| Última edição: 22/12/20 - 14:46

Home Brasil Polêmica Tiago Iorc é processado em R$ 670 mil por ex-empresário

Tiago Iorc é processado em R$ 670 mil por ex-empresário

Compartilhe:

O que antes era apenas troca de farpas na internet, agora foi parar na justiça. Felipe Simas, ex-empresário de Tiago Iorc, entrou com um processo contra o cantor pedindo R$ 670 mil de indenização ao artista por danos morais, além de um pedido de retratação pública do cantor. As informações são da colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’.

Na ação, Felipe acusa Iorc de ter rompido um contrato de dez anos que assinou pelo agenciamento da carreira, sem alegação de motivo justo. O empresário pede ainda que seja removido os vídeos em que Tiago aparece falando sobre ele na internet, sob multa diária de R$ 5 mil em caso de desobediência.

A defesa de Felipe se manisfestou. “Felipe nunca havia exigido um contrato formal de agenciamento artístico, tendo pactuado sua remuneração e demais condições de trabalho de forma verbal, e essa modalidade funcionou muito bem durante 9 anos, até o momento em que o Tiago resolveu descartar o Felipe como seu agente artístico, sem aviso prévio, sem maiores explicações e sem pagar pelos valores legalmente devidos”, diz a defesa de Simas ao site Na Telinha.

Os representantes de Iorc rebateram as acusações de Felipe Simas, afirmando que ele era um produto pronto que havia sido descoberto pela Som Livre.

Ainda segundo os advogados de Tiago, Simas foi convidado para representar o cantor no exterior, e aproveitou para se autopromover no mercado nacional às custas de Iorc.

Toda confusão entre os dois estourou na web após a dupla Anavitória comunicar aos fãs que estavam sendo impedidas por Iorc de regravar Trevo e outras canções em parceria com o artista.

Com informações Bahia.Ba