantidas. Nesse momento as cirurgias eletivas não estão sendo realizadas, mas se não houver uma sinalização por parte do gestor do hospital, assim como do governo do estado, no sentido de resolver esse impasse, é possível que os serviços fiquem sem funcionar”, explicou o médico.

O atraso salarial de todos esses profissionais gira em torno de 5 milhões de reais no acumulado dos dois meses. Procurada pela reportagem, a diretora do hospital, Glória Beatriz disse que a Santa Casa está resolvendo a situação.

BRUNO MORAIS


Profissionais de saúde cobram incentivos sob advertência de greve em Ouricuri

por Gabriela Canário 12 de Dezembro de 2018 às 09:07
categoria: Sertão do Araripe

O Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica do Ministério da Saúde para incentivar os gestores e as equipes a melhorar a qualidade dos serviços de saúde, propõe estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde. O programa eleva o repasse de recursos do incentivo federal para os municípios participantes que atingirem melhora no padrão de qualidade no atendimento desde 2011 para a participação de todas as equipes de saúde da Atenção Básica.

No entanto, os Agentes Comunitários de Saúde de Ouricuri cobram esse incentivo, e dizem que ainda não tiveram benefícios, cobram também equipamentos, materiais de segurança, espaço para trabalharem com computadores ou tabletes para fazer relatórios. Os ACS´s podem parar de trabalhar neste mês de dezembro por falta de apoio do poder público e exigem respostas às suas solicitações sob advertência de greve.

A presidente da Associação dos Agentes fez uma convocação para que todos os agentes compareçam, incluindo as classes que deveriam ser contempladas em um protesto em frente a prefeitura, com a promessa de caso não sejam atendidos entrariam em greve. Diante dessa, possibilidade, a Secretária de Saúde. Ela frisou que há uma lei vigente para o repasse dessa verba e que o município não repassa o incentivo há três meses. Após protesto em frente a prefeitura, profissionais ACS´s, enfermagem e saúde bucal, compareceram e caso não houvesse resposta por parte do governo, as classes advertem que pode haver greve por tempo indeterminado.

O governo hoje atendeu ao apelo dos profissionais, eles foram recebidos pela Secretária de Saúde Gardielle Andrade disse que vai de pagar setembro, outubro e novembro atrasados até sexta dia 14.

“A princípio ficou combinado da gente fazer o repasse do PMAQ setembro, outubro e novembro, se cair agora o recurso de novembro, porque os demais já caíram, a gente vai fazer o repasse de acordo com a lei vigente, mas a partir de janeiro terá a inserção dos outros profissionais de acordo com a nova Lei”, disse a secretária

A presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Roméria Rodrigues, disse que havia um desgaste por falta de atenção e espera que tudo seja resolvido que uma greve traz prejuízos para a população, mas é preciso numa situação como essa.

“Primeiramente quero evitar esse desgaste, porque há três meses a gente vem tentando uma conversa, senta, reunião, senta e nãos e resolve. Esperamos que seja resolvido o mais rápido possível para que não haja mais essa movimentação, todo mundo perde com isso, não só os profissionais, mas a população e o governo, isso não é bom”, disse a presidente.

Elizângela Alves Oliveira, atende em Barra do São Pedro e representa os enfermeiros, conta que está confiante e que essa não foi a única conversa dos profissionais com o governo, ela acredita que o prazo dado será cumprido.

Cidinha Medrado


Desvio na PE-545 será interditado por causa das chuvas

por Karine Paixão 11 de Dezembro de 2018 às 12:30
categoria: Sertão do Araripe

O alto volume de chuva nos últimos quatro dias em Bodocó fez com que o desvio às margens da Ponte Sobre o Rio Pequi, principal acesso da PE-545, fosse comprometido.



Com o objetivo de avaliar a situação e definir ações a serem tomadas, representantes de órgãos e esferas competentes se reuniram na tarde desta segunda-feira (10) na sede da Promotoria de Justiça de Bodocó. O promotor de Justiça, Dr. Bruno de Lima, os representantes do governo municipal José Humberto Menezes (secretário de Infraestrutura), Jussielmo Saraiva (procurador do município), Joaquim Maniçoba (coordenador da Defesa Civil), Washington Lócio (engenheiro) e o engenheiro do Departamento de Estradas e Rodagem - DER - Givaldo Sampaio.



Em comum acordo foi definido que o desvio sobre a ponte será interditado a partir das 7h da manhã desta terça-feira (11).



A medida foi adotada como forma de prevenção para evitar possíveis acidentes no local devido aos correntes riscos, uma vez que foram registrados sinais de bastante insegurança aos motoristas e pedestres que trafegaram pelo local.



Entre as medidas estabelecidas, o DER ficará encarregado de providenciar o tráfego de veículos e pessoas pela PE-560, dando sua manutenção até o restabelecimento do tráfego. A Prefeitura disponibilizará máquina escavadeira para auxiliar os trabalhos. A Secretaria Estadual de Transporte deverá esclarecer sobre o andamento da obra da ponte; o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram oficiados a fim de prestarem assistência necessária para prevenir acidentes.



O acesso à cidade se dará pela via alternativa da PE 560, zona rural - (Sítio Estaca) até que a situação seja normalizada.



A via que é de responsabilidade do Governo do Estado está interditada desde o último 13 de abril, quando o município foi atingido por uma enxurrada. De acordo com informações contidas na placa da obra, a construção da nova ponte iniciou no dia 17 de setembro.



O prefeito Túlio Alves pontua através da assessoria de comunicação, que: “essa é uma via fundamental para a região, não apenas para Bodocó. O Governo do Estado deve dar a atenção devida, pois já se passaram quase oito meses da enxurrada. Houve sinal de obra na ponte, mas de alguns dias pra cá ela não dá sinais de que está em pleno andamento. Precisamos garantir segurança as pessoas e celeridade a este processo”, enfatiza o gestor. (inf e fotos: Assessoria PMB)

Cidinha Medrado